post 91

 

 A pele é a característica fenotípica mais visível do ser humano, e sua coloração, um de seus fatores mais variáveis. É restrito o conhecimento sobre as bases genéticas, evolutivas e os aspectos culturais relacionados ao estabelecimento dos níveis de cor da pele humana.

A pigmentação da pele e dos cabelos, em humanos, é dependente da atividade melanogênica nas células produtoras de melanina, bem como do tamanho, número, composição e distribuição de partículas do citoplasma dos melanócitos, denominadas melanossomas, além da natureza química da melanina que elas contêm.

Melasma é melanodermia comum, caracterizada por manchas em áreas expostas a radiações UV, com pigmentação acastanhada de diferentes intensidades, que acomete, principalmente, mulheres adultas (30 a 55 anos) em idade fértil.

O nome melasma deriva do grego melas, que significa negro. Também conhecido como cloasma, igualmente deriva do grego cloazein: estar esverdeado. A denominação melasma constitui, portanto, designação mais adequada para a doença.

A etiopatogenia do melasma ainda não é completamente elucidada; sabe-se, entretanto, que diversos fatores estão envolvidos na expansão ou em seu surgimento. São observados períodos de redução parcial durante o inverno e períodos de exacerbação durante o verão, podendo as lesões surgirem abruptamente em decorrência da exposição solar intensa ou de forma gradual, pela exposição constante.

Uma das teorias mais aceitas para o aparecimento dessa discromia é a de que a radiação ultravioleta cause a peroxidação dos lipídios da membrana celular, com consequente formação de radicais livres, os quais estimulam os melanócitos a produzir melanina excessivamente, gerando, assim, hiperpigmentação cutânea.

A influência hormonal na etiopatogenia do melasma é estruturada pela elevada frequência da presença em gestantes, em usuárias de anticoncepcional oral e nas mulheres em terapia de reposição hormonal.

Trata-se de doença dermatológica diagnosticada ao exame clínico, que apresenta cronicidade característica, com recidivas frequentes e grande refratariedade aos tratamentos existentes.

Não existe consenso sobre a classificação clínica do melasma. Na face, onde é mais frequente, são reconhecidos dois principais padrões: centrofacial, acometendo as regiões central da fronte, supralabial e mentoniana; e malar, que acomete as regiões zigomáticas. Alguns autores acrescentam ainda um terceiro padrão, menos frequente, denominado mandibular.

O melasma pode ser classificado como transitório ou persistente. Quando os estímulos são interrompidos por um ano e o melasma desaparece, é classificado como transitório; se não desaparecer, é do tipo persistente, tendo como fator causal a radiação solar, entre outros.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia, em 2006 o Brasil tinha 57.343 casos de melasma de face diagnosticados; as melanodermias constituem o terceiro grupo de doenças dermatológicas no Brasil.

Por surgir principalmente na face, o melasma incomoda o paciente, afetando de forma negativa seu bem-estar psicológico e emocional, gerando, portanto, impacto negativo na qualidade de vida, o que com frequência o leva a procurar o dermatologista.

Assim, surgiu a necessidade do desenvolvimento de um questionário padronizado e validado para a avaliação da qualidade de vida desses pacientes. O MELASQoL (Melasma Quality of Life Scale) é instrumento que abrange três situações afetadas pela dermatose: vida social, recreação/lazer e bem-estar emocional.

No Brasil, o questionário foi traduzido para a língua portuguesa em 2006 (MELASQoL-BP), seguindo as normas da Organização Mundial de Saúde.10 Investigou-se a resposta ao MelasQol de 300 pacientes de ambos os sexos, de diferentes regiões demográficas; entre as respostas, 65% dos pacientes reportaram desconforto com o melasma facial, 55% sentiam frustações, e 57% envergonhavam-se do aspecto manchado da pele.

O tratamento do melasma é frequentemente insatisfatório, pela grande recorrência das lesões e pela ausência de alternativas para clareamento definitivo. Dos tratamentos tópicos, a hidroquinona é considerada a droga mais eficiente, apesar de seus efeitos adversos ‒ dermatite de contato irritante ou alérgica, hipopigmentação, e hiperpigmentação pós-inflamatória.

Estudos clínicos controlados indicam fotoproteção e uso de clareadores tópicos e/ou orais como as principais medidas de tratamento.10,13 Substâncias vegetais com funções antioxidantes têm sido difundidas como úteis no tratamento do melasma.

Vaccinium vitis-idaea, comumente chamado de amora alpina ou arando-vermelho, é um pequeno arbusto verde da família Ericaceae que produz fruto comestível pequeno igual à ervilha. A sua alta capacidade antioxidante do refletida por seu alto valor Orac (capacidade de absorbância do radical oxigênio) de 16.000, indica o grande potencial do extrato deste vegetal em atuar contra os radicais livres no organismo humano.

Este estudo visou à investigação dessa substância no controle de melasma, em mulheres brasileiras.

Trata-se de estudo clínico duplo-cego, longitudinal, comparativo, monocêntrico, aprovado por Comitê Universitário de Ética em Pesquisa em Seres Humanos do Hospital Universitário da Universidade Federal Fluminense, no qual foram investigadas 42 voluntárias, portadoras de melasma facial e idade entre 30 e 55 anos.

Todas voluntárias do estudo relataram presença de manchas por melasma há mais de dois anos. Entre as 42 voluntárias, 38 (grupo-controle: 18; grupo fitoterápico: 20) concluíram o estudo; quatro o abandonaram por motivos pessoais. A análise inicial do MelasQol revelou que 65,79% das pacientes se incomodam com a aparência de sua pele, 55,26% experimentam frustração ou constrangimento pela condição de sua pele, 42,11% sentem-se depressivas, e 23,68% têm a sensação de não ser atraentes. Para 34,21% das voluntárias, entretanto, o melasma não compromete o relacionamento com outras pessoas; para 39,47% não afeta o desejo de estar com outras pessoas; 26,32% das pacientes não têm dificuldade em demonstrar afeto; 47,37% não se sentem menos produtivas; e para 44,74% das voluntárias o melasma não afeta seu senso de liberdade.

A avaliação do escore total do MELASQoL indicou ausência de mudança significativa após o tratamento no grupo-controle (p = 0,058); entretanto, detectou-se redução significativa no escore total do MELASQoL no grupo fitoterápico (p =0,002). O escore médio da escala MELASQoL foi 39,5 antes do tratamento e passou para 38,4 após o estudo no grupo-controle; seu valor diminuiu de 40,6 antes da intervenção para 33,2 após o uso do fitoterápico em associação ao fotoprotetor.

Quanto à avaliação de eficácia do tratamento, na opinião das pacientes, obteve-se melhora do melasma em 33,3% das voluntárias do grupo-controle e em 66,6% das voluntárias do grupo fitoterápico. Na avaliação dos médicos dermatologistas, o tratamento gerou melhora em 30% das pacientes do grupo-controle e em 80% das pacientes do grupo fitoterápico.

As análises quantitativas de densidade óptica indicaram que o grupo-controle não teve mudança significativa na densidade de pigmentação antes e após o uso do fotoprotetor tópico; o grupo fitoterápico, entretanto, apresentou redução significativa (p = 0,01) na intensidade da pigmentação durante o estudo.

O controle do melasma muitas vezes exige a alternância de substâncias despigmentantes. Os resultados obtidos no presente estudo permitem concluir que o extrato de lingonberry pode ser estratégia eficaz no controle do melasma, e também viabilizam futuros estudos clínicos comparativos para ratificação de sua eficiência e tolerabilidade.

Fontes:

Letícia Abel Penedo de Moura, Doutora em ciência dos alimentos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Rio de Janeiro (RJ) e nutricionista formada pela Universidade Federal Fluminense (UFF) – Niterói (RJ), Brasil.

Jane Marcy Neffá Pinto, Doutora em dermatologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Rio de Janeiro (RJ) e professora adjunta titular da Faculdade de Medicina da Universidade Federal Fluminense (UFF) – Niterói (RJ), Brasil.

Marcelo de Souza Teixeira, Residente em dermatologia na Universidade Federal Fluminense (UFF) – Niterói (RJ), Brasil.

 

Compartilhar:

post 90

 

 

Me perguntaram sobre a diferença entre uma dieta cetogênica e uma dieta low carb. Bom, vamos lá… A diferença básica é que na cetogênica a quantidade de gorduras pode chegar em 70% da ingestão calórica total, enquanto a quantidade de carboidratos chega no máximo a 5% e o restante (25%) de proteínas. Alimentos como ovos inteiros, queijos, bacon, azeite de oliva, carnes mais gordas e óleo de coco, são normalmente presentes nessa proposta. Já na dieta low carb, pode-se ter um perfil como 40% lipídios, 40% proteínas e 20% carboidratos (por exemplo). Na nutrição esportiva, esses 20% de carboidratos estariam presentes nas duas refeições anteriores ao exercício, considerando que se necessita entre 4 e 6 horas para a síntese de glicogênio. Como a ingestão de carboidratos é baixa, esses devem ser provenientes de fontes de qualidade (a popular batata doce cozida é uma ótima opção). Para pessoas com metabolismo lento e baixa taxa de oxidação de carboidratos, essas estratégias são ótimas opções. No entanto, não são fáceis de serem mantidas por muito tempo. Uma ideia é o profissional realizar uma periodização nutricional com seu paciente e em alguns momentos chaves, trabalhar algumas semanas com propostas como estas. Algumas pessoas se adaptam tão bem a essas estratégias que se tornam seu estilo de vida, enquanto outras podem desencadear distúrbios alimentares se não forem bem acompanhadas. Se vocês me perguntarem qual é minha estratégia predileta, responderei que prefiro prescrever dietas ricas em carboidratos para pacientes com uma excelente carga de exercícios e um metabolismo bem regulado! Pois sem dúvida, é a proposta mais fácil, saborosa e tranquila de ser mantida em qualquer lugar! Mas, devemos sempre respeitar a individualidade de cada um e nunca cometer esse erro clássico que vejo quase todos cometendo: de achar que existe um protocolo ideal para todos.

 

Por: Dr.Rodolfo Peres – nutricionista especialista em nutrição esportiva.

Atende desde atletas de alto nível a pessoas que simplesmente buscam uma melhor qualidade de vida.

(43) 3326.7030

Avenida Ayrton Senna da Silva – 550, Edifício Torre Montello, sala 1503, Londrina/PR

www.rodolfoperes.com.br Facebook – /rodolfoperesnutricionista

Instagram – @nutricionistarodolfoperes

Compartilhar:

post 88

Uma das principais expressões faciais que uma pessoa pode demonstrar é o sorriso, no qual apresenta todas as suas formas de comunicação, sendo ele um cartão de visita de qualquer individuo. Com o mundo repleto de celebridades   com padrões estéticos cada vez mais definidos em busca de uma beleza Hollywoodiana, ocorreu um verdadeiro ‘boom’ pela busca de um “sorriso perfeito” e também aos tratamentos para harmonização da face!

O belo nem sempre é simétrico, mas precisa ter harmonia, ou seja, proporcional.

Existem vários estudos que apontam esta questão, e o mais falado deles é o da Proporção Áurea, que é uma fórmula matemática, utilizada em vários campos, como artes, entre outros, que atua de maneira subliminar no senso estético da pessoa que está apreciando um quadro, e até mesmo um rosto.

A face pode talvez não ser naturalmente bela, mas com a tecnologia disponível hoje, todos os traços podem ser harmonizados através de planejamentos personalizados, feito de acordo com o perfil de cada pessoa. É muito comum a pele perder, ao longo dos anos, elasticidade, hidratação, o que chamamos de “viço”. É notório como um elogio pode mudar o dia de uma pessoa. Afinal, existe frase mais agradável de ouvir como: “nossa sua pele está tão viçosa”, isto significa jovialidade, leveza.

Mesmo as pessoas mais resistentes aos procedimentos estéticos, chegam em um determinado momento da vida que se rendem, mesmo começando com o procedimento que seja apenas para dar aquela aparência de pele “descansada”.

E a grande vantagem destes tratamentos estéticos atuais é em relação à recuperação, cada vez mais rápida.

A mudança pode começar a partir da construção de um novo sorriso, afinal ele abre portas, estreita relações, e ocupa um local de destaque na sociedade. Ele pode ter um papel transformador na vida de uma pessoa. O simples fato de ter uma gengiva exposta, por exemplo, pode causar no psicológico de uma pessoa questões sérias que comprometem outras áreas da vida.

Por causa de todas estas questões que vão muito além da aparência, mas que trabalham com a autoestima, a estética do sorriso, e da face, vem sendo estudada de forma bem ampla pela Odontologia, indo além de procedimentos clássicos como clareamentos, implantes, aparelhos ortodônticos, e avançando para pequenos retoques na face com procedimentos minimamente invasivos e injetáveis, utilizando preenchedores como ácido hialurônico/PRF, e aplicações da toxina botulínica O ácido hialurônico é uma substância encontrada no próprio organismo, e ele atua preenchendo o espaço entre as células, para que fiquem bem hidratadas. Já a toxina botulínica(botox) irá agir em determinados músculos, fazendo com que eles fiquem bem relaxados, equilibrando, consequentemente toda a face.  A Bichectomia, ou seja, a remoção da  bolo  gordurosa  do interior das  bochechas , alem de  combater o mordiscamento interno das  mucosas internas da  bochecha  afina e torna o roto mais agradável na maioria dos casos. Os  fios de sustentação  também  aparecem  como promessa muito  interessante para a harmonia da face . Alem de procedimentos como os peelings químicos, os Skinboostres etc.

A transformação do sorriso caminha junto com a harmonização das linhas faciais, um colabora com o outro no sentido de mudar realmente a vida de uma pessoa. Sentir-se bem interfere em fatos cotidianos, como tirar uma foto. Quantas pessoas já ficaram com vergonha de sorrir, seja por causa de algum detalhe no dente, ou porque estão com uma ruga em um determinado lugar, enfim, são muitos os motivos para darmos cada vez mais abertura aos novos procedimentos, principalmente os menos invasivos, para chegarmos bem na maturidade, com a experiencia que ela traz porem sem as marcas dela no rosto!

Estamos rumo a um novo tempo, onde o bem-estar caminha junto com uma aparência saudável e de atitude jovial!

DR. FÁBIO AZEVEDO

 

 

Compartilhar:

post 87

Lorcasserina HCl

Classe terapêutica: Inibidor seletivo de recaptação de serotonina

DADOS FARMACOLÓGICOS

Propriedades: Supressor do apetite que age no sistema nervoso central ajudando pacientes obesos ou com obesidade moderada a perder peso, através da supressão do apetite. Esta sensação de não sentir fome leva o paciente a ingerir menos calorias nas refeições e, consequentemente ocasiona a redução do peso corporal. Indicado como gerenciamento de peso, auxilia na melhora do humor, contribui para a melhora da cognição, epilepsia, transtorno compulsivo obsessivo, doença de Parkinson, esquizofrenia, depressão, ansiedade, distúrbios do sono, abuso de drogas, auxilio na redução da pressão sanguínea, ajuda a melhorar os níveis lipídicos.

Mecanismo de ação: Lorcasserina HCl é acreditado para diminuir o consumo de alimentos e promover a saciedade, ativando seletivamente os receptores 5-HT2C em neurônios pró-opiomelanocortina anorexígenos localizados no hipotálamo. O mecanismo de ação exato não é conhecido.

Efeitos colaterais e Reações adversas: Nasofaringite, dores de cabeça, náuseas, problemas nasais e sinusite, casos de depressão, ansiedade e de vontades suicidas.

Interações: Não fazer uso concomitante com outros medicamentos que aumentem os níveis de serotonina no cérebro ou ativem seus receptores, incluindo algumas drogas contra a depressão e enxaqueca. – Inibidores seletivos da recaptação da serotonina, inibidores da MAO, triptanos, bupropiona, erva de São João.

Contraindicações e Precauções: Gestantes, lactantes, crianças e idosos. Pacientes que usam outros remédios que provocam o aumento das taxas de serotonina no cérebro ou que ativem os seus receptores não devem usar Lorcaserina HCl, pois as reações poderão ser adversas. Tais medicamentos são usados para o tratamento da depressão e da enxaqueca.

Posologia: 20mg dia, sendo ingeridos 10mg 1horas antes do almoço e jantar1 . Esse medicamento deve ser descontinuado se não houver perda de 5% de peso após 12 semanas de tratamento.

Referências:

  1. Smith SR1 , Weissman NJ, Anderson CM, Sanchez M, Chuang E, Stubbe S, Bays H, Shanahan WR; Behavioral Modification and Lorcaserin for Overweight and Obesity Management (BLOOM) Study Group. Multicenter, placebo-controlled trial of lorcaserin for weight management. N Engl J Med. 2010 Jul 15;363(3):245-56. doi: 10.1056/NEJMoa0909809
  2. Feijó, F de M, Bertoluci, M C, Reis, C. Serotonina e controle hipotalâmico da fome: uma revisão. Rev Associ Med Bras 2011, 57(1): 74-77 3. 2. Martin C K, Redman L M, Zhang J, Sanchez M, Anderson C M, Smith S R, Ravussin E. Lorcaserin, a 5-HT2c receptor agonist, reduce body weight by decreasing intake without influencing energy expenditure. J Clin Endocrinal Metab, March 2001, 96(3): 837-845
Compartilhar:

post 74

 

Gordura abdominal, a famosa “barriguinha”, é o acúmulo de gordura no abdômen, que acontece nessa parte do corpo por apresentar maior quantidade de células gordurosas (adipócitos). Ocorre tanto em homens quanto em mulheres e sua tendência é sempre aumentar.  Por mais que o paciente faça uso de atividades físicas e de uma alimentação saudável o combate para elimina-la é grande. Além de ser uma questão estética, os riscos da gordura abdominal não estão restritos apenas a isso. Esse tipo de acúmulo é mais nocivo ao corpo do que qualquer outro tipo de gordura localizada, pois está associado a problemas como doenças cardiovasculares, diabetes, colesterol alto e trombose, entre outros.

 

Disponível e manipulado na Farmácia Acqua Bella, o Suco Seca Barriga Sabor Uva que é composto por fitoterápicos que auxiliam na redução de medidas abdominal.

Composição:

Morosil

O Morosil® diminui em até 50% a gordura abdominal em 90 dias. Por estar em um ambiente bastante hostil, essa espécie de laranjas produz um antioxidante específico, denominado antocianina que possui efeito único na diminuição do colesterol, triglicérides e age como antienvelhecimento. Morosil® é um extrato seco obtido das laranjas vermelhas moro, cultivadas no Mediterrâneo, na Sícilia, ao lado do vulcão Etna.

Trabalhos recentes têm mostrado o papel do suco de laranja vermelha no tratamento e prevenção da obesidade, resistência à insulina e doenças correlatas (especialmente esteatose hepática e doença cardiovascular). O suco de laranja Moro em animais parece diminuir os níveis plasmáticos de triacilgliceróis e colesterol total, aumentar a sensibilidade à insulina, além de diminuir o ganho de peso (quando estes são submetidos a dietas hipercalóricas) e o tamanho dos adipócitos.

Sinetrol

Alto nível de polifenóis (Mínimo 90%). Ausência de Sinefrina e Octopamina. Ótimos resultados para redução do quadril e cintura. Extrato padronizado de frutas cítricas (Citrus senensis L. osebec, Citrus paradise (toranja), Citrus aurantium L. amara, Citrus aurantium L. dulcis) e extrato de guaraná padronizado em 20% de cafeína natural. Essa sinergia termogênica atua no gerenciamento de peso, na atividade lipolítica e no desempenho físico. Sinetrol® EXP demonstrou redução de 5,2Kg e 14,35% da gordura corporal em 12 semanas.

Chá Verde

O chá verde é rico em substâncias antioxidantes. Em sua composição também pode ser encontrado nutrientes que diminuem o colesterol ruim e, ainda, fortalecem o sistema circulatório, prevenindo doenças. O chá verde é usado como emagrecedor por ser diurético e um laxante natural. O chá verde constitui sua formula, na maioria das vezes, em catequinas que agem em sinergia com a cafeína, que tem sido relacionado com a melhora do condicionamento físico de endurance, ou seja, melhora a capacidade de execução dos exercícios e retarda a fadiga muscular.

 Hibiscus

Famoso por sua ação diurética, diminuindo o inchaço que acomete muito as mulheres, ação digestiva, também possuindo propriedades de um laxante suave. O bom funcionamento do intestino, leva à perda de peso, que acontece porque o organismo elimina o que é ruim, aproveitando melhor as vitaminas e nutrientes dos alimentos.

 

Compartilhar:

post-57

 

E no mês que começa o verão vamos começar falando de um de nossos queridinhos. Já experimentou o Suco Termo-Emagrecedor da Farmácia Acqua Bella? Com extratos de chá verde, gengibre e cavalinha, nosso Suco Termo-Emagrecedor auxilia no emagrecimento, queima de gordura localizada, perda de medidas, redução de celulites e é antioxidante, além de influenciar no humor do individuo e no aumento de taxa metabólica. Sua função diurética é capaz de reduzir a absorção intestinal de açúcar e regula os níveis de açúcar no sangue.

 

Conheça como cada um dos princípios ativos dos ingredientes do Suco Termo-Emagrecedor da Farmácia Acqua Bella:

 

Chá verde:

Há milênios, a tradicional medicina chinesa utiliza o chá verde para aliviar dores de cabeça, para ajudar a eliminar as toxinas do organismo e para prolongar a juventude. O fato é que o chá verde contém altos níveis de polifenóis, substâncias que possuem propriedades antioxidantes, anticancerígenas e antibióticas, e também podem ajudar a prevenir problemas cardiovasculares e do fígado. É capaz de reduzir os níveis do colesterol ruim (LDL) e de triglicérides, e de elevar os níveis do colesterol bom (HDL). Pode diminuir os níveis de açúcar do sangue e tem ação antibiótica frente a determinadas bactérias, como os estafilococos e alguns vírus. Muitos estudos clínicos desenvolvidos em seres humanos e animais têm dado conta de que o consumo regular de chá verde pode reduzir a incidência de uma variedade de cânceres, incluído o de cólon, pâncreas e estômago.

 

Indicação:

– Ajuda no emagrecimento
– Ajuda na queima de gordura localizada
– Auxilia na perda de medidas
– Ajuda na redução de celulites
– Antioxidante
– Influencia no humor do individuo
– Auxilia no aumento de taxa metabólica
– Diurético
– Ajuda na redução de absorção intestinal de açúcar e regula os níveis de açúcar no sangue.

 

O Café Verde ao reduzir a absorção de açúcares obriga o corpo a procurar outras fontes de energia, como a gordura acumulada. O Café Verde possui aproximadamente 2% de cafeína, a cafeína tem ação termogênica, facilitando o processo de queima de gorduras localizadas.
Estudos apontam que o ácido clorogênico, outro antioxidante do Café Verde favorece a perda de peso ao interferir na absorção do açucar pelas células, prevenindo o acúmulo de gordura corporal.

 

Polifenóis em abundância: Flavonóides, kenferol, quercetol emiricetol, ácidos fenolcarboxílicos: clorogênico e gálico, taninos catéquicos; Bases púricas: principalmente cafeína (teína) e também teofilina, teobromina, adenina e xantina; Vitaminas do complexo B e C; proteínas; sais minerais, como fluoreto, magnésio e potássio; glicídeos.

 

Gengibre:

Vegetal nativo da Ásia, o gengibre é uma raiz tuberosa usada tanto na culinária quanto na medicina. A planta assume múltiplos benefícios terapêuticos: tem ação bactericida, é desintoxicante e ainda melhora o desempenho do sistema digestivo, respiratório e circulatório. O gengibre também é um reconhecido alimento termogênico, capaz de acelerar o metabolismo e favorecer a queima de gordura corporal.

 

É um fitoterapico rico em vitamina C, Proteínas, Cálcio, Ferro, Magnésio, Fósforo, Potássio, Sódio, Zinco, Cobre, Manganês, Selênio, Vitamina C, Tiamina, Riboflavina, Niacina, Ácido pantotênico, Vitamina B6, Vitamina B12 e lipídios.

O Gengibre, por sua ação termogênica, aumenta a temperatura do corpo e com isso ajuda na queima de gorduras totais e a aceleração do metabolismo.

 

Cavalinha:

Além do poder emagrecedor, a erva natural possui diversos componentes que trazem inúmeros benefícios ao seu organismo.

– Função diurética

– Funções adstringente

– Anti-inflamatória

– Desintoxicante

– Perda de gordura

 

Glicosídeos flavônicos, saponinas, ácido gálico, potássio e sílica são os principais constituintes responsáveis pela sua atividade diurética e remineralizante, permitindo a eliminação de substâncias tóxicas. É um diurético suave, com ação reguladora e adstringente do trato genito urinário, muito útil em casos de incontinência noturna de crianças.

 

Os taninos são os principais responsáveis por sua ação adstringente, que auxiliam em conjunto com substâncias coagulantes e silício a melhorar os transtornos circulatórios. Atua como hemostático.

 

Apresenta propriedades remineralizantes atribuídas ao silício, que também tem a capacidade de ligar-se a mucopolissacarídeos e glicoproteínas da estrutura do tecido conectivo, estimulando a biosíntese de fibras colágenas e elastina, reservando a elasticidade e tonicidade do tecido cutâneo. Participa da calcificação dos ossos, tendo parte da matriz fibrosa colágena. Age sobre as fibras elásticas das artérias, diminuindo o risco de ateromatose, principalmente em pessoas com o colesterol elevado, regularizando o tônus, elasticidade e resistência dos vasos sanguíneos.

 

A cavalinha atua de maneira específica em casos de inchaço e inflamação da próstata como antiinflamatório. Estimula o metabolismo cutâneo, acelera a cicatrização e aumenta a elasticidade de peles secas e senis, atuando como hidratante profundo. Atua como abrasivo devido ao seu alto teor de ácido sílico.

 

*Sempre aconselhável a prescrição de um profissional habilitado

Compartilhar:

post-52

 

Cilantrol é um extrato de Coriandrum sativum L. (Apiaceae), o coentro, uma especiaria originária da região leste do mediterrâneo e oeste da Ásia. Amplamente utilizado como condimento, o coentro apresenta também diversas atividades farmacológicas, sendo uma planta medicinal de amplo uso no mundo todo.

 

Muitas dessas atividades de conhecimento tradicional vêm sendo comprovadas por meio de estudos científicos como o poder antioxidante, ansiolítico, anti-inflamatório e antimicrobiano. Na medicina Ayurvédica (Indiana), é utilizado para tratamentos das desordens digestivas, respiratórias e urinárias. Rico em polifenóis e óleos essências, o Cilantrol é um potente extrato com ação antioxidante, que combate os radicais livres e detoxica o organismo, quelando os metais pesados.

 

Estudos mostram que o uso deste extrato é capaz de aumentar os níveis de enzimas antioxidantes importantes, como superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT) e glutationa (GSH) e GPx, e diminuir a peroxidação lipídica.6,9,12 Com isto, é possível reduzir o estresse oxidativo e os processos inflamatórios que podem estar relacionados com a HLDG.

 

Além da ação antioxidante e anti-inflamatória apresenta atividade, ansiolítica analgésica, diurética, atua na digestão e no metabolismo dos lipídios. Sendo assim, o Cilantrol é capaz de prevenir e tratar a HLDG.

 

A Hidrolipodistrofia Ginóide (HLDG), conhecida popularmente como “Celulite”, é uma alteração do relevo cutâneo, que afeta principalmente coxas e glúteos, podendo aparecer também no abdômen, braços e seios. Está presente em cerca de 90% das mulheres acima de 20 anos e começa de se desenvolver com a puberdade. Manifesta-se em diferentes graus podendo levar à reação fibrótica e escrelose.

 

 

MECANISMO DE AÇÃO

 

O aumento dos níveis de SOD é capaz de promover ação fibrolítica por inibição e reversão da diferenciação de fibroblastos normais em miofibroblastos, por meio da inibição de TGF-β, fator responsável por esta diferenciação.13 Desta forma, é possível diminuir signifi cativamente o aspecto “casca de laranja” da HLDG grau III e IV. Ainda, possui ação lipolítica, atividade importante no processo de diminuição dos nódulos de gordura e atividades diurética, anti-inflamatória e antioxidante que contribuem na prevenção e tratamento da HLDG.

 

 

Principais atividades no combate da “celulite”

– Ação fibrolítica – previne e trata o aspecto “casca de laranja”.

–  Ação lipolítica – promove a “quebra” de gordura.

–  Ação diurética – diminui o edema (inchaço).

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

 

 

  1. ASGARPANAH J; KAZEMIVASH N. Phytochemistry, pharmacology and medicinal properties of Coriandrum sativum L. Afr. J. Pharm. Pharmacol. 2012; 6(31): 2340-2345.
  2. BHAT S et al. Coriander (Coriandrum sativum L.): Processing, nutritional and functional aspects. 2014; 8(1):25-33.
  3. BHAT S P, RIZVI W, KUMAR A. Dose-dependent effect of Coriandrum sativum Linn. seeds on thermal pain stimulus. The Journal of Phytopharmacology 2014; 3(4): 254-258.
  4. KASMAEI H D et al. Effects of Coriandrum sativum Syrup on Migraine: A Randomized, TripleBlind, Placebo-Controlled Trial. Iran Red Crescent Med J. 2016;18(1):e20759.
  5. LARIBI B et al. Coriander (Coriandrum sativum L.) and its bioactive constituents. Fitoterapia. 2015; 103:9–26.
  6. MOHAN M, YARLAGADDA S, CHINTALA S. Effect of ethanolic extract of Coriandrum sativum L. on tacrine induced orofacial dyskinesia. Indian J Exp Biol. 2015 May; 53(5):292-6.
  7. PARK G et al. Coriander Alleviates 2,4-Dinitrochlorobenzene-Induced Contact Dermatitis-Like Skin Lesions in Mice. J Med Food. 2014; 17(8):862–868.
  8. PATHAK N L et al. Phytopharmacological Properties of Coriander Sativum as a Potential Medicinal Tree: An Overview. Journal of Applied Pharmaceutical Science. 2011; 01(04):

20-25.

  1. RAJESHWARI U, ANDALLU B. Medicinal benefi s of coriander (Coriandrum Sativum L). Spatula DD. 2011; 1(1):51-58.
  2. SANTOS I M N S R et al. Hidrolipodistrofi ginoide: aspectos gerais e metodologias de avaliação da efi ácia. Arquivos Brasileiros de Ciências da Saúde. 2011; 36(2):85-94
  3. SONIKA G et al. Anti- Infl mmatory Activity of C. Sativum, D. Stramonium and A. Indica. Asian J. Exp. Biol. Sci., 2010; 1(1):151-154.
  4. TANG E L H et al. Antioxidant activity of Coriandrum sativum and protection against DNA damage and cancer cell migration. BMC Complementary and Alternative Medicine.

2013; 13:347.

  1. VOZENIN-BROTONS M C et al. Antifi rotic action of Cu/Zn SOD is mediated by TGF-beta1 repression and phenotypic reversion of myofi roblasts. Free radical biology & medicine.

2001; 30(1):30–42.

Compartilhar:

Alta biodisponibilidade de polifenóis de baixo peso molecular da lichia rica em β-oligonol

13

 

Oligonol é um extrato de lichia padronizado em 70% de procianidinas por exclusivo processo de oligomerização que garante baixo peso molecular e maior absorção e apresenta ação na redução da gordura abdominal, previne as ações danosas dos radicais livres, diminui a fadiga muscular e protege o sistema cardiovascular e o endotélio vascular. Testes demonstram a eficácia após uso por 12 semanas.

 

Diferenciais Exclusivos

– Vencedor do nutrawards 2008;

– Reduz a síndrome metabólica e a gordura abdominal;

– Fotoproteção UV que previne o aparecimento de rugas.

 

Uma análise comparativa foi realizada para avaliar a absorção de polifenóis da Lichia e do Oligonol, nos resultados ambos atingiram o máximo de absorção após 2 horas da ingestão, porém, a concentração de polifenóis mensurados no Oligonol foi de 3 a 4 vezes maior que no fruto da Lichia essa concentração se manteve elevada após 4 a 6 horas, o que demonstra a superioridade da biodisponibilidade da molécula de Oligonol.

 

A ingestão diária de alimentos permite o organismo armazenar mais gordura, aumentando o nosso estoque especialmente na região visceral. Dessa forma, o Oligonol atua no organismo diminuindo a absorção de gordura, acelerando o catabolismo da gordura acumulada e, consequentemente, o metabolismo dos ácidos graxos livres na conversão de calor e energia.

 

Esse aumento da gordura visceral influencia mais a saúde do que o acúmulo de gordura subcutânea. Isso acontece porque muitas proteínas conhecidas como fatores de risco são sintetizadas pelo aumento de gordura visceral. Assim, essas proteínas estão relacionadas ao aumento dos níveis de açucares na circulação e na aterosclerose.

 

Portanto, Oligonol consegue controlar os níveis de adipocinas que levam a síndrome metabólica, modulando a sua ação que controlam a ingestão de comida e o uso de energia no organismo.

 

Ação Terapêutica:

– Melhora da circulação sanguínea;

– Ação contra fadiga;

– Redução da gordura visceral;

– Antioxidante.

 

Indicações:

– Gerenciamento de peso;

– Aterosclerose;

– Deslipidemias;

– Hiperglicemia;

– Anti-idade;

– Antioxidante;

– Síndrome metabólica;

– Melhora da circulação periférica.

 

*Nenhum medicamento deve ser ingerido sem a orientação de um profissional habilitado

 

 

Compartilhar:

post-50

 

Abdoliance é a mais nova tecnologia cosmética para tratamento e redução da gordura abdominal masculina, agindo basicamente em dois pontos:

 

– Previne a deposição de gordura na área abdominal;

– Reduz significativamente o diâmetro da cintura.

 

Abdoliance é uma combinação vetorizada de flavonoides da laranja amarga, extrato rico em hesperidina, e extrato de Guaraná, rico em cafeína. Este produto único e especifico para os homens com mais de 30 anos, previne e reduz a deposição de gordura na área abdominal.

Devido a sua exclusiva tecnologia de vetorização, ABDOLIANCE é capaz de penetrar nas camadas mais profundas da pele, atingindo os adipócitos onde a gordura é armazenada.

 

A vaidade masculina vem ganhando força nas ultimas décadas. Mais à vontade para mostrar seu desejo de tornar-se atraente, o homem foi estimulado pelas novas exigências do mercado. Hoje, no universo profissional existe uma cobrança maior pela boa apresentação. O homem moderno sabe que uma aparência saudável e magra é sinônima de arrojo e elegância.

 

Vários cosméticos podem ser encontrados para o público feminino. No entanto, existem poucos tratamentos para o público masculino, tão pouco desenvolvidos para sua fisiologia especifica.

 

 

Mecanismo de ação

A Lipólise pode ser ativada de duas maneiras: ou por estimulo dos receptores β-adrenérgicos ou pela diminuição do efeito inibidor da fosfodiesterase. Nos dois casos, a adenilatociclase é ativada, aumentando a concentração de AMPc, resultando no estimulo da LHS (Lipase Hormônio Sensível), responsável pela lipólise dos triglicerídeos.

 

No caso dos homens. A LHS também pode ser ativada pela testosterona. Porém, sabe-se que ocorre decréscimo natural de testosterona após os 30 anos e, que este hormônio passa a sofrer a ação da aromatase, que diminui ainda mais sua disponibilidade para a célula adiposa. Sendo assim, a aromatase interfere negativamente no processo da lipólise.

 

Abdoliance age de três maneiras complementares, sinérgicas e especificas:

 

 

 

  1. Atinge diretamente os adipócitos

Spherulites®, é uma tecnologia modernade encapsulação. São microvesículas concêntricas contendo em seu interior princípios ativos. Revestidas por Spherulites®as moléculas ativas penetram na epiderme atingindo os adipócitos. Este processo resulta em maior eficácia do ativo

 

 

 

  1. Previne o acúmulo de triglicerídeos nos adipócitos

O extrato da laranja Amarga (Citrus Aurantium) contém hesperidina. A hesperidina inibe a aromatase, que é a enzima responsável pela conversão de testosterona em estradiol. Assim, o extrato da laranja amarga limita a diminuição da taxa de testosterona nas camadas mais profundas da pele, nos homens com mais de 30 anos.

 

 

 

  1. Queima e degrada os triglicerídeos nos adipócitos

O extrato de guaraná (Paullinia cupana) é muito conhecido por suas propriedades termogênicas. A cafeína, presente no extrato de guaraná, age tanto sobre os receptores β-adrenérgicos, estimulando a adenilato ciclase e, por consequência a lipólise, quanto sobre a fosfodiesterase, diminuindo sua ação inibitória, permitindo assim, a que LHS possa degradar os triglicerídeos.

 

 

– A aromatase é uma enzima que age, transformando testosterona em estradiol. Pode ser encontrada, entre outros locais, no cérebro e no tecido adiposo.

 

– No caso dos homens, após os 30 anos, há um aumento da atividade aromatase. Esta enzima promove uma diminuição significativa da testosterona, que também interfere no processo da lipólise, aumentando simultaneamente o acumulo de gordura nos adipócitos presentes no abdômen.

 

 

 

Indicações:

Abdoliance é indicado para homens, a partir dos 30 anos, com gordura localizada na área abdominal e lateral “pneuzinhos”.

 

 

 

 

 

Compartilhar:

post-49

Doppia 48H é um antitranspirante hipoalergênico à prova de manchas desenvolvido especialmente para as peles mais sensíveis. Graças à exclusiva tecnologia Glicoprotect, forma um filme glicínico protetor sobre a pele protegendo-a da irritação, ardência e desconforto, evitando o escurecimento das axilas.

doppia

Indicação

 

Redução da transpiração excessiva e do odor até em peles sensíveis.

 

Propriedades

– Sensorial Sofisticado;

– Toque Seco e Aveludado;

– Secagem Rápida;

– Não Gruda na Pele;

– Excelente para Áreas Corporais.

 

Segurança

Hipoalergênico. Sem conservantes, sem parabenos, sem álcool, sem fragrâncias e Dermatologicamente Testado.

 

suor

Compartilhar:
Perfil
Mona Lisa Bevilacqua

Empresária, Graduada em Farmácia Industrial, Pós-graduada
em Manipulação Magistral Alopática, MBA em
Cosmetologia e
com cursos de
cosméticos realizados
em Paris e Mônaco.
Saiba Mais
Chat Online
LiveZilla Live Chat Software
LiveZilla Live Chat Software
Horários de atendimento para Orçamento Online:
De seg. a sex. das 08h às 18h.
Sábado. das 08h às 13h.
Newsletter
Fique por dentro das novidades.
Loja Virtual
Mais Acessados


Contato

34 3331-0500
Avenida Santos Dumont, 1050
Uberaba / MG - CEP 38060-600
Sobre o Blog

Este é um canal de comunicação da Farmácia AcquaBella com todos os nossos públicos: Clientes, Colaboradores, Sociedade e Fornecedores.
Farmácia AcquaBella © Todos direitos reservados 2014.