SWEET BEET TMG (Beta vulgaris extract): Os benefícios da Beterraba no aumento da resistência e disposição física e na redução do consumo de oxigênio diminuindo o rítmo em que as pessoas chegam à exaustão.

 

 

beterraba-beneficios-beterraba-suco-de-beterraba

 

 

Os efeitos hormonais da betaína sugerem que os processos anabólicos são ativados, e foi exatamente isto que os pesquisadores observaram quando analisaram a atividade das proteínas de sinalização anabólica nas amostras das células musculares.
No pós-treino, os investigadores observaram um aumento na atividade das moléculas de sinalização anabólica Akt e p70-S6k.
“As nossas descobertas sugerem que a suplementação com betaína melhora o controlo endócrino das vias anabólicas sobre as catabólicas que, por sua vez, melhoram a sinalização anabólica e a síntese proteica no contexto da resposta a um período agudo de exercícios de resistência e de exercícios aeróbicos efetuados à intensidade máxima”, concluem os pesquisadores.
“Os estudos a serem realizados no futuro irão averiguar se os efeitos da suplementação com betaína nos componentes de sinalização anabólica e catabólica são consistentes com outros exercícios e entre outras amostras de sujeitos de teste, e quais os mecanismos da ação da betaína podem oferecer os benefício ergogênicos.”

 

 

ESTUDO:

Beber suco de beterraba ajuda a aumentar a resistência física e permite que atletas se exercitem por até 16% de tempo a mais, segundo um estudo realizado pela Universidade de Exeter, na Grã-Bretanha.
De acordo com a pesquisa, o nitrato da Sweet Beet TMG ajuda a reduzir o consumo de oxigênio, diminuindo o ritmo em que as pessoas chegam à exaustão. O efeito de um copo de 500 ml do suco do legume seria maior do que o de treinamento regular.
A descoberta poderá beneficiar pessoas com doenças cardiovasculares, respiratórias e metabólicas, além de atletas de esportes de resistência.
Os cientistas ainda não sabem ao certo como o nitrato do suco de beterraba ajuda a aumentar a disposição física, mas eles suspeitam que a substância se transforma em óxido nítrico no corpo, reduzindo a quantidade de oxigênio consumida durante o exercício.
A pesquisa da Universidade de Exeter conduziu o estudo com oito homens entres 19 e 38 anos de idade, que tomaram 500 ml de suco de beterraba orgânico todos os dias, por seis dias consecutivos, antes de completarem uma série de exercícios em uma bicicleta ergométrica.
Em outra ocasião, eles ingeriram um placebo de suco concentrado de cassis pelo mesmo período e tiveram de realizar a mesma rotina de exercícios.
Depois de beber o suco de beterraba, o grupo conseguiu pedalar uma média de 11,25 minutos, 92 segundos a mais do que quando tomaram o placebo.
Isso representa uma redução de aproximadamente 2% no tempo levado para percorrer uma determinada distância. A ingestão do suco de beterraba também fez com que o grupo apresentasse pressão arterial mais baixa durante o período de descanso.
Um dos pesquisadores envolvidos no estudo, Andy Jones, que também assessora a maratonista britânica Paula Radcliffe, disse estar maravilhado com os resultados, “porque esses efeitos não podem ser alcançados por outros meios, incluindo treinamento”.
“Tenho certeza que atletas profissionais e amadores vão ficar muito interessados nos resultados do estudo. Também gostaria de explorar a relevância dos resultados para pessoas que têm má forma física e poderiam usar a suplementação da dieta como uma maneira de ajudá-los em seu dia-a-dia”, diz Jones.

Já o acadêmico John Brewer, especialista em ciência do esporte na Universidade de Bedfordshire, acha que ainda é preciso aprofundar os estudos sobre a questão.
“As descobertas podem ser muito animadoras para aqueles envolvidos em esporte, mas estudos mais amplos são necessários para que possamos saber os benefícios exatos e entender os mecanismos envolvidos.”
Dose sugerida: 500mg 1 vez ao dia.
Ressaltando a necessitade de prescrição de um profissional habilitado.

 

 

Referências Bibliográficas
– ebah.com.br/content/ABAAABv0EAD/as-propriedades-fisico-quimicas-beterraba-seus-beneficios?part=4
– damadeaco.com.br/suco-de-beterraba/#sthash.aLLNQbRp.dpuf
– musculacaoecia.com.br/suco-de-beterraba-aumenta-a-resistencia-fisica/
– Orientação para o Setor A estimativa do Seguro máxima Dose Inicial de Ensaios Clínicos Iniciais para Jones, R.G e Storey, R. The Physiology and Biochemistry of Drought Resistance in Plants. Ed L.G. Paleg e D. Aspinall. Academic Press, Sydney, Austrália, 1981.
– Craig, SAS. Betaine in human nutrition. Am J Clin Nutr, 80(3):539-549, 2004.
– Apicella JM, et. al., Betaine supplementation enhances anabolic endocrine and Akt signaling in response to acute bouts of exercise., Março 2013 (LINK)
– Alhendawi RA, Römheld V, Kirby EA, Marschner H. Influência do aumento da concentração de bicarbonato no crescimento das plantas, o acúmulo de ácidos orgânicos em raízes e absorção de ferro por cevada, sorgo e milho. J Planta Nutr. , 1997; 20 :1731-1753.
– Bacon JSD, Palmer MJ, De Kock PC. As medições de atividade aconitase nas folhas de várias plantas normais e variadas. Biochem J. 1961; 78 :198-204. [ PMC artigo livre ] [ PubMed ]
– Bedri AA, Wallace A, WA Rhoads. Assimilação de bicarbonato de raízes de diferentes espécies vegetais. Soil Sci.. de 1960; 89 :257-263.
– HU Bergmeyer, Gawwehn K, M. Grassl enzimas como reagentes bioquímicos. In: Bergmeyer HU, editor. Métodos de análise enzimática. New York: Academic Press; 1974. pp 425-556.
– Bialzyk J, L. Lechowski Absorção de HCO 3 – pelas raízes e o seu efeito sobre o metabolismo do carbono de tomate. Planta J Nutr. de 1992; 15 :293-312.
– Bienfait HF. Mecanismos de reações de ferro de eficiência das plantas superiores. J Planta Nutr., 1988; 11 :605-629.
– Bienfait HF. Prevenção de estresse no metabolismo do ferro das plantas. Acta Bot Neerl. , 1989;38 :105-129.

 

 

image

Compartilhar:

Untitled-1

 

TURKESTERONA

Turkesterona é um ecdisteróide, uma substância similar a esteróides anabólicos que não apresenta efeito androgênico. Promove o metabolismo de lipídeos, carboidrato e crescimento muscular, regula os níveis de testosterona até a sua estabilização, favorecendo a desempenho esportivo.
Turkesterona é um ecdisteróide1 que promove a síntese de proteínas, mantém o metabolismo anabólico, aumenta a massa muscular, enquanto diminui o tecido adiposo. Ecdisteróide conduz a atividade anabólica em músculo esquelético, desse modo organiza a proliferação celular, melhora a função secretora do fígado e também apresente efeito imunomodulador.
O crescimento muscular é promovido por ter uma melhor retenção de nitrogênio e também na metabolização de proteínas reduzindo o catabolismo e aumentando o anabolismo de proteínas em 20%. Turkesterona tem um efeito anabólico na síntese de proteínas por acelerar o processo de translocação.

 

 

Ação terapêutica:
– Aumenta a síntese e assimilação de proteínas para contração muscular
– Aumenta a massa muscular
– Substituto da testosterona
– Melhora na função cardíaca
– Previne infecções

 

 

Propriedades:

Ajuga Turkestanica é uma planta perene que cresce na Ásia Central, é conhecida como uma fonte rica de substãncias bioativas, muito utilizadas para o tratamento de doenças cardíacas, dores estomacais e musculares.
Turkesterona é um ecdisteróide, um hormônio fitoesteroidal que apresenta efeito positivo no metabolismo de lipídios, colaborando para o aumento da performance esportiva.

 

 

Mecanismo de Ação:
Inúmeros suplementos nutricionais são ergogênicos, que aumentam a resistência ao treino nos esportistas e o aumento de força ao longo do treino.
Turkesterona é um ecdisteróide que promove a síntese de proteínas, mantém o metabolismo anabólico, aumenta massa muscular, enquanto diminui o tecido adiposo. Ecdisteróide conduz a atividade anabólica em músculo esquelético, desse modo organiza a proliferação celular, melhora a função secretora no fígado e também apresenta efeito imunomodulador.
O crescimento muscular é promovido por ter uma melhor retenção de nitrogênio e também na metabolização de proteínas reduzindo o catabolismo e aumentando o anabolismo de proteínas em 20%. Turkesterona tem um efeito anabólico na síntese de proteínas por acelerar o processo de translocação.

 

 

2

 

ACTIGIN
Actigin é um nutracêutico revolucionário extraído das Rosa roxburghii e Panax notoginseng, o qual apresenta melhora na performance atlética, por aumentar a energia e o estoque de glicogênio, do mesmo modo diminuir o dano muscular e acelerar a sua recuperação.
O organismo produzmalondialdeído (MDA), interleucina 6 (IL-6) e creatina quinase (CK) durante todas as formas de atividades e exercícios físicos. Essa substância são sinalizadores de inflamação e causam fadiga, dores musculares e dores contínuas.
Quanto mais intenso o exercício físico, maior a síntese de MDA, IL-6 e CK no organismo. O Actigin reduz a síntese dessas substâncias durante e após a atividade e/ou exercício físico, reduzindo consequentemente, a fadiga e as dores associadas às práticas esportivas. Assim o Actigin estoca 370% mais glicogênio nas células musculares, também aumenta a produção e energia (ATP) nas células do fígado em 22%, possibilitando atividade física intensa. Em exercícios exaustivos o sarcolema induz a peroxidação de lipídios então o Actigin reserva a integridade do sarcolema o qual é essencial para o transporte transmembrânico de glicose e a sinalização normal da insulina que estimula a síntese de glicogênio músculo.

 

 

Ação terapêutica:
Aumenta a energia (ATP) em 22%
Acelera o estoque de glicogênio no músculo exercitado em 3,7 vezes
Diminui a peroxidação lipídica no sarcolema em 44%
Recuperação de fadiga muscular aumentada em 370% após a rotina de treino exaustiva
Reduz o dano muscular em 69%
Atenua os danos causados por radicais livres.

 

 

Indicações:
Recuperação pós- treino
Diminuição de dores musculares
Aumento de energia
Gerenciamento do peso

 

 

corrida-saude

 

ASTRAGIN
É um extrato de Astragalus membranaceous e Panax notoginseng, o qual apresenta melhora na absorção de aminoácidos, folato, glicose, glucosamina em células intestinais.
Astragin ativa a transcrição do DNA em RNAm para a síntese de proteínas transportadoras, assim melhora a absorção de arginina, folato, triptofano, glucosamina e glicose no trato intestinal. Cada proteína transportadora é responsável por reconhecer apenas uma substância ou um grupo de substâncias semelhantes. Em estudos realizados demonstraram que Astragin aumenta os níveis de transportados de RNAm, determinantes na absorção de nutrientes. Análise em PCR realtime observou-se um aumento triplicado do nível de transortador de folato. Outro estudo demonstrou um aumento da absorção de glicose, aminoácidos e vitaminas.

 

 

Indicações:
Esportistas
Fisiculturistas
Para dietas saudáveis
Pessoas com problemas de absorção de nutrientes
Crianças em fase se crescimento
Idosos.

 

 

Reações Adversas e Contra-indicações:
Não há relatos até o momento nas literaturas pesquisadas, masé sempre aconselhável consultar um profissional especializado à prescrição.

 

 

image

Compartilhar:

Na crepioca a massa de tapioca é misturada com ovo ou leite e fica como um crepe.
O preparo da crepioca pode ser feito de duas maneiras: unindo a farinha de tapioca com ovo ou leite. Essa mistura de ingredientes faz com que a massa fique mais encorpada e ganhe o aspecto de crepe – daí o nome.

 

crepioca-como-fazer-hm

 

 

A receita turbinada com ovo ganha mais proteínas, por isso, pode ajudar a recuperar os músculos após a malhação e favorecer o ganho de massa magra. Ela ainda possui vitaminas do complexo B, potássio e ferro, aumenta a saciedade, melhora a disposição e a concentração, além de ser aliada para acabar com a flacidez da pele, uma vez que estimula a produção de colágeno pelo organismo.
Já a crepioca que leva leite no preparo também ganha em proteína e tem a vantagem de fornecer mais cálcio ao corpo. Porém, a indicação é optar pela versão desnatada para diminuir os níveis de gordura absorvidos pelo corpo. Também é possível apostar no leite de amêndoas ou de soja.
Essa receita pode ser consumida uma vez ao dia, antes ou depois do treino. Tudo vai depender do horário da academia. Se a pessoa consegue malhar cedo, é melhor consumir a crepioca depois da musculação. Se sair do treino muito tarde, é bom comer antes para evitar consumir a receita imediatamente antes de dormir.

 
Como fazer crepioca?

 

 

5

 

 

Crepioca de ovo

 

Para preparar a receita fit turbinada em proteínas, misture bem um ovo e uma clara com duas colheres de sopa cheias de farinha de tapioca peneirada. Depois, basta assar essa massa em frigideira antiaderente, virando para dourar os dois lados, e rechear.

 

 

Crepioca de leite
O modo de preparo é muito semelhante à receita com ovo. Bata duas colheres de farinha de tapioca com 50 ml de leite desnatado, de castanhas, amêndoas ou de soja. Essa mistura também deve ser levada a uma frigideira antiaderente e assada de ambos os lados, até que esteja com aspecto de crepe. Dica: se você malha e é adepta a whey protein é possível adicionar uma medida do pó à essa massa para garantir mais proteínas à receita.

 

 

 

Recheios para crepioca

 

Os melhores recheios para quem está de dieta, são o queijo cottage, o peito de peru ou frango desfiado. Se a ideia for preparar uma crepioca doce, você pode fazê-la com bananas e canela, ingrediente que acelera o metabolismo e ajuda a queimar calorias.

 

 

 

anna_rodape

Compartilhar:

O glúten é uma proteína presente no trigo, na aveia, na cevada, no centeio e no malte.
A doença celíaca – nome oficial da intolerância ao glúten – manifesta-se na infância, geralmente nos primeiros anos de vida, quando se faz a introdução de cereais na dieta. A partir do diagnóstico, qualquer produto que tenha glúten deve ser cortado.

 

 

gluten2

 
Muitos indivíduos, ao receber o diagnóstico de intolerância ao glúten, trigo e em alguns casos laticínios, ficam arrasados. Além da necessidade de mudança na rotina – das usuais fontes de carboidratos e cálcio -, o impacto na vida social é muito grande. E, ultimamente, temos ouvido cada vez mais pessoas que não têm intolerância ao glúten aderindo a essa restrição com o objetivo de emagrecer. O motivo e o sentido é que precisam ser entendidos.

 
O único motivo racional para a retirada total do glúten da alimentação é ter a doença celíaca, pois não existe relação ou evidências de que o glúten seja uma proteína ruim para o organismo de indivíduos saudáveis e nem que ele esteja ligado à obesidade.
Mas, o que vem acontecendo é resultado da substituição de uma dieta equilibrada – com o consumo adequado de todos os grupos alimentares e em porções adequadas – por uma alimentação desbalanceada – rica em alimentos processados, excessivamente refinados, com excesso de gorduras e carboidratos.

 
Quando o trigo ou outro alimento que contenha glúten é substituído por outras fontes de carboidratos menos calóricas, uma das vantagens é que a alimentação se torna mais leve, hipocalórica, tendendo, provavelmente, a perda de peso.

 
Muitos alimentos podem ser considerados livres de glúten, mas continuam a ser prejudiciais, pois contêm corantes e outros aditivos químicos. O ideal é abusar das frutas e dos legumes frescos, adoçantes à base de sucralose e evitar o excesso de alimentos com alto índice glicêmico, ou seja, que estimulam a produção de insulina. Tente consumir também mais saladas e verduras, beneficiando sua saúde e mantendo seu peso estável e saudável.

 
Claro que todos devemos evitar o consumo exagerado de alimentos com maiores chances de desenvolver alergias, os chamados alergênicos. Mas a melhor coisa a fazer é melhorar a alimentação, observar o que se come e aumentar as reservas de minerais, vitaminas e outros nutrientes essenciais para fortalecer o sistema imunológico.

 
Não existe dieta milagrosa, existem doenças causadas pela alimentação e que devem ser tratadas, sempre por um profissional da área, e hábitos alimentares e de estilo de vida que comprometem sua saúde e peso. O melhor a fazer é se cuidar para estar sempre saudável!

 

 

anna_rodape

Compartilhar:

Quando o assunto é suplementação vitamínica-mineral para praticantes de atividade física, os estudos quase sempre são conflitantes. A maioria garante que a suplementação não é necessária, já que a quantidade recomendada de vitaminas e minerais pode ser obtida através dos alimentos. Parece simples, mas nós sabemos o quanto é difícil introduzir alimentos saudáveis, ricos em fibras, vitaminas e minerais, em nossa alimentação diária.

 

 

Não estou defendendo a suplementação, colocando-a acima da alimentação tradicional, mas temos que ser realistas. A minha experiência de consultório tem mostrado que, seja por dificuldades de paladar ou pela disponibilidade de alimentos, uma ingestão perfeita de todos os micronutrientes (vitaminas e sais minerais) é muito difícil. Sem contar que hoje, pelo mau uso do solo e pela adesão de várias técnicas para acelerar a produção e aumentar a produtividade, grande parte dos alimentos não possui a mesma concentração de nutrientes apresentada nas tradicionais tabelas de composição química. Então o mais fácil é garantir a ingestão dos micronutrientes com uma suplementação vitamínica-mineral? É só tomar uma cápsula por dia? Não, não é tão simples assim.

 

 

suplemento-multivitaminico_1

 

 

Antes de fazer uma suplementação, o ideal é o nutricionista investigar todos os hábitos alimentares do paciente a fim de descobrir quais seriam aqueles micronutrientes com risco de ingestão insuficiente. Apenas a partir disso, se faria a suplementação específica das vitaminas e sais minerais necessários. A avaliação por meio de exames laboratoriais pode complementar o procedimento. Na maioria das vezes, a manipulação individual dos complexos é mais adequada, pois cada pessoa possui diferentes necessidades de cada tipo de micronutriente.

 

 

Além de apenas identificar as vitaminas e sais minerais específicos a serem suplementados, o profissional deve ainda determinar a maneira exata da suplementação, a fim de evitar qualquer tipo de toxicidade ou competição entre os micronutrientes.

Algumas suplementações atualmente são bem comuns, como da vitamina D3, devido à baixa exposição ao sol de grande parte das pessoas. Já as vitaminas do complexo B acabam sendo fundamentais para o praticante de atividade física, pois a ingestão mais elevada tanto de carboidratos, quanto de proteínas, aumenta a demanda por essas vitaminas, que são cofatores do metabolismo energético e proteico.

 

 

Alguns micronutrientes, como zinco, boro, magnésio, vitamina E e vitamina D, estão diretamente relacionados com a síntese de testosterona, sendo portanto, muito importantes na atividade física. Vitamina C, Vitamina B6, B5, biotina, manganês, selênio, cromo, cobre, zinco e silício, já são fundamentais no processo de produção de colágeno, uma grande preocupação principalmente das mulheres e pessoas em processo de emagrecimento, para melhorar a qualidade da pele.
A atividade física intensa e/ou com alto volume aumenta consideravelmente a produção de radicais livres. Essas substâncias em quantidades adequadas em nosso organismo, atuam positivamente, com um efeito anti-inflamatório. Mas quando são produzidas em alta quantidade, danificam as células saudáveis do nosso corpo. A ingestão de antioxidantes, protegem nosso corpo dessa ação danosa, sendo portanto, muito importante sua ingestão em maior quantidade por pessoas que praticam atividade física de alta intensidade e/ou alto volume.
Vitaminas C, vitamina E, zinco, selênio, pycnogenol, resveratrol, catequinas, quercetina, coenzima Q10, ácido alpha-lipóico, dentre outros, são poderosos antioxidantes. São todos encontrados naturalmente em nossa alimentação, mas como já ressaltei, seu consumo regular é um pouco limitado para a maioria das pessoas. Portanto, o nutricionista deve antes de introduzir a suplementação de antioxidantes, estimular seu paciente a aumentar a ingestão de alimentos como especiarias (orégano, cúrcuma, manjericão, etc), frutas vermelhas e roxas, chá verde, hortaliças crucíferas (brócolis, couve-flor, etc), linhaça, gergelim, uva roxa, alho, cebola, molho de tomate, dentre outros. Uma sugestão é garantir uma ingestão “base” de antioxidantes por meio de uma alimentação adequada e introduzir uma suplementação extra, após os treinamentos mais intensos. Portanto, em um dia de treinamento mais leve, não seria necessário a introdução dessa suplementação, pois uma ingestão excessiva de antioxidantes apresenta um efeito pró-oxidativo, que também apresenta malefícios para nosso organismo.

 

 

Citei apenas alguns exemplos, mas acredito ter conseguido deixar claro que a suplementação de vitaminas e sais minerais é algo bastante complexo, tornando fundamental a presença do nutricionista para uma perfeita suplementação. Consulte sempre um profissional para garantir melhores resultados!

 
Fonte: www.rodolfoperes.com.br

O Dr.Rodolfo Peres é nutricionista especialista em nutrição esportiva. Atende desde atletas de alto nível a pessoas que simplesmente buscam uma melhor qualidade de vida.

 

 

rodape

Compartilhar:

Descoberta pelos índios, a Tapioca é feita com a goma da fécula da mandioca, e ao ser espalhada numa frigideira aquecida transforma-se numa espécie de panqueca, podendo ser feita no tradicional formato meia-lua, ou aberta, o recheio pode ser com incríveis sabores!

 
A boa notícia para os fãs da Tapioca, é que pode ser incluída no cardápio de dietas para emagrecer, já que se trata de um alimento sem glúten, responsável pela formação de gordura e pelo aumento de peso durante o processo de digestão, além de liberar substâncias inflamatórias, produzir colesterol e desencadear vários tipos de complicações.

 
Os recheios ideais para serem saboreados com a Tapioca, são aqueles que trazem benefícios a saúde como ricos em fibras que são os nutrientes necessários para promover uma saciedade maior, indicados para controlar a fome, perder peso e indicados também para o bom funcionamento do organismo. Na dúvida use um simples fio de azeite sob uma Tapioca com toques de páprica ou orégano. Fica uma delícia

Cada colher de sopa da tapioca tem apenas 70 calorias !
Para mostrar a versatilidade da Tapioca separamos uma receita light:

 

 

tapioca-lightgetty

 
Tapioca salgada de linhaça com ovos mexidos e tomate
Ingredientes:
2 colheres (sopa) de farinha de tapioca (goma de mandioca hidratada)
1 colher (sopa) de semente de linhaça
1 ovo
1 tomate picado e sem sementes
Orégano
Azeite
Sal

 

Modo de preparo:
Incorpore a farinha de tapioca com a semente de linhaça e leve a mistura para uma frigideira bem quente. Quando começar a grudar, vire. Faça um ovo mexido com o tomate, orégano e azeite.
Recheie a tapioca com o ovo mexido e feche.

 

anna_rodape

Compartilhar:

A evolução da creatina em função da baixa toxicidade e maior eficácia.

Substância análoga à creatina, que mantém a integridade e estabilidade dos músculos. A creatina é convertida em creatinina, que auxilia o crescimento muscular aumentando a massa e tônus muscular por estimular suas fibras.

 

1328726529095

 

 

Diferenciais Exclusivos

-Análogo a creatina;

– Aumenta a resistência ao treino;

– Auxilia a contração muscular;

– Propriedades antiarrítmicas.

 

 

Vantagens do Creatinol-O-Phosphate em relação a Creatina

– Molécula análaga a creatina diferenciada, mais segura e estável;

– Mantém a integridade do sarcolema;

– Reduz a sobrecarga de Cálcio e Magnésio;

– Reduz a perda da creatina fosfoquinase;

– A creatina fosfoquinase participa de ATP;

– Estimula a contratilidade cardíaca.

 

 

Propriedades:

A integridade e estabilidade estrutural do Creatinol-O-Phosphate é mantida nos músculos não sendo catabolizada nos processos de cclização. Isto ocorre quando a Creatina é convertida em creatinina, uma substância que não auxilia no crescimento muscular.

Creatinol-O-Phosphate auxilia no ganho de força, contratilidade,flexibilidade e aumento da musculatura estimulando as fibras musculares, também é uma substância cardioprotetora que previne o organismo de arritmias.

 

 

Mecanismo de Ação:

Creatinol-o-Phosphate é uma molécula absorvida no intestino, cai na circulação sanguínea e através de transportadores e levada para dentro da célula. Auxilia na regeneração rápida de ATP (molécula de energia), assim COP é uma reserva de energia rápida nos músculos. Mantém a integridade estrutural do sarcolema desempenhando um papel essencial na estimulação que consegue suportar a fadiga muscular. Reduz a sobrecarga de cálcio e magnésio, reduz a perda de creatina fosfoquinase (CPK), através da membrana plasmática. A CPK é uma enzima essencial para a síntese de ATP a partir de fosfocreatina anaeróbia. A membrana do sarcolema reforçada auxilia a melhorar o desempenho do exercício físico.

 

 

Contra-indicações

Não há contra-indicações e reações adversas até o momento nas literaturas pesquisadas, mas é sempre aconselhável consultar um profissional especializado à prescrição.

 

adfef

Compartilhar:

Pré- Carnaval

Para quem pretende eliminar alguns quilinhos até o Carnaval, a dica é não apelar para dietas malucas e nem ficar sem comer por vários dias na tentativa de emagrecer rapidamente. Invista nas frutas, verduras, carnes magras, legumes, grãos e nos alimentos integrais, que saciam a fome por mais tempo.

 

carnaval2

 

 

No Carnaval
Mesmo com toda a empolgação da festa, é preciso parar para se alimentar. O ideal é não ficar mais de três horas sem comer, mas atenção: evite comidas pesadas e gordurosas e que sobrecarregam o fígado na alimentação para o Carnaval, como frituras, feijoada, embutidos e carnes gordas. São alimentos de difícil digestão, que dão aquela sensação de peso no estômago e “roubam” a sua energia.

 

Sendo assim, consuma alimentos ricos em vitaminas e minerais e prefira os de fácil digestão: saladas nutritivas, carnes grelhadas, cereais integrais, iogurte com granola e frutas, sanduíches naturais.

 

Outra dica de alimentação para o Carnaval é fazer uma refeição antes de sair de casa, caprichando nos carboidratos para garantir energia durante a festa. Coma pão integral, arroz, macarrão, batata, milho, mandioca.
Outra dica tão importante quanto cuidar da alimentação durante o Carnaval, é consumir muito líquido para manter o corpo hidratado. Além da água, outras opções são água de coco, sucos de frutas e até mesmo as bebidas isotônicas.

 

 

Pós-Carnaval
Depois de vários dias “pulando” Carnaval, é hora de voltar ao ritmo. Procure consumir alimentos ricos em antioxidantes, vitaminas A, E e C e frutas cítricas como laranja, lima, mexerica e abacaxi.
Para quem passou da conta na bebida alcoólica ou exagerou na comida, uma dica para desintoxicar o organismo é inserir no cardápio a proteína de soja. A proteína extraída dos grãos da soja ajuda na recuperação do fígado, pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e até mesmo no supermercado.

 

rodape_post

Compartilhar:

Único com concentração mensurada de Tocotrienóis e Tocoferóis potencializando suas ações antioxidantes.
A vitamina E, considerada um importante antioxidante, foi descoberta há décadas e desde então, vem sendo cientificamente comprovado seus benefícios à saúde cardiovascular, anticancerígena e neuroprotetora. Constituída principalmente por tocoferol (forma mais conhecida e estudada) e tocotrienol, antioxidantes essenciais que desempenham atividade endógena capaz de neutralizar o estresse oxidativo.

 

23-10-14

 
O tocotrienol possui uma potência 40 a 60 vezes maior que o tocoferol, é mais biodisponível aos órgãos vitais, proporcionando maiores benefícios à saúde.
Muitos alimentos são fontes de vitamina E e existem evidências científicas comprovando o importante benefício para a saúde do extrato derivado do óleo do farelo de arroz, o tocotrimax combinação única e rica entre tocotrienol e tocoferol, que possibilitam uma atividade antioxidante muito mais potente.

 

Atributos do produto:
– Ganhador do troféu magistral 2013 – categoria “Melhor Ativo Farmacêutico”;
– Ativo de origem natural, derivado do óleo do farelo de arroz (Rice oil extract), rico em tocotrienol e tocoferol;
– Grande potencial na redução do colesterol;
– Antioxidante potente;
– Estudos comprovam a importante eficácia cardioprotetora, neuroprotetora e anticancerígena;
– Previne contra estresse oxidativo;
– Ação anti-inflamatória.

 

EFICÁCIA DO TOCOTRIMAX:
Efeito cardioprotetor
O efeito cardioprotetor do tocotrimaxé mediado através de seus mecanismos antioxidantes (AGGARWAL et al, 2001):
– Capacidade em reduzir a inflamação ou como moduradores para as doenças cardiovasculares baseadas na inflamação.
– Inibem HMC Co-Aredutase, uma enzima limitante na biossíntese do colesterol. Ação semelhante aquela apresentada por drogas hipocolesterolêmicas, além de prevenir o aumento do LDL através do bloqueio de uma importante etapa na formação da placa aterosclerótica.
– Reduz a expressão de moléculas e monócitos endoteliais na adesão celular.

 

Efeito Neuroprotetor
– Vários estudos sugerem que Tocotrimax é um neuroprotetor , tal como indicado pela sua capacidade em suprimir a ativação induzida por proteína quinase (Glutamato de c-Src quinase).
– O tocotrienol, presente no Tocotrimax, tem atividade contra a doença de Parkinson.
– A suplementação oral aumentou significativamente suas concentrações no sangue, pele, tecido adiposo, cérebro, músculo cardíaco e fígado ao longo to tempo. Tocotrienol foi considerado um neuroprotetor em modelos experimentais como AVC ( Acidente vascular Cerebral) (PATEL et al. 2012)
– O tocotrienol, mesmo sendo um componente em menor quantidade na vitamina E, a atividade neuroprotetora foi bastante evidente (FU, Ju-Yenet al., 2014).

 

 

Efeito anticancerígeno
– Os estudos tem demonstrado a supressão da proliferação e a indução da apoptose em grandes variedades de células tumorais, incluindo os tecidos como mama, cólon, fígado, pulmão, estômago, pele, pâncreas e próstata.
– Tocotimax reduz o curto e longo prazo os efeitos secundários prejudiciais no tratamento contra o câncer. Há duas décadas investigam os benefícios da suplementação com antioxidantes na quimioterapia e radioterapia diminuindo os efeitos colaterais.
– Tocotrimax devido a sua atividade anti-inflamatória pode ser a forma mais eficaz de vitamina e na prevenção do câncer.

 

 

Efeito antienvelhecimento
– Tocotrimax possui uma função importante na proteção da pele, especialmente na prevenção contra estresse oxidativo, e consequentemente no envelhecimento cutâneo.
– A suplementação com Tocotrimax pode ajudar a proteger as células contra os danos oxidativos ao DNA.
Consulte sempre um profissional habilitado à prescrição.

 

adfef

Compartilhar:

Natal, festas, Ano novo…Com tantas guloseimas mesmo substituindo os alimentos do plano alimentar, e a pausa nos treinos, nesta época do ano, infelizmente é comum os quilinhos extras aparecerem após as festas, então agora é voltar à rotina com força total!

 

dieta-pos-festa-fim-ano

 

Adeus quilos extras
O primeiro passo é voltar a rotina normal de alimentação. Continuar o seu regime alimentar é essencial para perder o peso ganho junto aos presentes de fim de ano. A preocupação com esses quilinhos, ou até mesmo gramas, devem ser totalmente reduzidos, já que voltando ao seu hábito, eles irão embora facilmente.

 
Efeito sanfona
Pode parecer tentadora para grande parte das pessoas, mas as dietas milagrosas de todos os tipos, que prometem perder peso rapidamente, podem ter riscos altos para saúde. Portanto, cada pessoa tem um cálculo metabólico diferente e não pode ser passado para outras. Para perder peso com sabedoria não é necessário se privar de comer, apenas realizar uma reeducação alimentar adequada ao seu estilo de vida e metabolismo.

Esses regimes fazem você perder peso ligeiramente, mas para o peso voltar é mais rápido ainda. Apelidado de “efeito sanfona”, esse problema pode afetar e muito a saúde, além da rápida manifestação das celulites.

 

 

De volta para a corrida
Fazer exercícios aeróbicos, como corrida, ciclismo e natação. O esporte é uma boa forma de queimar calorias, fato que previne o aumento do peso.

 

 

Ano novo, hábitos novos
A reeducação alimentar deve ser sempre uma prioridade, não apenas para perder peso, mas também cultivar um bom hábito e preservar a saúde. É aconselhável controlar o consumo de doces, bebidas alcoólicas e alimentos gordurosos, mas sem se privar de absolutamente nada, e só deixar de comer algo se tiver uma patologia que restrinja a dieta.

Com uma alimentação saudável, aliada aos exercícios aeróbios, as festas de final de ano não serão mais um problema, e os temidos quilinhos extras não irão mais incomodar.
Bora começar 2015, com saúde?

 

rodape_post

Compartilhar:
Perfil
Mona Lisa Bevilacqua

Empresária, Graduada em Farmácia Industrial, Pós-graduada
em Manipulação Magistral Alopática, MBA em
Cosmetologia e
com cursos de
cosméticos realizados
em Paris e Mônaco.
Saiba Mais
Chat Online
LiveZilla Live Chat Software
LiveZilla Live Chat Software
Horários de atendimento para Orçamento Online:
De seg. a sex. das 08h às 18h.
Sábado. das 08h às 13h.
Newsletter
Fique por dentro das novidades.
Loja Virtual
Mais Acessados


Contato

34 3331-0500
Avenida Santos Dumont, 1050
Uberaba / MG - CEP 38060-600
Sobre o Blog

Este é um canal de comunicação da Farmácia AcquaBella com todos os nossos públicos: Clientes, Colaboradores, Sociedade e Fornecedores.
Farmácia AcquaBella © Todos direitos reservados 2014.