Minha iniciação na prática desportiva do BrazilianJiuJitsu – BJJ ocorreu em 2013, na academia Cross Fight com o professor Marcos Rodrigues e Filipe Ciabotti ambos faixas pretas da equipe PSLPB Cícero Costha sediada em São Paulo.

 

Estou cursando o curso de Educação Física, para posteriormente além de atleta me tornar um professor BrazilianJiuJitsu, atualmente participo de campeonatos de níveis regionais, estaduais e nacionais, no ano de 2015 obtive excelentes resultados sendo vice campeão Sulamericano e terceiro colocado no Brasileiro.

 

63405f89-c4e7-4235-92b1-31543f8e3859

 

Treino de segunda a sexta feira em dois períodos, atualmente sou faixa Azul.

 

HISTORIA: Iniciei no esporte procurando emagrecer pois era obeso mórbido, pesando 195kg e descobri no esporte uma nova oportunidade ! quando me prontifiquei a dedicar ao jiu jitsu ele devolveu em qualidade de vida bem estar e auto estima consegui emagrecer 78kg mudei meus hábitos alimentares e meu estilo de vida por completo !

 

 

Principais Títulos e Participações em Campeonatos: Regionais – Estaduais – Nacionais – Internacionais

 

2015

 

Vice Campeão: Sulamericano (São Paulo

Terceiro: Campeonato Brasileiro (São Paulo)

Campeão: Copa Rio Preto

Terceiro: Copa Rio Preto Absoluto( categoria que compete todos os pesos juntos)

Campeão: Copa Grandes Mestres (Ribeirão Preto)

Vice Campeão: Copa Grandes Mestres Absoluto (Ribeirão Preto)

2016

 

Campeão: 13° copa kamikaze(Ribeirão Preto)

Campeão: 3° copa Araxá

 

2017

Campeão: SulamericanoCbjje (São Paulo)

Campeão: Curitiba Open Sem Kimono

Vice Campeão Brasileiro Cbjje (São Paulo)

Vice Campeão: Open São Sebastião categoria Absoluto

Terceiro: Curitiba Open

Terceiro: SulamericanoCbjjeAbsoluto(São Paulo)

Terceiro: Brasileiro CBJJ (São Paulo)

Terceiro: mundial CBJJE(SÃO PAULO)

Compartilhar:

Michelle Dorça Vitale é bailarina desde os 2 anos de idade e atualmente é a Presidente do Conselho de Dança da Fundação Cultural de Uberaba. Ganhou inúmeros prêmios como bailarina, incluindo melhor bailarina no Festival do Triângulo Mineiro e melhor grupo de Dança Moderna e de Jazz no Festival Internacional de Joinville.
Estudou com os maiores nomes da dança como Deborah Colker, Carlinhos de Jesus, Cassilene Abranches, Fernanda Battachama, Anselmo Zola, Luís Arrieta e Edy Wilson. Foi assessora de direção da Cia de Dança Governo do Estado de São Paulo e também atua como produtora cultural e coreógrafa.
“A dança não só transforma o corpo mas também a alma de quem pratica, por se tratar de uma expressão artística além de uma atividade física, que utiliza todos os sentidos, criando uma memória muscular poderosa para o corpo e para a mente!”

 

6dde6ee6-026c-42c4-a310-46b1a3821822

Compartilhar:

Jefferson Caetano, 28 anos, Atleta de Bodybuilder.

 

bc8c3643-b745-4a75-95f7-b01411274e8b

 

Prático a musculação desde os meus 14 anos de idade, tudo começou em busca de uma estética melhor, devido ser muito magro quando mais novo. Mas a musculação feita corretamente junto a dieta, treinos prescritos adequadamente com minha individualidade e sendo acompanhado, tem apenas 3 anos. Mas sempre tive a vivência na musculação, buscando informações ( como cursos, workshops etc) sempre me informando daquilo que sempre gostei. Não é atoa que escolhi o curso de educação física, não me via fazendo outra coisa. Já a vida como atleta, vinha de um sonho antigo, onde sempre sonhava em competir, amigos da faculdade sempre diziam para eu arriscar e tentar, mas confesso que o medo e minha timidez não deixava. Foi a onde busquei ajuda e acompanhamento com meu treinador e atleta IFBB PRO  “Fernando Maradona” onde além de me acompanhar, faço cursos com ele também de metodologia de treinamentos para aprofundar os meus conhecimentos. Então iniciei com ele a quase 2 anos atrás, ele me mostrou coisas positivas de como nunca desistir de seus sonhos, que se você quer e faz por onde, e da o seu melhor sempre, você vai atingir o que almeja. Então a partir do dia que ele me falou isso iniciei e me dediquei 200% ao meu sonho, onde hoje completo apenas 8 meses de competição como atleta bodybuilder (Fisiculturista), e tive a satisfação de ganhar títulos importantes e atingir um nível de Campeonato Brasileiro em muito pouco tempo. Primeiro veio o título do campeonato regional em Uberlândia no dia 11/12/2016 conquistei Top 1 na categoria senior 70kg, logo após fui para federação IFBBMG competir pelo campeonato mineiro estreantes no dia 01/04/2017 fui Top1 também, em seguida foi o campeonato mineiro IFBBMG no dia 01/07/2017 onde os 3 melhores da categoria ganharia vaga para o brasileiro IFBB também me consagrei Top 1 ou seja fui Campeão Mineiro e logo em seguida no dia 15/07/2017 fui para o campeonato brasileiro IFBB que foi uma disputa de nível muito alto, os melhores do Brasil ali reunidos, total de 20 atletas, onde de 20 selecionaram 15 e dos 15 apenas 6 melhores, tive o prazer te conseguir o Top 4 o 4° melhor do Brasil em minha categoria, que pra mim foi gostinho de Top 1 por tudo que passei e enfrentei nesta caminhada toda, com o resultado de campeão mineiro e top 4 do Brasil carimbei a minha vaga para o maior Campeonato amador internacional o “Arnold Classic Brasil 2018’ que será em abril. Enfim, tenho apenas um recado pra deixar a todos vocês “ Não desista de seus sonhos, seja ele qual for, se você quer, você pode, basta acreditar e se dedicar 200% a ele, que pode demorar, mas você irá alcançar “

Fisiculturismo

Fisiculturismo ou culturismo é o uso de exercícios de resistência progressiva para controlar e desenvolver os músculos do corpo, a melhor formação muscular.  Um indivíduo que se engaja nesta atividade é referido como um fisiculturista. Sua disputa ocorre em apresentações coletivas ou individuais, de comparação e os critérios avaliação são: volume, simetria, proporção e definição muscular.

Campeonatos

A Federação Internacional de Fisiculturismo (International Federation of Bodybuilding—IFBB) regula o campeonato de culturismo mundial, o Mr. Olympia. Os maiores vencedores desse campeonato foram Lee Haney (oito vezes), Arnold Schwarzenegger (sete vezes), Dorian Yates (seis vezes) e Ronnie Coleman(oito vezes). Outros conhecidos culturistas são: Mike MentzerLou FerrignoCharles AtlasLee PriestSergio OlivaLarry ScottJay CutlerKai Greene e Phil Heath, o mais recente vencedor deste concurso.

Descrição

musculação é um tipo de exercício resistido, com variáveis de carga, amplitude, tempo de contração e velocidade controláveis. Desse modo pode ser aplicada da forma isometria (contração mantida), isocinética (com velocidade angular constante) ou isotônica (alternância de contrações concêntricas e excêntricas), contínua ou intervalada, suave ou intensa, com recursos aeróbios ou anaeróbios. Esta possibilidade de controle de tantas variáveis torna a musculação uma atividade física altamente versátil que pode ser usada para diferentes objetivos.

 

 

 

Compartilhar:

CARLOS ROBERTO DA ROCHA

e-mail: carlinhoseduca@hotmail.com

Telefones para contato: (34) 3311-7275 ou (34) 99242-9370

Inscrito no CREF: numero 028528-G/MG

Graduado em bacharel educação física – Universidade de Uberaba.(UNIUBE)

* CURSO DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL NA CROSSFIT BAURU – ModuloI / Modulo II/ CROSSFIT LEVE 2 – BAURU SP.

* CURSO DE WORKOUT DE GINASTCA LOCALIZADA – ENAF

Convenção Internacional de Sport e Saúde.

* CURSO DE TREINAMENTO FUNCIONAL – ENAF – Convenção Internacional de Sport e Saúde.

* CURSO DECORRIDA DE RUA –ENAF – Convenção Internacional de Sport e Saúde. TREINAMENTO CARDIORESPIRATÓRIO E TREINAMENTO DE FORÇA

* CURSO DE MUSCULAÇÃO E HIPERTOFRIA – ENAF – Fundamentos teórica e aplicação prática.

ATIVIDADES PROFISSIONAIS:

· Atualmente sou instrutor de ginastica na academia Fit Uirapuru em Uberaba, ministrando aulas de circuito funcional e Bike

· Trabalho na academia Agua viva ministrando aula de circuito funcional ( CR50)

· Trabalho na Academia Persona Ministrando aula de circuito funcional (CR50)

 

692e1644-5533-41a8-a339-f6237bf3b39a

 

O que é treino funcional.

São movimentos naturais do cotidiano como andar, correr, saltar, puxar, agachar .. A diferença é que são mais atrativos, intensos do que os movimento dos treinos convencionais e de diversos outras ações que utilizam o esforço natural e peso do corpo ou com sobrecarga ( halteres, anilhas.etc) aliados do exercício repetitivos.

Ou seja trabalhar diferentes capacidades físicas com a combinação de vários exercícios relacionados à especificidade da vida diária.

Dessa forma, realizamos um trabalho completo em todo o corpo.

Mesmo sendo baseado em movimentos do cotidiano, além de fatores como idade e sexo, a prática do treinamento funcional tem relação com o histórico de vida de cada praticante.

Pessoas que ao longo da vida praticaram diversas modalidades esportivas e atividades físicas, certamente se adaptam melhor a ele.

Mas lembre-se: mesmo sabendo o que é o treinamento funcional, antes de se submeter a ele, consulte um médico e informe ao professor qualquer restrição ou problema de saúde, que possa ser agravado com a prática de exercícios físicos.

Como já mencionamos acima, os exercícios serão realizados com o próprio peso corporal.

À medida que o aluno evolui, aumentam-se os desafios, complementando-os com acessórios, como bosu, minitrampolim, medicine ball, kettlebell, bola suíça, plataformas de equilíbrio etc

Além da tonificação muscular, o treinamento funcional implica maior complexidade do movimento e envolvimento de várias capacidades físicas.

Isso faz o organismo ter um gasto energético muito maior, o que possibilita excelente definição muscular.

Hoje, com muitos estudos sendo publicados, sabemos que o treinamento funcional promove mais força muscular, melhora da flexibilidade, otimização da coordenação, equilíbrio e condicionamento cardiorrespiratório, além do emagrecimento.

Compartilhar:

 

 

 

 

É um dos esportes mais completos e recomendados, proporciona desde a perda calórica e equilíbrio muscular até o auxilio na recuperação de lesões. A modalidade é indicada para pessoas de todas as idades e biótipos. E uma forma divertida saudável e desafiadora de se exercitar por ser praticada na água, despertando uma sensação de prazer e bem estar.

c4162ebc-a62f-405a-81a0-2587f8b6cb54

 

– Promove a flexibilidade muscular: a modalidade ainda ajuda a manter as articulações saudáveis e reduz o risco de doenças ósseas.

– Ajuda na recuperação de lesões: atletas lesionados são incentivados a praticar a natação ou fazer a reabilitação na piscina. Isso acontece devido à resistência na água, que faz com que os músculos trabalhem sem a tensão do impacto sentido na colisão contra o chão ou outra superfície.

– Requer maior gasto de energia: na água seus músculos trabalham cinco ou seis vezes mais do que em terra, portanto, o gasto calórico é maior do que em outros esportes, diminuindo assim o risco de lesões ósseas e musculares.

Mas existem outros benefícios da natação que você nunca pode ter imaginado:

-Coração: os movimentos da natação fortalece a musculatura cardíaca eliminando a gordura existente ao redor do coração, tornando esse órgão vital mais forte e diminuindo a existência de doença cardiovascular, já que ocorre um aumento na capacidade de bombear o sangue pelo corpo, estimulando também a circulação sanguínea, devido a pressão da água.

-Respiração: ajuda reduzir e prevenir os sintomas da asma, fortalecendo os músculos torácicos, aumentando a elasticidade e o volume dos pulmões devido a pratica de exercícios de respiração e ampliando a capacidade de absorver oxigênio.

-Autoestima: nadar libera sensação de independência, segurança e liberdade.

-Anti-stress: Para conciliar respiração e movimentos corporais, é necessário um grande nível de concentração. Um momento que sua mente esta livre pensando apenas no seu corpo, distanciando dos problemas do dia a dia. Libera também hormônios do bem estar: as endorfinas, gerando sensações agradáveis e relaxantes.

A natação melhora na redução do risco de diabetes, melhora o colesterol, controle de peso e proporciona um super alongamento, melhora a capacidade de raciocínio, diminui os sintomas de doenças cerebrais.

Kathia Licursi

Professora de natação atua na área á 33 anos, tendo fundado a Academia Swimming há 20 anos.

Compartilhar:

BENEFÍCIOS COM O TREINAMENTO DA CORRIDA DE RUA

adfd1282-fa30-44f4-aa68-224a6dcbfd6c

 

A corrida emagrece, aumenta o condicionamento físico, melhora a autoestima e ainda diminui o estresse. Com tantos benefícios não fica difícil entender porque a corrida é uma das modalidades esportivas mais praticadas em todo o mundo.

O exercício aeróbio (corrida) melhora o sistema cardiovascular, assim ajudando no controle da Pressão Arterial, na diminuição do colesterol ruim e triglicérides além de ter um alto gasto calórico.

Um dos benefícios importantes da corrida além da liberação de hormônio causador de bem estar (endorfina) é a melhora na recuperação da frequência cardíaca, assim quando se tratando de saúde um menor batimento cardíaco e uma diminuição da pressão arterial, diminui o risco de doenças cardíacas.

O corredor melhora o trabalho do coração, a circulação sanguínea, e isso aumenta a quantidade de nutrientes e oxigênio para as células musculares, resultando assim em uma maior resistência e melhora na performance.

O aumento do condicionamento físico ocorre como resultado de uma série de repetidas sessões de exercícios físicos. As adaptações causadas no organismo pelo exercício serão planejadas de forma detalhada e estruturada, respeitando os princípios do treinamento desportivo (WERKHOSHNSKY, 1996). Há vários tipos de nomenclatura de treinamento de corrida:Longos, Ritmo, Intervalados, Fartlek, Regenerativos, Subidas, Descidas, Educativos de corrida, Específicos, Tiros, Trote/leve, confortável, Moderado. Esses treinamentos visam melhorar o desempenho e a execução dos movimentos e são necessários adicioná-los ao um planejamento com uma periodização adequada.

É importante entender o seu corpo para iniciar os exercícios e contar com ajuda profissional é fundamental para melhorar o desempenho.

Dica: A corrida é extremamente benéfica se realizada corretamente, procure alternar seus treinamentos com um trabalho muscular de força (musculação), assim tendo uma melhor proteção em suas articulações.

Vamos correr?
Prof. Ms. Alessandro Rocha
Assessoria Personal Run Ltda Me
www.aprun.com.br

#aprun #personalrun #teampersonalrun #assessoriadecorrida #familiapersonalrun #corrabemparacorrersempre #corrida

Compartilhar:

 

 

 

 

 

Graduação Licenciatura Plena em Educação Física – 2002
Especialização Exercício aplicado à Reabilitação Cardíaca e Grupos Especiais 2006
Personal Trainner desde 2004
Proprietária da La Personal Academia desde 2007

 

83502ad1-c5dc-4c20-a396-7697f505bd49

 

É notório o crescente número de adeptos à musculação e a grande quantidade de informações científicas publicadas a respeito. Contudo, ainda são muitas as dúvidas que confundem diversas pessoas. Abaixo esclareço alguns tabus:

 

MUSCULAÇÃO X MULHERES – Ao contrário do que muitos pensam a musculação por si só é incapaz de a mulher masculinizada. Muito pelo contrário, a prática auxilia a mulher na diminuição de gordura corporal, aumento do tônus muscular (modelando os músculos) e é uma forte aliada no combate aos sintomas da TPM.

 

MUSCULAÇÃO x GRAVIDEZ – Ajuda no controle gestacional do diabetes e do peso corporal. Compensa as alterações biomecânicas progressivas relacionadas à fraqueza da musculatura abdominal e às lombalgias. É indispensável que o médico libere a gestante para a atividade física.

 

MUSCULAÇÃO X CRIANÇAS – São muitos os benefícios da prática da musculação para crianças. Por exemplo: melhora da coordenação motora, estimulação biológica favorável ao crescimento, correção da postura, aumento da flexibilidade, controle do peso corporal e diminuição do risco de lesões na prática esportiva.

 

MUSCULAÇÃO X IDOSOS – A prática tem aumentado a qualidade de vida dos idosos. O treinamento resistido aumenta a força muscular e previne a osteoporose, melhorando assim a marcha e aumentando a autonomia do idoso na execução das tarefas diárias.

 

MUSCULAÇÃO X HÉRNIA DE DISCO – Através da musculação diminui-se os desequilíbrios musculares e melhora-se a postura, contribuindo assim para a prevenção das discopatias. Para o indivíduo portador de hérnia de disco a prática pode ajudar através da recuperação da força muscular, diminuindo então a sobrecarga articular. Isto significa menos dor e aumento da mobilidade.

 

MUSCULAÇÃO X HIPERTENSOS – Até para os hipertensos a musculação é uma boa opção de atividade física. Vários estudos, de grande relevância científica, têm mostrado que o treinamento resistido moderado é um forte aliado na diminuição da pressão arterial.

É de suma importância que a prática da musculação seja orientada e supervisionada individualmente por um profissional de Educação Física especializado em sua prática.

 

Encorajem-se!

 

Bons treinos!

 

Por Larissa Esteves Quirino

Academia La Personal

Rua Ituiutaba, 895

(34) 9 9136.4746

Compartilhar:

Mariana Rodrigues tem 31 anos, é de Uberaba, Minas Gerais e pratica Muay Thai desde os 13 anos de idade. É  Começou a competir em 2007 e de lá para cá venceu quase todos os campeonatos, nessas categorias, que participou, sendo 4 vitórias por nocaute técnico. Fez duas lutas de MMA e saiu vitoriosa de ambas também por nocaute técnico. No campeonato Sul-americano de K1(muay thai), no ano de 2009, em Assunção no Paraguai, conquistou o troféu destaque como melhor atleta da modalidade. A luta está presente em sua vida todo o tempo. Além de atleta, também é formada em Bacharelado e Licenciatura em Educação Física, especialista em Treinamento Personalizado e proprietária do Upper Fight Club, centro de treinamento especializado em artes marciais. Abaixo, segue uma lista com os principais títulos conquistados por ela.

 

f6d9f739-470a-4081-9bdb-4f224a523460

 

 

PRINCIPAIS TÍTULOS:

* Campeã Mineira WAKO 2010, 2011, 2014 e 2017 de K1 (muay thai).

* Campeã Brasileira 2010, 2011 e 2014 de K1 (muay thai), pela CBKB.

* Campeã Sul-americana 2009 de K1(muay thai) – troféu destaque como melhor atleta da modalidade.

* Campeã Sul-americana e Intercontinente de Muay Thai e Submission.

* Campeã Panamericana de Kick Boxing 2010, modalidade K1.

* Campeã da II e III Copa Forth de MMA (VALE TUDO).

* Vice-campeã brasileira de Jiu Jitsu 2011.

Email: marythai375@hotmail.com

Telefone: 9135-8079 – Mariana

 

O Muay Thai é uma arte marcial que foi criada na Tailândia há mais de 2.000 anos com o objetivo de defender a população em períodos de guerra. Conhecida como a luta das oito armas, utiliza punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés para deferir os golpes contra os oponentes.

Em seu país de origem é o ganha pão de muitas pessoas, que colocam seus filhos para praticar desde criança para participar de campeonatos, tradicionais por lá como o futebol é por aqui. No Brasil também é conhecido como Boxe Tailandês.

Em Uberaba o Muay Thai começou a ser disseminado pelo mestre André Coelho e posteriormente pelo seu pupilo, o mestre Ilton Donizete, que hoje é referência nessa arte marcial. Logo depois veio a professora Mariana Rodrigues, que também se tornou referência no esporte por ser uma das primeiras mulheres a dar aulas de Muay Thai, participar de campeonatos e por todos os títulos que já conquistou, nacionais e internacionais.

Há 15 anos o método de ensino do Muay Thai era mais agressivo, propenso a lesões dos praticantes principalmente por não haver investimento das academias em equipamentos de proteção. Nessa época a maioria dos alunos eram homens, também pela fama de ser um esporte violento. Com o passar do tempo e de sua disseminação, muita coisa mudou. Começaram a perceber o potencial do Muay Thai no sentido de benefícios para a saúde e para o físico.

Por ser um treino que queima muita caloria, contribui para definição muscular, principalmente da região abdominal, alivia o estresse e melhora muito o condicionamento físico, foi tendo a adesão cada vez maior de mulheres, tanto no sentido de pratica como atividade física apenas, como na intenção de participação em campeonatos. Além disso, as academias perceberam o potencial financeiro desse esporte e começaram a melhorar seus espaços e oferecer maior segurança aos praticantes.

Atualmente o Muay Thai é praticado com diferentes objetivos. Alguns o procuram apenas pela parte estética e de condicionamento, como uma possibilidade fitness. Outros já o utilizam para aprender a se defender. E alguns ainda o entendem como uma técnica eficaz de combate, com o intuito de participar de campeonatos de luta, que ganham cada vez mais espaço. O Upper consegue agregar todos os públicos que o Muay Thai tem nesse momento de sua história, e tem essa arte marcial como carro chefe entre as suas modalidades, que pode ser praticada por todos os públicos, adultos, infantil e até pessoas da melhor idade.

Compartilhar:

A hidrolipodistrofia ginoide (HDLG), popularmente conhecida como “celulite”, envolve alteração do relevo cutâneo e ocorre em 80-90% da população feminina após a puberdade, aparecendo nas regiões da cintura pélvica, membros inferiores e abdômen. Alguns autores consideram-na um atributo próprio do sexo e não um estado patológico.

 

Reduzir-a-celulite.001-501x325-500x324

 

A denominação mais correta para a designação “celulite” e “hidrolipodistrofia ginoide”, por ser um termo científico que etimologicamente significa: hidro, de água; lipo, relativo a gordura; distrofia, desordem nas trocas metabólicas do tecido; e ginoide significa forma de mulher. Portanto, a celulite é uma alteração genuína e loco regional do panículo adiposo subcutâneo determinante do formato corporal característico da mulher, com perda do equilíbrio histofisiológico local. Ela modifica a estrutura histológica da pele e altera o tecido

conjuntivo e, consequentemente, ocorre polimerização excessiva dos mucopolissacarídeos, o que resulta no aumento da retenção de água, sódio e potássio, conduzindo a elevação da pressão intersticial e gerando compressão de veias, vasos linfáticos e nervos.

O tecido apresenta degeneração das fibras elásticas, proliferação de fibras de colágeno, hipertrofia dos adipócitos e edema5. Em função das inúmeras consequências decorrentes da fisiopatologia da celulite, a abordagem terapêutica deve envolver diversas fontes de ação, incluindo substâncias químicas e equipamentos.

 

A fisiopatologia da celulite pode ser dividida em quatro estágios evolutivos:

 

  • A alteração do esfíncter arteriolar pré-capilar conduz a modificação da permeabilidade capilovenular e dilatação capilar, com transudação e edema pericapilar e interadipocitário;
  • O edema dificulta as trocas metabólicas e desencadeia uma resposta conjuntiva, com consequente hiperplasia e hipertrofia do invólucro reticular, resultando na formação de uma trama irregular de fibrilas pericapilares e periadipocitárias.
  • As fibrilas se agregam em fibras de colágenos e se distribuem em arranjos capsulares em torno de grupos de adipócitos, formando os micronódulos;
  • Ocorre esclerose das traves conjuntivas e formação de macronódulos, pela confluência de muitos micronódulos.

 

Na histopatologia ha três fases evolutivas:

  • Alteração adipocitária, estase linfática e proliferação de fibrócitos;
  • Fibroplasia, colagênese e neoformação capilar, micro-hemorragias focais e hiperqueratose folicular, focos de edema discreto na derme. Corresponderia ao aspecto de “casca de laranja”.
  • Acentuação das alterações anteriores, esclerose do tecido conjuntivo da hipoderme e parte profunda da derme (aspecto acolchoado).

 

A celulite pode ser classificada, segundo o aspecto clínico, em quatro graus:

  • Grau I: Assintomático. Sem alterações clínicas observáveis.
  • Grau II: Apresenta alterações clínicas, como palidez, hipotermia,diminuição da elasticidade, relevo cutâneo, altera visivelmente apenas com a compressão ou a contração muscular; sinais visuais mínimos.
  • Grau III: Aspecto de “casca de laranja”, sensação palpatória de finas granulações nos planos profundos, dor a palpação, diminuição da elasticidade do tecido, palidez e hipotermia.
  • Grau IV: Mesmas características do grau III e presença de nódulos palpáveis, visíveis e dolorosos, grandes ondulações na superfície (aspecto de “saco de nozes”).

 

Etiologia da celulite.

A etiologia da celulite é desconhecida, mas uma variedade de causas parece contribuir para seu desenvolvimento, incluindo fatores genéticos, circulatórios, hormonais e alimentares9,10,11,13. As quatro principais hipóteses etiológicas baseiam-se em:

1) Fatores genéticos: o número, a disposição e a sensibilidade dos receptores para hormônios nos adipócitos são geneticamente determinados, conferindo a susceptibilidade  individual e em algumas raças, bem como o padrão clínico da doença. A incidência é maior na raça branca, quase não ocorrendo nas negras e orientais. A distribuição da gordura também é um fator genético, predominando o padrão ginóide nas latino-americanas e o androide nas europeias.

2) Alterações anatômicas e hormonais: A hipótese anatômica da celulite é baseada nas diferenças entre homens e mulheres em relação às características estruturais dos lóbulos de gordura subcutânea e dos septos de tecido conjuntivo que os separam. O aparecimento da celulite, caracterizada pela aparência ondulada e irregular da pele, é causado pela protrusão de gordura na interface dermohipodérmica. Essa alteração ocorre especificamente nas mulheres, devido à presença das bandas fasciais verticais10. O subcutâneo nos homens, por outro lado, é caracterizado por bandas fasciais horizontais e diagonais formadoras de estrutura que impede a herniação da gordura12. Uma vez que a celulite está presente em grande parte das mulheres pós-púberes e raramente é encontrada em homens sem deficiência androgênica, é altamente provável que os hormônios femininos desempenhem papel fundamental em sua etiopatogenia9. É por causa da natureza genética e hormonal da arquitetura da pele que a celulite é extremamente rara em homens com níveis normais de andrógenos, independentemente do peso13.

3) Alterações vasculares: O aumento da pressão capilar leva ao aumento da permeabilidade dos capilares venulares e à retenção de excesso do líquido na derme, entre os adipócitos e entre os septos interlobulares, provocando mudanças celulares e hipóxia tecidual10,13. O aumento da resistência lipolítica resultante da hipóxia e o aumento da lipogênese, causada pela ação do estrógeno, prolactina e dietas ricas em carboidratos levara à hipertrofia dos adipócitos. Os adipócitos alargados, juntamente com a hipertrofia e hiperplasia das fibras reticulares periadipócitos, forma micronódulos cercados por fragmentos de proteínas que, posteriormente, causam esclerose dos septos fibrosos, levando ao aparecimento da celulite. O efeito geral desse processo fisiopatológico é a redução do fluxo sanguíneo e da drenagem linfática das áreas afetadas.

4) Alimentação:  Excesso de açúcares e gordura levam à hiperinsulinemia e a lipogênese. O sal contribui para a retenção hídrica. A falta de proteínas favorece a desestruturação do tecido conjuntivo. A baixa ingesta de água e de fibras dificulta o funcionamento intestinal, levando à estase venosa. O consumo de álcool estimula a lipogênese.

 

Literatura Consultada

  1. Di Salvo RM. Controlling the appearance of cellulite. Surveying the cellulite-reduction effectiveness of xanthines, silanes, CoA, I-carnitine and herbal extracts. Cosmet Toilet Carol Stream. 1995; 110(7):50-9.
  2. Kurebayashi AK. HLDG. Cosmet Perf. 2003; 23:156.
  3. Smalls LK, Hicks M, Passeretti D, Gersin K, Kitzmiller, WJ, Bakhsh A, et al. Effect of Weight Loss on Cellulite: Gynoid Lypodystrophy. Plastic and Reconstructive Surgery. 2006; 118(2):510-16.
  4. Gersman A, Tariki MVR, Pinto R. Celulite e gordura localizadas: tratamento com nova formulação de alta eficácia. Rev Cosmiat Med Estét. 1996; 4(3).
  5. Galvão MMM. Drenagem linfática manual e ultrasom no tratamento do fibro edema gelóide em região glútea um estudo de caso. Faculdade Assis Gurgacz, Cascavel: 2005.
  6. Sanchez CF. Estudos anatomo-patológicos e termográficos da H.L.D.G. Rev Cosmiat Med Estét. 1994; 2(1):313.
  7. Curri SB. Las paniculopatías de estasis venosa: diagnostico clínico e instrumental. 2ª ed. Barcelona: Hausmann; 1991.
  8. Salgado-Santos IMN. Emprego do ultrasom modo B e com efeito Doppler, termômetro infravermelho e medidas antropométricas na avaliação de uma formulação cosmética anticelulítica contendo extrato hidroglicólico de Trichilia catigua e Ptychopetalum olacoides Bentham. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. p. 183.
  9. Wanner M, Avram M. An evidence-based assessment of treatments for cellulite. J Drugs Dermatol. 2008; 7(4):341-5.
Compartilhar:

A acne é uma doença inflamatória crônica do folículo pilo-sebáceo, caracterizada inicialmente pela presença de um cômedo, comedão ou “cravo” que acomete principalmente nas regiões da face, parte superior do tórax e o dorso, área com maior densidade de folículos sebáceas.

É um problema típico entre os adolescentes que acomete 60% nas meninas (com início aos 14 anos) e cerca de 70% nos meninos (com início aos 16 anos), sendo as formas mais intensas no sexo masculino. Trata-se de uma doença altamente prevalente. Acomete 80% da população com idade entre 11 e 30 anos e afeta de 85 a 100% da população em qualquer momento da vida.

 

Remédios_caseiros_para_acne

 

Como se manifesta?

Os sintomas da acne variam de acordo com cada pessoa e, na maioria das vezes, são de pequena a média intensidade. As manifestações são variadas e incluem:
• Comedões (cravos): folículos pilosos entupidos com sebo;
• Pápulas: lesões sólidas mais altas, com 5mm ou menos, arredondadas, endurecidas e eritematosas;
• Pústulas: lesões com contém pus;
• Nódulos: lesões caracterizadas pela inflamação, que se expandem por camadas mais profundas da pele e podem levar à destruição de tecidos, causando cicatrizes.
• Cistos: maiores que as pústulas, inflamados, expandem-se por camadas mais profundas da pele, podem ser muito dolorosos e deixar cicatrizes.

 

Classificação da acne

A acne pode ser classificada de acordo com sua gravidade:
• Acne Grau I – presença apenas de comedões (cravos), sem lesões inflamatórias (espinhas);
• Acne Grau II – comedões, pápulas e pústulas;
• Acne grau III – comedões, espinhas,  pústulas e cistos.
• Acne Grau IV – comedões, espinhas, lesões císticas maiores que podem se interconectar pela pele (acne conglobada), formando “túneis”.

 

Etiopatogenia da Acne, os 5 mais importantes:

1 – Hipersecreção sebácea;

2 – Proliferação e colonização da bactéria Popionibacterium acnes (P. acnes);

3 –Fatores individuais e imunológicos;

4 – Ceratose do canal folicular com consequente estreitamento e retenção do sebo;

5 – Liberação de mediadores inflamatórios no folículo e na derme adjacente.

 

O tratamento varia de acordo com a gravidade do caso e o tipo de pele, geralmente com o uso de produtos tópicos e orais, indicados por um profissional habilitado.

Compartilhar:
12
Perfil
Mona Lisa Bevilacqua

Empresária, Graduada em Farmácia Industrial, Pós-graduada
em Manipulação Magistral Alopática, MBA em
Cosmetologia e
com cursos de
cosméticos realizados
em Paris e Mônaco.
Saiba Mais
Chat Online
LiveZilla Live Chat Software
LiveZilla Live Chat Software
Horários de atendimento para Orçamento Online:
De seg. a sex. das 08h às 18h.
Sábado. das 08h às 13h.
Newsletter
Fique por dentro das novidades.
Loja Virtual
Mais Acessados


Contato

34 3331-0500
Avenida Santos Dumont, 1050
Uberaba / MG - CEP 38060-600
Sobre o Blog

Este é um canal de comunicação da Farmácia AcquaBella com todos os nossos públicos: Clientes, Colaboradores, Sociedade e Fornecedores.
Farmácia AcquaBella © Todos direitos reservados 2014.