Extrato padronizado de frutas e verduras que proporciona atividade antioxidante máxima.

 

saude-2
É um extrato antioxidante obtido de frutas e verduras que repõem a necessidade diária, visto que a maioria das pessoas não ingere 5-9 porções de frutas e verduras por dia.

 

Seus benefícios são:
– Aumento da capacidade antioxidante plasmática;
– Diminuição da expressão NADPH oxidase;
– Diminuição de colesterol total ;
– Diminuição de gordura na aorta;
– Auxilia na prevenção contra os danos causados pelo estresse oxidativo.

 
As frutas e verduras constituem o exemplo perfeito de alimentos que são pouco consumidos pela maioria da população e que apresentam em sua composição níveis nutricionais muito interessantes.

 
Composição do OXXYNEA:
Uvas vermelhas e brancas, laranja, toranja, mirtilo, papaia, abacaxi, morango, maça, damasco, cereja, graselha preta, tomate, cenoura, cha verde, brócolis, repolho verde, cebola, alho, azeitona, gérmen de trigo, pepino e aspargo.
Componentes Fitoquímicos: Antocianinas, ácidos fenólicos, procianidinas, bioflavonóides, carotenoides, licopeno e vitaminas.

 

adfef

Compartilhar:

Carnes vermelhas e processadas aumentam os riscos de doenças cardíacas e câncer.
Dietas com baixo consumo de carboidratos, como a de Atkins, ajudam as pessoas a perder peso. Porém, aqueles que simplesmente substituem o pão e as massas por calorias de proteína e gordura animal podem enfrentar um aumento no risco de desenvolver prematuramente doenças cardíacas e câncer.

 

dieta-das-proteinas

 
A pesquisa descobriu que a taxa de mortalidade entre pessoas que aderiram mais seriamente ao regime das proteínas era 12% maior, ao longo de aproximadamente duas décadas, do que entre aquelas que consumiram dietas ricas em carboidratos.

 
Mas as taxas de mortalidade variavam, dependendo das fontes de proteína e gordura usadas para substituir os carboidratos. As pessoas que retiravam mais proteínas e gordura de fontes vegetais, como feijões e nozes, apresentaram uma chance 20% menor de morrer ao longo do período do que as pessoas numa dieta com alto teor de carboidratos.

 
Mas aqueles que obtinham a maior parte de sua proteína e gordura de fontes animais, como carnes vermelhas e processadas, tinham 14% mais chances de morrer de doenças cardíacas e 28% mais chances de morrer de câncer.

 
O estudo, publicado no início deste mês no periódico Anais de Medicina Interna analisou dados de mais de 85 mil mulheres saudáveis, entre 34 e 59 anos, que participaram do estudo Saúde das Enfermeiras, e quase 45 mil homens entre 40 e 75 anos que participaram do estudo de Acompanhamento dos Profissionais de Saúde. Os participantes responderam a questionários a cada quatro anos.

 
“Se as pessoas querem seguir uma dieta de baixo consumo de carboidratos, isto pode proporcionar algum direcionamento, eles provavelmente deveriam comer menos carne”.
Referencia: Teresa T. Fung, 2014.

 

rodape_post

Compartilhar:

lima

 

Mito 1- Comer de 3 em 3 horas.

A teoria:Evita a diminuição do metabolismo e a pessoa não chega às refeições  com uma fome exagerada.

Quando não funciona: Se você comer a mais do que gasta.  Portanto, não adianta achar que os espaços mais curtos entre as refeições dá passe livre para qualquer alimento

 

 

Mito 2: Não comer após as 20h

A teoria: Nós somos animais diurnos, feitos para estar em atividade durante o dia, portanto, o relógio biológico vai diminuindo à noite sim, até o repouso total.

Quando não funciona: Dormir com fome piora a qualidade do sono e interfere no metabolismo, o que dificulta a queima de caloria. Por isso, deve-se comer sim só que em uma quantidade adequada.

 

 

Mito 3: Substitua os alimentos por versão diet e light

A teoria: Os produtos light ou diet, parece só ter benefícios, pq realmente alguns tem a caloria diminuída ou ate nula.

Quando não funciona: Os light, algum nutriente foi reduzido do produto, mas podem conter bastante sódio, que é maléfico para o organismo e os diet, foi tirado algum nutriente do produto, o que não significa que n contenha kcal, pois na maioria das vezes é retirado o açúcar e adicionado mais gordura, o que deixa a versão dietética tão ou mais calórica do que a tradicional.
 

 

Mito 4: Fazer exercícios 30 minutos por dia é suficiente para emagrecer

A teoria: Solução prática e ninguém nega que mexer o corpo é ação muito melhor do que o sedentarismo.

Quando não funciona: É preciso, no mínino, de 60-70 minutos para a atividade surtir efeito no peso, onde  traz mais benefícios cardiovasculares do que estéticos.

 

 

Mito 5: Arroz engorda e deve ser banido do cardápio

Não devem ser excluídos, pois sem eles a disposição para os exercícios também vai embora.

 
Mito 6: Café ajuda a perder peso

A teoria: As xícaras de café é um acelerador do metabolismo.

Recomenda-se no máximo 90 ml-dia, porque a cafeína pode causar gastrite, irritação, alteração do sono e ansiedade, que são inimigas das dietas.

 

rodape_post

Compartilhar:

A Camellia sinensis é a planta que dá origem aos chás branco, verde, preto e Oolong. A Camellia sinensis, é rica em compostos como catequinas, bioflavanóides e taninos, que confere a esses chás, uma boa atividade como antioxidantes, ajuda no combate dos radicais livres, auxiliando na prevenção de diversas doenças, entre elas o câncer. O chá proveniente desta planta, também é rico em magnésio, potássio, ácido fólico, vitaminas C, K, B1 e B2, que são importante para o funcionamento do nosso organismo entretanto, fonte também de tanino que tem propriedades que quelam minerais.

 

beneficios-do-cha-verde

 
O que diferencia os chás encontrados no mercado é a forma como estes são produzidos. O chá verde , é produzido a partir das folhas da Camellia sinensis, onde são colocadas no vapor e em seguida passam por um processo de secagem, fazendo com que os ingredientes não sejam oxidados, mantendo assim o bom potencial antioxidantes da planta e preservando seus nutrientes.
O chá preto, as folhas da Camellia sinensis passam por várias etapas de processamento, dentre elas a fermentação, que consiste em uma ação enzimática de flavonóis e teaflavinas.

 
O chá Oolong é produzido pela oxidação parcial das folhas da Camellia sinensis, o que ocorre com a ação da enzima polifenol oxidase, presente na folha da planta.

 
O chá Branco, proveniente dos brotos e flores da Camellia sinensis, contém uma quantidade menor de cafeína e um sabor mais delicado. Entretanto, possui uma quantidade maior de polifenóis, o que confere ao chá propriedades semelhantes ao chá verde, porém mais pronunciadas.

 
A preparação do chá verde, deve ser preparado com água mineral (de boa fonte) fervida em panela de vidro (de preferência) de forma que a água não entre em ebulição. Em seguida, as folhas secas devem ser colocadas em uma xícara de porcelana (ou cerâmica) branca por dentro. Coloca-se a água na xícara, espera cerca de 5 minutos com o recipiente abafado, e em seguida coa o chá com uma peneira, de preferência que seja de inox. O chá deve ser bebido assim que preparado para manter suas propriedades terapêuticas. Para fazer uma infusão, são necessárias duas colheres de chá da erva para um xícara de água quente onde o ideal não seria ultrapassar mais de 2 vezes ao dia 200 ml do chá.

 
É muito importante consultar um especialista em fitoterápicos, para que este prescreva o melhor chá para cada situação. Lembrando que os chás podem sim, ter efeitos indesejados. O chá verde, por exemplo, é contra-indicado para pessoas hipertensas, devendo ser usado com cautela por pessoas com Glaucoma ou gastrite, também!

 

rodape_post

Compartilhar:

Global WheyProtein com extrato de Açaí – sabor frutas vermelhas
Com Extrato de Açaí – rico em antocianinas Ação antioxidante – auxílio no rendimento esportivo

 

1083-807520-VITAMINA DE ACAI MORANGO E WHEY PROTEIN

 

Global WheyProtein da Global Sports é formulado com WheyProtein (proteína do Soro do Leite) concentrado em 80% de proteína e extrato de Açaí. Esta associação exclusiva permite o ganho de massa muscular, maior desempenho durante às atividades físicas e reforço no sistema imunológico. Vale destacar, que o extrato de Açaí também é rico em antocianinas, substâncias naturais que proporcionam ação antioxidante e auxílio no rendimento esportivo devido ao seu alto valor energético. Global WheyProtein, com alta absorção e sabor diferenciado de frutas vermelhas, fornece 27g de proteína. O produto é ideal para ser tomado pós-treino, possui baixo teor de sódio, carboidrato e não contém glúten e açúcar.

 

Propriedades do Açaí:
O açaí é composto de ácidos-graxos essenciais que em conjunto com os antioxidantes ajudam a retardar o processo de envelhecimento e seus efeitos.
Muito rico em proteínas, contém vitamina E, ferro, antocianinas, flavonoides e minerais como cálcio e potássio. Os ácidos-graxos presentes no açaí em sua maioria são insaturados, que fazem bem ao coração. São as chamadas “gorduras boas”, que desempenham funções fisiológicas no organismo quando consumidas, como reduzir o colesterol ruim.
A maior vantagem do açaí para quem quer emagrecer é sua propriedade de acelerar o metabolismo, aumentando o gasto calórico. Essa vantagem só é aproveitada, no entanto, para quem leva uma vida ativa.

 
Composição:

Proteína Concentrada do Soro do Leite (WPC), polpa de açaí, espessantecarboximetilcelulose (CMC), aroma e edulcorante Sucralose.

 

 

Apresentação:

WheyProtein com extrato de Açaí sabor frutas vermelhas – Pote com 1000g

 

 

Modo de uso:

Consumir 1 copo dosador ou 4 colheres de sopa ao dia.

 

adfef

Compartilhar:

Galera, para quem não agüenta mais a mesmice do frango+ batata doce o salgado maromba, é uma ótima opção e super fácil de fazer! Sua base é essencialmente proteína!

 

40uyhj24z9q23aijjyckuzwfc

 
Receita salgado maromba
Ingredientes da massa:
2 batatas doces médias cozidas e amassadas
2 peitos de frango cozidos e desfiados
Sal e pimenta a gosto

 

Modo de preparo
Bata tudo no processador.

 

Ingredientes recheio 

1 peito de frango cozido e desfiado
Molho de tomate a gosto
Queijo cottage
Orégano para temperar
Sal e pimenta moída a gosto
Gema de ovo e chia para pincelar

 

Modo de preparo

Use forminhas de empada intercalando na montagem um pouco da massa, recheio e massa para tampar. Pincele gema de ovo e chia. Asse até dourar.

 

rodape_post

Compartilhar:

FIBREGUM B™
Considerada pelo FDA (food and dug administration) como uma das fibras dietéticas mais seguras e natural. Todos os benefícios de uma fibra prebiótica sem os desconfortos intestinais.

 

fibregum (1)

 

A goma acácia é uma fibra dietética solúvel em água derivada dos exsudatos de goma seca dos caules e ramos da Acácia Senegal. Ela é rapidamente solúvel em água sem incrementar viscosidade e é considerada pelo FDA (food and dug administration) como uma das fibras dietéticas mais seguras. Sua estrutura compreende polímeros de galactans altamene ramificados, com cadeias laterais de galactose ou arabinose, possivelmente com terminações de resíduos de rhamnose ou acido glicurônico.
Essa goma não é digerida pelos seres humanos; por isso, ela apresenta-se quase intacta às bactérias do colón, onde é fermentada e produz grandes quantidades de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), que induzem mudanças positivas na microbiota intestinal (como o aumento de bactérias dos gêneros bacteroides e bifidobactéria e redução do gênero Clostridium). Por esses eventos no trato gastrointestinal, a Goma Acácia é considerada um prebiotico natural. Vale ressaltar que sua ação prebiótica é proporcionada com doses baixas, a partir de 6g/dia em humanos, além de apresentar efeitos prebióticos sinérgicos com fruto-oligossacarídeos (FOS).

 

Outra característica única dessa fibra é o seu tipo de fermentação bacteriana: um estudo in vitro que representou fielmente o trato gastrointestinal de seres humanos e que teve o colón colonizado com bactérias fecais humanas mostrou que a sua fermentação foi lenta e gradual ao longo das três semanas de estudo, além de estar presentes nos três colóns: ascendente, mas principalmente transverso e descendente.
Geralmente as fibras prebióticas (como o FOS) são fermentadas rapidamente na primeira porção colônica e geram efeitos colaterais, como distensão abdominal, flatulência e cólicas. Entretanto, a goma acácia é bem tolerada e esses efeitos começam a surgir com doses acima de 50g/dia em humanos.

 

Vantagens únicas da fibra Fibregum B™
• Facilmente diluída em água
• Não apresenta odor e sabor desagradáveis
• Não incrementa textura ou viscosidade aos líquidos nos quais ela é adicionada
• Apresenta fermentação lenta e gradual ao longo de todo o cólon pelas bactérias
• Não promove flatulência, cólicas e distenção abdominal como outras fibras prebióticas, mesmo em doses mais altas (>10g e <50/dia)
• Natural e segura
• Livre de modificações genéticas e enzimáticas.

 

Entre suas funções, podemos destacar seu efeito modulador do ritmo intestinal, pois a goma acácia auxilia tanto na diarréia (estimula a absorção intestinal de água e sódio), como na constipação (aumenta a biomassa, o peso e a umidade das fezes). Ela também otimiza a absorção de minesrais, como: zinco, magnésio e cálcio – nutrientes que estãocomumente deficientes na população atual – por diminuir o pH intestinal, auxiliandona ionização e captação intestinal desses minerais. Além disso, diversos estudos, tanto em animais como em humanos, demonstram os efeitos benéficos da goma acácia no tratamento de doenças crônicas, especialmente em obesidade, diabetes, dislipedemias e doença renal crônica. E todos os efeitos terapêuticos da goma acácia para essas doenças partem quase que exclusivamente de um único mecanismo: da produção de AGCC formados a partir da fermentação colônica desse prebiótico.
Ação poupadora dos rins: aumenta a excreção de uréria pelas fezes, o que promove um concomitante decrescimento no total de N excretado na urina.
Efeitos na saciedade: Dobra as concentrações sanguíneas de leptina (aumenta a produção de leptina pelo tecido adiposo) e ativa a produção de GLP1 e PYY.
Redução da produção de colesterol: Age como inibidor da atividade de HMG-CoA redutase, uma enzima crucial na síntese hepática de colesterol.
Ação na permeabilidade intestinal: Liga-se a receptores específicos nas células L intestinais e ativa a produção de GLP-2, incretina que promove a síntese de proteínas relacionadas com a formação de tight junctions, diminuindo a permeabilidade intestinal.
Goma Acácia na Obesidade / Síndrome Metabólica / Diabetes Tipo 2.
– Diminui a expressão gênica e proteíca de SGLT-1, principal transportador intestinal de glicose. Sendo assim, seu uso reduz a resposta glicÊmica de uma refeição contendo cerboidratos;
– Diminui o ganho de peso em camundongos depois de um mês de seu consumo concomitante com uma dieta rica em caloras e carboidratos simples;
– Aumenta o proprionato de forma significativa no cólon, sangue e fígado, o que resulta em saciedade e melhor sensibilidade insulínica;
– Melhora a disbiose associada à Resistencia Insulínica e Obesidade.

 

adfef

Compartilhar:

Panqueca de whey protein – Incrementando sabor e nutrição!
Está fazendo dieta para aumentar a massa muscular? Então, que tal fugir do tradicional cardápio, incrementando um pouco mais os pratos para ficar mais saboroso e ainda, continuar nutritivo?

 

Panquecas de Whey Protein

 

Segue abaixo uma receita light de baixa caloria, feita com Whey protein, que é ideal para ser consumida no café da manhã ou como um lanchinho no pré treino ou, no pós-treino. Isso tudo, dependendo do seu cálculo metabólico e prescrição dietética, feito por nutricionista.
Panqueca de Whey Protein

 

Ingredientes
• 1 ovo e 1 clara
• 1 banana amassada
• 2 colheres de farelo de aveia
• 1 colher de linhaça
• 1 scoop de Whey Protein
• 1 colher (chá) de canela em pó (a gosto)
• 1 ou 2 gotas de baunilha (a gosto)

 

Como preparar
Bater todos os ingredientes no liquidificador, a começar pelo ovo, a clara a baunilha ou a canela. Em seguida acrescente a banana e bata bem, por último coloque nesta ordem, Whey, o farelo, acrescente a linhaça e já desligue.
As panquecas precisam ser feitas em frigideira antiaderente em fogo baixo. Despeje a quantidade de massa na quantidade que preferir, mais fina, pouca massa, mais grossa, dobre a quantidade.
Asse um lado primeiro e depois vire para assar o outro lado. Depois de prontas, podem ser cobertas com bananas fatiadas e mel, ou, com calda de frutas vermelhas feitas com morango em fruta misturada a geleia diet de framboesa, acrescida com uma colher de água.

 

Vamos lá e mãos a obra!

 

rodape_post

Compartilhar:

Hipercalóricos: os shakes que ajudam aumentar o peso corporal!

 

dieta-do-shake-1

 

Concentrar em pequenas porções doses elevadas de nutrientes e calorias : esse é o segredo dos suplementos conhecidos como Hipercalóricos. Geralmente apresentados em preparos para shakes, são ideais para quem busca aumentar de maneira mais rápida e de forma prática o peso corporal, aliado a uma dieta balanceada, para o mesmo fazer a vez de suplemento e não de alimento. Além disso, podem, também, melhorar o desempenho durante as atividades físicas e balancear a ingestão de vitaminas e minerais. “Sua formulação deve conter obrigatoriamente concentrações determinadas de macronutrientes, como carboidratos, proteínas e lipídios e opcionalmente micronutrientes, como as vitaminas e minerais”.

 

O uso dos alimentos compensadores varia de acordo com o indivíduo, tipo de atividade desenvolvida, idade, sexo, alimentação. Esses fatores devem ser avaliados pelo nutricionista especializado na area, para desenvolver um plano alimentar específico para cada caso, realizando avaliações físico-nutricionais periódicas para o acompanhamento do rendimento e resultados.

 

A sugestão da maioria dos fabricantes é de que os shakes sejam ingeridos sempre uma hora antes e depois dos treinos, para poder ser digerido e absorvido pelo organismo. “É importante lembrar ainda que indivíduos com restrições de carboidratos, ou seja, diabéticos, pessoas que se encontram em dieta de emagrecimento ou com dislipidemias não devem consumir o produto”.

 

Efeitos colaterais são registrados apenas em superdosagens ou de alergias aos ingredientes contidos nos produtos, como desarranjos gastrointestinais devido à sobrecarga protéica e ou lipídica.

 

Para garantir a qualidade do produto comprado, verificar se ele possui o registro da Anvisa, órgão que regulamenta a produção e comercialização de alimentos para praticantes de atividades físicas . “Todos os produtos devem estar devidamente registrados no Ministério da Saúde através de seu órgão regulador.

 

É importante ressaltar que os compensadores alimentares em nada têm a ver com os anabolizantes!!!
Vamos treinar?!

 

rodape_post

Compartilhar:

BioPerine aumenta a absorção de nutrientes no trato gastrointestinal e potencializa a biodisponibilidade de substâncias
Extrato padronizado de Piper nigrum L. (pimenta do reino) ou Piper longum L. (pimenta longa) contendo ao menos 95% de piperina, o qual aumenta a absorção de nutrientes no trato gastrointestinal, é um termonutriente e um potencializador da biodisponibilidade de nutrientes.

 

198bc8f

 

Diferenciais Exclusivos
• Estimula o transporte ativo de aminoácidos;
• Inibe enzimas envolvidas na biotransformação de fármacos;

 

AÇÃO TERAPÊUTICA:
– Aumenta a absorção de nutrientes no trato gastrointestinal;
– Termonutriente;
– Potencializador da biodisponibilidade de substâncias.

 

PROPRIEDADES:
Os efeitos de substâncias dependem da disponibilidade e principalmente da sua absorção no organismo. A velocidade na qual o princípio ativo é absorvido de uma forma farmacêutica e se torna disponível em seu sitio de ação caracteriza a biodisponibilidade, portanto está diretamente relacionada à absorção da substância ativa, a qual é realizada pelas células da pele, bem como das 1 mucosas.

 

MECANISMO DE AÇÃO:
A piperina age como termo nutriente que aumenta o processo de absorção de certas substâncias no trato gastrointestinal por apresentar uma ação termogênica, relacionada diretamente com o sistema nervoso autônomo, representado principalmente por 2 receptores os α e β adrenérgicos.

 

Na maioria dos nutrientes termoativos a termogênise é facilitada por β-receptores, adenosina monofosfato cíclica 3,5 (AMPc), um segundo mensageiro para as reações hormonais e enzimáticas. Por consequência a piperina é um estimulante para liberar catecolaminas, hormônios termogênicos que necessitam de AMPc em suas reações, desse modo induz a termogênise e aumenta a demanda de absorção de nutrientes para suprir o processo metabólico .

 

Outro mecanismo de ação é elevar a atividade das enzimas como γ-glutamil transpeptidase fundamentais no transporte ativo de nutrientes nas células do intestino, inibir enzimas envolvidas na biotransformação de fármacos, potencializar a ligação ao receptor de DNA modulando o sinal celular de transdução e inibir o efluxo de fármaco através da bomba. Essa propriedade explica a pequena quantidade a ser administrada que resulta no aumento dos níveis séricos de coenzima Q10, β-caroteno, curcumina, vitamina B6 e C .

Apresenta ainda o aumento da formação de micela que estimula o transporte ativo de aminoácidos e a transformação da parede epitelial devido a alta afinidade para gorduras. Por isso age como termonutriente que aumenta a taxa de absorção de nutrientes.

 

TESTES CLÍNICOS:
Estudos clínicos foram realizados a fim de demonstrar a segurança e eficácia do BioPerine.

 

INDICAÇÕES:
– Aumenta a biodisponibilidade de sustâncias a atravessar as membranas;
– Age como receptor a fármacos;
– Células alvo mais receptivas a fármacos.

 

REAÇÕES ADVERSAS:
Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

 

CONTRA-INDICAÇÕES:
Não há contra indicações até o momento nas literaturas pesquisadas, mas é sempre aconselhável consultar um profissional habilitado para prescrição.

 

TOXICIDADE E MUTAGENICIDADE:
Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

 

REFERÊNCIAS:
1. Majeed M, Prakash L. Targeting optimal nutrient absorption with phytonutrients. Sabinsa Corporation.
2. Badmaev V, Majeed M, et al. Piperine, na alkaloid derived from Black peper, increases serum response of beta-carotene during
14 days of oral beta-carotene supplementation. Nutrition Research, 19(3) 381-388, 1999.
3. Badmaev V, Majeed M. Skin as a delivery system for nutrients, nutraceutials and drugs. THP a natural compound with the potential to enhance the bioavailability of nutrients and drugs through the skin. Agro-Industry Hi-Tech. 6-10,2001(Jan/Feb).
4. Badmaev V, Majeed M, et al. Pipirine deived from black peper increases the plasma level of coenzyme q10 following oral supplementation. The Journal of Nutritional Biochemistry. 11(2), 109-113,2000.
5. Majeed M, Prakash L. THP: An all natural delivery system adjuvant. In delivery system handbook for personal care and cosmestic products: technology, applications and formulations. Meyer R. Rosen (editor), William and Andrew publishing, 2005.
6. Majeed M, et al. BioPerine® Nature´s own thermonutrient® and natural bioavailiability enhancer. Nutriscience Publishers Inc. Piscataway, NJ, 1999.
7. Shoba G, et al. Influence of piperine on the pharmacokinetics of curcumin in animals and human volunteers. Planta Med; 64(4):353-6. 1998.
8. Patil, U K, Singh, A, Chakraborty, A K. Role of piperine as a bioavailiability enhancer. International Journal of Recent Advances in Pharmaceutical Research. 4:(16-23), 2230-9306. 2011.

 
adfef

Compartilhar:
Perfil
Mona Lisa Bevilacqua

Empresária, Graduada em Farmácia Industrial, Pós-graduada
em Manipulação Magistral Alopática, MBA em
Cosmetologia e
com cursos de
cosméticos realizados
em Paris e Mônaco.
Saiba Mais
Chat Online
LiveZilla Live Chat Software
LiveZilla Live Chat Software
Horários de atendimento para Orçamento Online:
De seg. a sex. das 08h às 18h.
Sábado. das 08h às 13h.
Newsletter
Fique por dentro das novidades.
Loja Virtual
Mais Acessados


Contato

34 3331-0500
Avenida Santos Dumont, 1050
Uberaba / MG - CEP 38060-600
Sobre o Blog

Este é um canal de comunicação da Farmácia AcquaBella com todos os nossos públicos: Clientes, Colaboradores, Sociedade e Fornecedores.
Farmácia AcquaBella © Todos direitos reservados 2014.