Untitled-1-02

 

Foi numa segunda feira de setembro a cinco anos atrás. Engraçado que não me lembro do dia.. Do momento sim, me lembro com detalhes.. mas são como flashes… como se não fossem comigo mas me trazem uma sensação de enjôo, de mal estar. Eu estava no banho quando descobri um caroço duro e firme, do tamanho de uma azeitona, debaixo do braço.

 

Meu coração disparou, ouvi um barulho agudo no fundo do ouvido, os cabelos da cabeça eriçaram… era a sensação da adrenalina percorrendo minhas veias. Chamei o meu marido para ver. E com o sorriso sem graça ele disse: “não é nada! Amanhã vamos ao medico!” Mas ele também se preocupou.
Quando fomos à médica já se haviam passados alguns dias e já havia uma dose de esperança que continha as minhas lágrimas e me deixava dormir.

 

Ela abriu o exame, respirou fundo e disse: “Infelizmente precisaremos entrar com quimioterapia neo adjuvante, mastectomia provavelmente radical e radioterapia!” – “não entendi..” – respondi. “Vc está me dizendo que eu estou com câncer Dra?” perguntei. – “ESTOU!”

 

cancerdemama-01

 
…………………Piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!! O barulho agudo agora no fundo do meu ouvido parecia que ia explodir meu cérebro. Não conseguia entender e ouvir o que a Dra dizia. Só percebia o movimento dos seus lábios. Meu marido me olhou com os olhos arregalados e fundos, os lábios sem cor, a respiração entrecortada. Saímos do consultório sem rumo. Atravessamos a avenida várias vezes em círculos. Não sabíamos para onde ir. O que fazer? E o pensamento constante que me assolava: “Eu ia morrer? Meu Deus… eu ia morrer!”

 

Não tem como explicar esta sensação. É como se de repente te tirassem um véu e você tivesse por um momento a noção real de tudo. Seus sentidos ficam acesos, sensíveis. Sua mente fica em estado de alerta. Não é só adrenalina o que eu senti. É a noção exata de estar vivo. Dava pra sentir o ar fazendo força e entrando nos pulmões. Dava pra se ouvir qualquer barulho ou até as batidas do coração. Naquela noite voltamos pra casa e enquanto meu marido dormia, eu chorei.

 

Eu estava muito nova para morrer, tinha só 32 anos; não tinha filhos, não tinha viajado o tanto que queria, não tinha ficado tempo suficiente com meus pais, não tinha passado noites rindo com a minha irmã, não tinha me divertido o suficiente com meus amigos, não tinha voltado a fazer capoeira, não tinha conhecido outro país, não tinha reformando minha casa, não tinha….. mas eu tinha que ser resignada e aceitar os designos de Deus.
E esse sentimento de derrota e aceitação se arrastou até eu ouvir de um amigo a quem tenho muita admiração me dizer: “

 

..Seu conceito de resignação está completamente errado! Resignação é uma aceitação ativa dos males que nos acontecem. Aceitação ativa significa: Sim, o problema existe e é um fato. Porém ele não é determinante do seu fim. O fim depende de você. Se você acredita em um Deus infinitamente justo e misericordioso então deve acreditar e entender que as provações da vida não são feitas para a gente sucumbir a elas e sim vencê-las. Tenha fé!!”

 

Desde então mudei minha postura diante da vida. Não tinha mais pena de mim mesma. Não me perguntava: “ Por que eu?” e sim: “Por que não eu?” Não ficava imaginando o que eu não tinha feito, agora fazia planos para o futuro. Só que agora os planos eram bem melhores. Eu não ia perder mais meu tempo com coisas fugazes.

 

Então veio a quimioterapia! O terrível vilão que te deixa de cabelo em pé – em sentido figurado, lógico! A “melhor cena” explorada pelos filmes. Vômitos, diarréias, perda de peso… nada disso!!! A medicação (como é chamada agora até mesmo para tirar o estigma neurolinguístico do nome quimioterapia) está mais seletiva. Não agride tanto o corpo. E existem medicamentos bem mais eficazes para combater os efeitos colaterais da droga.

 

Minha rotina era: fazer a medicação (que durava em torno de 3 horas. Não! Eu não ficava internada!), depois dar uma volta no shopping, depois íamos a um barzinho (eu e meu marido) e voltava pra casa. Eu não parei de trabalhar durante o tratamento. Claro que trabalhei menos. Não atendia pessoas gripadas ou com outras doenças que pudessem me transmitir já que meu sistema imunológico estava muito baixo. Fiz acompanhamento com nutricionista. Não quis, por opção, fazer acompanhamento com psicólogo, eu tinha um marido que era e é o meu apoio, a força que me impulsionava para frente!

 

O cabelo caiu após 15 dias da primeira medicação. Não foi traumatizante para mim. Eu queria viver! Cabelo era o de menos para mim. E outra: minha peruca era LINDAAA!!! Sinceramente, acho que fiquei mais bonita naquela época, eu me amava mais que antes.

 

Depois veio a cirurgia. Não escolhi tirar as duas mamas ou remover um quadrante; em minha opinião, quem deve decidir isto é o medico. E eles decidiram que seria uma mastectomia radical – retirada total da mama esquerda, com reconstrução imediata. Foi a primeira vez que senti necessidade de procurar ajuda psicológica. Não que meu marido não me ajudasse, mas nesse caso eu também tinha medo da repercussão que isto traria para a nossa relação.

 

Mas não há nada que o amor não supere!! Nunca me senti tão amada como no período do meu tratamento. E o amor que eu e ele construíamos a cada dia se fortalecia. Não havia piedade nos olhos dele. Havia carinho, amor e desejo. Seguimos juntos todos os percalços desta etapa das nossas vidas.
Depois veio a radioterapia e…. fim. Estava curada! Agora eram os exames de rotina – comuns e necessários a qualquer mulher que se cuida e se ama!

 

O que aprendi desta experiência?
– Que estamos sujeitos a todas as vicissitudes da vida porque estamos vivos. A escolha de ser ou não felizes depende de nós mesmos, da maneira como encaramos a vida!

 

– Que não dá para adiar para ser feliz pro final. Não importa o final!!!! Porque a gente não sabe quando acaba. O que importa é o meio. É a caminhada inteira!

 

– Que viver é melhor que ter. Nunca mais trocar um pelo outro!

 

– Que mesmo depois de passar por um problema enorme, maior do que você imaginava poder suportar, você passará por outros, às vezes bem maiores! Porque vencer não te dá créditos. Nem te faz melhor! Você não vira santo! Você só constata que é capaz. Que pode!

 

 

E é essa a grande mágica, o grande presente da vida: te dar outra chance … só que com poderes maiores: o poder da vontade, do querer!
Meu nome é Raissa Veloso de Lima Pinheiro. Sou filha de Adair Cardoso de Lima e Maria Reis Veloso Lima. Sou irmã de Larissa Veloso de Lima Araujo. Sou casada com Frederico Laterza Pinheiro à 9 anos. Sou dentista especialista em Ortodontia e Ortopedia. Nasci em Montes Claros (MG) e moro em Uberaba(MG) a 18 anos. E esta é só uma parte da minha historia, quando tive o diagnostico de câncer de mama.

 

 

Compartilhar:

Untitled-1-02

 

O Blog Fique Mais Bella também apoia a Campanha Outubro Rosa que é um movimento mundial de conscientização realizada por diversos entes no mês de outubro dirigida a sociedade e as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. O movimento começou a surgir em 1990 na primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, hoje é realizado no mundo inteiro.
Durante a semana de 13 a 18 de Outubro o blog será destinado a informação e conscientação com matérias exclusivas de profissionais ligados ao Câncer de Mama, iniciando a campanha com um depoimento de uma História de Superação.

 

blog-01

 

Em conjunto a campaha “Um toque, um ato de amor”, a Farmácia Acqua Bella estará arrecadando verba para a Instituição Vencer. A A.V.C.C.U., Associação dos Voluntários de Combate ao Câncer de Uberaba, fundada em Dezembro de 1998 é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos. A Diretoria e o corpo de voluntários desenvolvem um trabalho não remunerado de apoio e ajuda às pessoas portadoras de câncer.

 

A maior atuação da A.V.C.C.U. é no Hospital Dr. Hélio Angotti e tem como objetivos: Atuar no combate ao câncer nas áreas de educação, prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação; atendendo pacientes em regime interno e externo.

 

O projeto conta com 10 madrinhas que ajudarão na disseminação e apoio da campanha. Conheça elas:

 

madrinhas-01

 

A Farmácia Acqua Bella estará vendendo durante esta semana de 13 a 18 de Outubro um Hidratante para os Pés no valor de R$20,00 onde 100% dessa venda será doada para a Instituição Vencer o Câncer, você também pode adquirir este produto e ajudar com as nossa madrinhas!

 

adfef

Compartilhar:

Eficácia clinica comprovada aumenta a sensação de saciedade, diminui o hábito de “beliscar” e a compulsão por doces.

 

mulher-com-as-maos-na-boca-1390841313355_956x500

 

Satiereal® é um extrato patenteado de flores de crocussativus L, cultivado no mediterrâneo, padronizado em 0,34% de safranol, com estudos clínicos que comprovam a sua eficácia e segurança. Um nutracêutico que estimula a sensação de saciedade diminuindo a fome, a compulsão por alimentos doces, contribuindo assim, no gerenciamento de peso.

 

Crocussativus L, era utilizado pelas antigas civilizações como um tempero culinário, um corante e uma erva, os povos do leste europeu usavam para facilitar a digestão de comidas apimentadas e tratar problemas estomacais, já os persas no tratamento da depressão. O uso histórico dessa planta levou os pesquisadores a estudarem esse produto e hoje sabe que o mecanismo de ação único que o Satiereal apresenta efeito direto na saciedade e no estado de bem estar, desse modo favorece o gerenciamento de peso e diminui a frustação do paciente ai longo do tratamento.

 

Satiereal®
• Diminui a compulsão por doces entre as refeições;
• Diminui o habito de “beliscar” e a fome entre as refeições;
• Melhora o humor;
• Estudos publicados em revistas indexadas;
• Produto solúvel. Fácil de formular em sucos, cápsulas e outras formas farmacêuticas;
• Produto patenteado e sucesso nos estados Unidos;

 

Propriedades

Um levantamento pelo ministério da saúde demonstrou que 51% da população brasileira está obesa. A preocupação com o excesso de peso e as doenças correlacionadas não é um preocupação exclusiva dos brasileiros, a Organização Mundial da Saúde relatou que mais de 3,4 milhões de adultos morrem em decorrência a obesidade e sobrepeso, além disso, 44% da diabetes, 23% do risco de isquemia, de 7 a 41% de certos tipos de câncer são atribuídos à obesidade. Em 2012 mais de 40 milhões de crianças abaixo dos 5 anos de idade estavam acima do peso ou obesas.
Um fator atribuído ao ganho de peso é a compulsão por alimentos e o habito de beliscar, a procura por alimentos gordurosos ou doces entre as refeições.

 

O consumo excessivo de alimentos ricos em gordura é considerado com um fator de pré-disposição a obesidade, mesmo a pessoa estando moderadamente acima do peso, aumenta o risco de complicações metabólicas como dislipidemias, diabetes tipo II, desordens circulatórias, hipertensão, doença renal crônica, todas aumentando a morbidade “beliscar” e a compulsão por alimentos são distúrbios comportamentais que afetam a dieta, sendo influenciada pelo ambiente que o individuo este inserido. Desordens no humor contribuem diretamente, assim como, estresse que induzem a procura por alimentos em alta quantidade de açúcar, índice glicêmico e gordura que estimulam o sistemas de recompensar no cérebro, portanto, a pessoa sente prazer ao consumir esses alimentos reforçando positivamente o hábito de “beliscar”.

 

Crocussativus era utilizado na Ásia na medicina como um anti-inflamatorio, um produto para digestão e desordens cerebrais, que levantou interesse dos pesquisadores, especialmente por contribuir para melhorar o humor e reduzir a compulsão por alimentar, por isso Satiereal foi desenvolvido para melhorar a saciedade e diminuir o habito de “beliscar,” controlando o apetite e o crescimento epidêmico da obesidade.

 

Mecanismo de ação

Satiereal® interfere na regulação da ingestão e compulsão por alimentos, reduzindo o hábito de beliscar relacionado ao aumento paralelo da sensação de saciedade. Também, atua na modulação das vias adrenérgicas e dopaminérgicas, além da inibição da receptação da serotonina. Consequentemente melhora o bem estar mental e emocional.
O estresse, a ansiedade e a depressão influenciam a ingestão de aumento da massa corpórea, criando assim um ciclo de reforço negativo no organismo através da restrição alimentar. Satiereal® diminui o estresse e a ansiedade e reforça positivamente o centro de recompensa e saciedade do organismo.

 

Ação terapêutica
• Gerenciamento de peso;
• Aumenta a saciedade;
• Melhora a qualidade do humor e bem estar;
• Antioxidante.

 

Atenção: A associação de Satiereal® com antidepressivos deve ser monitorada, devido a um possível sinergismo entre os compostos.

 

Reações adversas:
Não há relatos até o momento, nas literaturas e pesquisas.

 

Contra Indicações:
Não há contraindicações até o momento, mas é sempre aconselhável consultar um profissional especializado a prescrição.

 

adfef

Compartilhar:

Sol é sinônimo de verão, época do ano em que as praias lotam de pessoas que buscam descansar nas areias e se refrescar no mar. Porém, o maior símbolo da estação pode se tornar um inimigo. Nesse clima de férias e relaxamento, muita gente acaba descuidando da saúde, principalmente a da pele. Para atingir o bronzeado desejado, algumas pessoas esquecem ou optam por não usar o protetor solar.O problema é que os raios ultravioleta do sol conseguem atingir as camadas mais profundas da pele, podendo causar alterações nas células e, consequentemente, gerar envelhecimento precoce, lesões e câncer de pele, que representam cerca de 25% de todos os tumores malignos diagnosticados no Brasil.

 

sol-37036

 

Apesar da alta incidência, se forem diagnosticados em estágio inicial, as chances de cura são altas.
Além da exposição excessiva ao sol, principalmente na infância e adolescência, a não utilização do protetor solar também é um dos fatores de risco do câncer de pele, que surge majoritariamente após os 40 anos e tem maior probabilidade de se desenvolver em pessoas de peles e olhos claros ou com histórico familiar da doença.
Para minimizar os efeitos do sol, recomenda-se a aplicação de protetor solar a cada duas horas e evitar exposição muito longa entre 10 e 15 horas. O uso de chapéus e óculos também são importantes.
Para cuidar de sua pele, a receita pode ser a mesma que a de um bom descanso: sombra e água fresca. Sem esquecer do protetor, é claro.

 

Tipos
Existem três principais tipos de câncer de pele: o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e os melanomas.
Os carcinomas basocelulares, os maiscomuns, apresentam crescimento mais lento, podendo demorar algumas semanas até atingir 1cm. Surgem, normalmente, como uma mancha rosa ou avermelhada. De início, podem se assemelhar com uma espinha ou picada de inseto e, ao crescer, é comum que sangrem. Apesar do risco de metástase (formação de uma nova lesão em outro local) ser pequeno, menos de 1%, podem afetar os tecidos adjacentes.
Os carcinomas espinocelulares são os segundos mais comuns. Eles apresentam rápido crescimento, em forma de uma lesão elevada ou nódulo de coloração vermelha, podendo apresentar crostas. Se não tratado, pode se disseminar para outras partes do corpo- normalmente, os gânglios linfáticos, mas também podem aparecer metástases em outros órgãos como pulmões, fígado e cérebro, o que acarreta em risco de vida.
Os melanomas, que representam apenas 4% dos casos, surgem em forma de uma pinta, seja uma já existente ou uma que apareça repentinamente. A lesão se desenvolve rapidamente, podendo apresentar crescimento ou mudança na forma da lesão. Apesar de serem o tipo mais rápido, são os mais perigosos também, por possuírem maior capacidade de metástase.

 

Diagnóstico
É bom prestar atenção nos sintomas. Caso haja manchas na pele que coçam, ardem, escamam ou sangram, procure um médico dermatologista. Sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou corpo dem ser outros indícios também, assim como feridas que não cicatrizam após quatro semanas.
A partir da suspeita do real surgimento do câncer, uma biópsia da pele pode confirmar o câncer.

 

Você conhece a regra do ABCD?

A metodologia é indicadacom a finalidade de facilitar o reconhecimento das manifestações dos três tipos de câncer de pele: carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e melanoma.

A significa assimetria
B significa borda
C significa Cor
D significa dimensão

 

sss

 

Fique atento aos sinais. Mas nunca se esqueça que o médico dermatologista é o profissional mais indicado para realizar o exame clínico da sua pele.

 

fabiano

 

 

Compartilhar:

Microonganismos vivos?  Sim, eles fazem a diferença em nosso organismo!

Quando se fala em saúde levamos em consideração vários fatores, dentre eles o bom funcionamento do intestino.

A microbiota intestinal é composta de micro-organismos que podem ser benéficos ou maléficos ao organismo humano. Os maléficos são aqueles agentes microscópicos patogênicos que quando estão em desequilíbrio podem causar doenças. Já os benéficos chamados de Probióticos,  trabalham a favor do organismo levando a uma proteção, regulação e prevenção de possíveis doenças.

 

QWDQW

 
Com a ocorrência de desequilíbrio da microbiota no organismo, pode resultar em: destruição e/ou inflamação da mucosa intestinal, desnutrição de vitaminas, diarreia, produção de toxinas, diminuição da imunidade, por exemplo.
Mas você deve estar se perguntando o que levaria a esse desequilíbrio? Dentre outros fatores podemos citar o estresse cotidiano, uso abusivo de medicamentos (antibióticos, por exemplo) dieta desequilibrada, má digestão de nutrientes e infecções intestinais.

 
Probióticos – As Bactérias do Bem
O termo probiótico tem origem grega e significa pró-vida e faz referencia a uma preparação de produto ou medicamento que em sua composição obtenha micro-organismos específicos, viáveis e em quantidade suficiente para desempenhar a função desejada.
É interessante notar que os probióticos não exercem apenas efeitos localizados no intestino, mas apresentam efeitos sistêmicos, como redução da pressão arterial, dos níveis de colesterol, efeitos metabólicos, aumento da imunidade dentre outros.

 

Probióticos e a Intolerância a Lactose
A intolerância a lactose ocorre em aproximadamente 70% da população entre a infância ate a fase adulta. Os sintomas apresentados são geralmente dores abdominais, cólicas e flatulências.
Em relação à digestão e ao metabolismo dos carboidratos, os probióticos são capazes de proteger a enzima lactase da acidez gástrica. Portanto o uso de probiótico pode ser interessante em pacientes portadores de intolerância à lactose por diminuírem os sintomas.

 

Indicações
Intestino: Reduzem os processos inflamatórios, promove regulação intestinal o que promove alivio para pessoas que sobrem com prisão de ventre;

 

Sistema Imune: Aumento da imunidade e prevenções de reações alérgicas;

 

Doenças Cardiovasculares: Os probióticos reduzem as concentrações de colesterol e podem reduzir a pressão sanguínea em hipertensos

 

Trato Genitourinário: o uso de Lactobacillus tem ação de restaurar a microbiota vaginal formando uma barreira para prevenir infecções, tratamento preventivo de Candidíase reincidente.

 

Obesidade e sobrepeso: dieta com alto conteúdo lipídico (gordura) promove mudanças no perfil bacteriano intestinal acarretando a inicio de inflamação, resistência à insulina e diabetes tipo2, todos associados à obesidade.

 

Onde Encontramos os Probióticos para consumo?
Em uma dieta balanceada é possível fazer a ingestão através de iogurtes e leites fermentados. É possível encontrar também nas formas farmacêuticas: sache ou cápsula.
No caso do uso em uma dessas formas farmacêuticas, é importante lembrar que probióticos são considerados suplementos alimentares, assim procure um profissional qualificado para orientação da dosagem mais adequadas para cada necessidade individual.

 

 

rodape_post

Compartilhar:

ETAS: Fitoquímico antiestresse que melhora a qualidade do sono e do repouso

ETAS é um Fitoquímico constituído por uma enzima tratada do aspargo. Esta enzima induz a produção da proteína de choque térmico HSP70, de ação adaptogênica, que protege o organismo contra o estresse físico e mental, reduz a fadiga e equilibra o sistema nervoso autônomo, proporcionando uma melhora na qualidade do sono e do repouso.

 

sono-bom-2

 

Diferenciais Exclusivos

• Reduz o estresse;
• Melhora a qualidade do sono;
• Aumento da proteína adaptogênica HSP70;
• Diminuição do cortisol, que é o hormônio relacionado com o estresse.

 

Propriedades

Desordens relacionadas a ansiedade e cognição representam um proeminente problema de saúde no mundo. A organização mundial da Saúde estima que em 2020 a ansiedade e problemas relacionados se tronarão a segunda maior causa que levará a desabilidades em países desenvolvidos em desenvolvimento.
Todos os organismos tem um sistema de adaptação ao estresse sendo um deles a expressão das proteínas de choque térmico (HSPs). Quando organismo é exposto em condições de estresse como febre, infecções, inflamação , espécies reativas de oxigênio, radiação ultravioleta, fome, hipóxia e terapias de câncer, ocorre uma indução e aumento dos níveis das HSPs afim de proteger o organismos.
As HSPs são proteínas que apresentam diversas funções fisiológicas, sendo uma das importantes atividades o seu comportamento como chaperonas que contribui no enovelamento proteico e a correta configuração tridimensional para o funcionamento da proteína, evita a agregação proteica e consequente perda de função das proteínas.
As proteínas HSP70 são bastante estudadas e amplamente distribuídas no nosso organismo, estão presentes na pele, pelo trato digestivo, fígado e rins. Estudos recentes de Wu colaboradores, demonstram que essa proteína possui efeitos supressores de apoptose e atividade anti-inflamatória que confere funções citoprotetoras contra vários estresses.

 

Mecanismo de ação:

• ETAS é constituído por derivados de hidroxime-tilfurfural extraído das células do caule de asparagus cultivados em Hokkaido, que induz a expressão de mRNA HSP70.
• Proteínas de choque térmico são proteínas intracelulares induzidas por estresse (especialmente por exposição a elevadas temperaturas) e há hipóteses de apresentarem benefícios antiestresse e anti-idade. Elas ajudam a proteger as proteínas celulares contra os danos ocorridos devido a temperaturas, o que poderia deformar e desnaturar as proteínas levando a sua inativação. As HSPs são estimuladas e o aumento de seu nível leva ao reparo.

 

• Proteínas de choque térmico HSPs possuem propriedades de regular os dobramentos proteicos, suprimir a agregação de proteínas desnaturadas. Essas proteínas são conhecidas como fatores antiestresse em terapias terminais e spas. HSP70 possuium efeito supressor de apoptose e uma atividade anti-inflamatória, além de proteger as células de estresse incluindo calor álcool e radiação ultravioleta.

 

adfef

Compartilhar:

Vamos conversar sobre o rei SOL e a Vitamina D, que na verdade, é um hormônio e não uma vitamina, mas falarei dela como vitamina porque é assim que é conhecida.

 

aa
Sabe-se, hoje, que temos receptores para a vitamina D espalhados por todo o corpo e, portanto, ela tem importância para muitas funções do corpo. No cérebro, ajuda a aumentar a produção de serotonina que é um neurotransmissor relacionado com o bom humor, portanto pode ajudar na prevenção e tratamento da ansiedade e depressão. Nas células de gordura atua na produção de do hormônio (leptina) que suprime o apetite, contribuindo para o controle do peso do corpo. A vitamina D age como uma “sentinela” da nossa saúde e pode combater o crescimento desordenado das celulas, como acontece com as células do câncer.

 

Quanto à saúde dos ossos, previne osteoporose porque a vitamina D é essencial para a absorção de cálcio no intestino delgado, para poder ir, através do sangue, para os ossos. A vitamina D também promove a saúde celular em relação ao nosso sistema de defesa, fortalecendo nossas céluas de defesa contra vírus, fungos e bactérias, assim como a resposta autoimune indevida, como acontece na psoríase, e em outras doenças mais. A deficiência de vitamina D exacerba o diabetes tipo II, além de outras tantas alterações no bom funcionamento do corpo.

 

E o sol? Como chegamos a um momento da nossa história em que o sol é temido e não mais reverenciado? A luz do sol controla o ritmo biológico da vida, nossa variação de temperatura diária, os padrões de sono, as secreções hormonais e outras funções básicas como o horário de comer e além de influenciar em nosso estado de humor e bem estar geral. A afirmação generalizada de que a radiação solar causa câncer e que deve ser evitada, pode ser comparada à afirmativa de que água causa afogamento, e portanto, não devemos beber água.

 

O problema do sol é a SUPEREXPOSIÇÃO e não a exposição. Qualquer coisa em dose excessiva pode ser problema, como comida em excesso, gordura em excesso, sal em excesso e por aí vai. Existe uma grande diferença entre moderação e excesso.

 

Atualmente, os especialistas sabem que tanto os adultos quanto as crianças precisam de um mínimo de 1.000 UI de vitamina D por dia para manterem um nível considerado saudável de vitamina D no sangue. Essa dose é para manutenção, para tratar a deficiência, a dose é outra bem diferente.

 

O sol é tão vital para nossa saúde e bem-estar quanto os alimentos, o abrigo, a água e o oxigênio. De um modo geral, 90 a 95% das nossas necessidades de vitamina D são adquiridas pela exposição à luz do sol. É a maneira mais eficiente e mais barata de conseguir o nível de saudável de vitamina D. O tempo ideal de exposição varia com a cor da pele, sua localização no planeta, o tamanho da área do corpo exposta e a hora do dia, mas de maneira geral, para quem mora no Brasil, em MG, tem pele morena e está de short/bermuda e camiseta, 10 a 15 minutos de sol diário ou 15 a 20 minutos 3 x na semana, sem uso protetor solar são suficientes.

 

Minha preocupação, como médica que atua na MEDICINA PREVENTIVA é alertar para que você, na sua próxima avaliação médica, inclua a avaliação da vitamina D. O exame para avaliar o nível de vitamina D é feito no sangue.

Um abraço com desejos de saúde: Dra. Nélia Mendonça

 

rodape_post

Compartilhar:

Ubiquinol – UBQ10
Ubiquinol é a forma reduzida da coenzima Q10, essa molécula apresenta melhor biodisponibilidade e eficácia para aumentar a atividade da mitocôndria e formação de energia, que favorecem a performance atlética e o bom funcionamento do coração, além de ser um poderoso antioxidante.

 

corrida-coracao-1024x586

 

Diferenciais Exclusivos
• Aumenta a atividade da mitocôndria;
• Favorece a produção de energia ATP;
• Cardiomodulador;
• Aumento da performance atlética;
• Antioxidante.

 

Propriedades:
A coenzima Q10 (CoQ10) se apresenta em duas formas: a ubiquinona, a forma oxidada e ubiquinol, sendo essa a forma reduzida. No plasma encontra-se 90% da forma reduzida, o ubiquinol que é uma molécula liposolúvel e tem ação antioxidante semelhante a vitamina E. Está presente em quase todos os tecidos e envolvidos em processos celulares essenciais como produção de energia nas mitocôndrias, onde age como um transportador de elétrons e translocador de prótons durante a respiração celular e a produção de ATP.

A concentração de CoQ10 nos tecidos é diretamente influenciada pela idade e por extensiva atividade física. Assim, ocorre um decréscimo desse componente com o passar dos anos sendo mais evidenciados em alguns órgãos que outros. Indivíduos que fazem uso de estatinas sofrem de depleção de CoQ10 e nesse caso a suplementação é necessária.

O ubiquinol, forma reduzida da CoQ10, tem ação antioxidante na mitocôndria e nos lipídeos de membrana e nas lipoproteínas plasmáticas.

 

Mecanismo de ação:

A coenzima Q10 é um componente fundamental no sistema de fosforilação oxidativa na mitocôndria, ou seja, a via de síntese de ATP, molécula de energia utilizada no funcionamento e manutenção do metabolismo. A CoQ10 é fundamental para produção de ATP e está presente em 96% dos processos aeróbicos (na presença de oxigênio).2
Embora a CoQ10 seja sintetizada pelo organismo uma pequena parte é degradada durante esse processo sendo necessária a reposição dessa coenzima. Assim, órgãos como coração e músculos que requerem uma grande quantidade de ATP para o funcionamento depende desse suprimento e a sua deficiência pode levar a perda de força e energia.

 

A CoQ10 assim como a vitamina E está ligada a membrana celular protegendo das ações deletérias dos radicais livres. O Ubiquinol é um potente antioxidante que reage mais rapidamente com os radicais livres e ainda auxilia na regeneração das vitaminas E e C após as reações oxidativas.

 

A forma oxidada de CoQ10 deve primeiro ser convertida em Ubiquinol para exercer sua ação antioxidante, logo a administração do ubiquinol poupa o fígado dessa transformação, agindo de modo imediato e maior eficiência. Juntamente com a vitamina E a CoQ10 tem uma função específica de proteger a sensível membrana celular e por ser lipossolúvel demonstra sua superioridade à antioxidantes comuns. Estudos demonstram que o ubiquinol, a forma reduzida de CoQ10, é 6 a 10 vezes mais biodisponível que a CoQ10 oxidada. Na circulação sistêmica a concentração de CoQ10 é representada 90% do ubiquinol (forma reduzida), e somente 10% de ubiquinona (forma oxidada).

 

Indicações:
Doenças cardiovasculares
Desempenho físico
Retarda envelhecimento

 

Reações adversas:
Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

 

Contra-indicações:
Não há contra indicações até o momento nas literaturas pesquisadas, mas é sempre aconselhável consultar um profissional especializado à prescrição.

 

adfef

 

Compartilhar:

Atualmente muito se fala em dietas isentas de um ou outro nutriente visando um emagrecimento mais rápido. Primeiro foi o carboidrato. Apontado como vilão, o carboidrato foi injustamente colocado na berlinda e muitas dietas propuseram a retirada de pães, massas, cereais e vegetais como a batata.

Porém, sabemos que não é esse o caminho. Retirar carboidratos da alimentação pode aumentar as chances da queima de massa magra, o que é extremamente prejudicial ao organismo.

 

vida_sem_gluten

 

E no caso do glúten? Quem nunca ouviu dizer das dietas sem glúten? Será que tirar o glúten da dieta é uma boa?
O glúten é uma proteína encontrada em alimentos como trigo, aveia, cevada, centeio. Pessoas portadoras da Doença Celíaca devem retirar o glúten da alimentação totalmente. Mas e as pessoas que não têm a doença celíaca? No topo das dietas da moda está a dieta sem glúten. Defensores dessa linha de dieta afirmam que a retirada do glúten da alimentação traz benefícios como aumento da disposição e redução da gordura especialmente abdominal.

 

O assunto é polêmico, mas não existe nada que comprove cientificamente que a retirada do glúten da dieta emagreça. Porém, se fizermos uma análise da alimentação do brasileiro veremos que se trata de um cardápio muito rico em glúten. Pão, massas, pizzas, salgadinhos, bolos e biscoitos estão presentes em grande quantidade na nossa alimentação. Concordam? Imagine agora a retirada desses alimentos. Retirando as fontes de glúten da alimentação, obviamente a quantidade calórica diária tenderá a reduzir.

 

E qual a consequência disso?

Emagrecimento! Assim, não é a simples retirada do glúten que faz emagrecer, mas a redução do consumo calórico total.
De fato a nossa dieta tem se tornado cada vez mais prática. Nada mais conveniente do que abrir um pacote de biscoito. O consumo de glúten está lá nas alturas. Mas lembre-se do equilíbrio. Diversifique mais a sua alimentação, incluindo carnes magras, frutas, verduras e legumes. A dieta saudável pode dar trabalho, mas vale a pena!
Por isso, procure um nutricionista para equilibrar sua alimentação e assim conseguir ter um emagrecimento saudável, e principalmente comendo todos os tipos de alimentos.

 

rodape_post11

Compartilhar:

ENDORFINAS é um neurotransmissor capaz de causar analgesia, felicidade, prazer e saciedade. Sua denominação se origina das palavras “endo” (interno) e “morfina” (analgésico).
As endorfinas foram descobertas em 1975. Foram encontradas 20 tipos diferentes de endorfinas no sistema nervoso, sendo a beta-endorfina a mais eficiente pois é a qual dá o efeito mais eufórico ao cérebro, composta por 31 aminoácidos.
Estudos recentes apontam que a endorfina pode ter tanto um efeito sobre áreas cerebrais responsáveis pela modulação da dor, do humor, depressão, ansiedade como pela inibição do sistema nervoso simpático (responsável pela modulação de diversos órgãos como coração, intestino etc…).
Beta-endorfina é um neurotransmissor endógeno encontrado tanto nos neurônios do sistema nervoso central quando nos do sistema nervoso periférico.

endorfinas

 

 

As endorfinas são liberadas no cérebro e quando atingem seu pico plasmático causa uma reação aguda de analgésia, por isso pessoas com lesões agudas graves raramente sentem dor nos primeiros minutos da fratura.
A liberação de beta-endorfinas provoca, além da ação analgésica, uma sensação de prazer e bem estar. Tem meia vida plasmática muito curta, de aproximadamente 20 minutos. Desta forma, é preciso criar mecanismos que aumentam a propagação dos efeitos da beta-endorfina.

 

Pessoas com dor crônica tendem a serem depressivas devido ao fato de que a dor constante diminui os níveis de endorfinas, diminuindo também os níveis de outros neurotransmissores, aumentando a sensibilidade a dor.
Alimentos prazerosos como ricos em gordura, carboidratos e açucares estimulam a liberação de beta-endorfinas no sistema límbico por isso pessoas obesas sentem muito prazer ao ingerir esses alimentos. Outra forma de liberação de beta-endorfinas está no ato sexual e a exposição ao sol através do aumento de liberação de POMC. Também por esse motivo as pessoas são mais alegres nas estações mais quentes do ano e durante o dia.

 

Tudo que aumenta a liberação de endorfinas dá sensação de prazer e bem estar e é viciante, por isso existem pessoas viciadas em atividade física, sexo, alimentos ricos em gordura, carboidrato, açucar, chocolate, sol e etc. Resumindo o aumento da liberação de endorfinas, diminui a percepção de dor e diminui a busca por produtos que trazem satisfação.
Nos tempos de hoje percebe-se um aumento de estress populacional e com isso cada vez mais as pessoas buscam uma válvula de escape em coisas ou situações que trazem prazer, danosas ou não a saúde. Estamos vivendo uma época em que está aumentando cada vez mais o índice de obesos, pessoas com depressão e dores crônicas.

 

Com isso, temos no mercado diversas substâncias capazes de aumentar a liberação de endorfinas e de impedir a sua catalisação, sendo a maioria delas aminoácidos, mas importante ressaltar que mesmo sendo aminoácidos que está presente nos alimentos, muitas das vezes é necessário uma suplementação prescrita e acompanhada por um médico, pois deverá ser feita uma avaliação do paciente para determinar o melhor tratamento, por isso dito no título do artigo endorfinas um “coadjuvante” no tratamento da dor, depressão e obesidade, essas substâncias deverão ser prescritas sempre associadas para melhor eficácia no tratamento de acordo com o objetivo e o quadro clínico do paciente.

 

adfef

Compartilhar:
Perfil
Mona Lisa Bevilacqua

Empresária, Graduada em Farmácia Industrial, Pós-graduada
em Manipulação Magistral Alopática, MBA em
Cosmetologia e
com cursos de
cosméticos realizados
em Paris e Mônaco.
Saiba Mais
Chat Online
LiveZilla Live Chat Software
LiveZilla Live Chat Software
Horários de atendimento para Orçamento Online:
De seg. a sex. das 08h às 18h.
Sábado. das 08h às 13h.
Newsletter
Fique por dentro das novidades.
Loja Virtual
Mais Acessados


Contato

34 3331-0500
Avenida Santos Dumont, 1050
Uberaba / MG - CEP 38060-600
Sobre o Blog

Este é um canal de comunicação da Farmácia AcquaBella com todos os nossos públicos: Clientes, Colaboradores, Sociedade e Fornecedores.
Farmácia AcquaBella © Todos direitos reservados 2014.