lapa

 

 

Latanoprosta é um análogo direto da prostaglandina F2-alfa, comumente utilizado sob a forma de colírio no tratamento de glaucoma e hipertensão ocular, que apresenta como efeito adverso o aumento da densidade ciliar. Com base nesta evidência, estudos avaliaram sua ação no tratamento de alopecia. Foi observado o aumento significativo da densidade capilar, tanto de pelos terminais quanto de pelos velus.

 

A ação de Latanoprosta ocorre principalmente através do estímulo aos folículos capilares, prolongando a fase anágena e promovendo a conversão da fase telógena à fase anágena. Estudos recentes mostraram que o uso de Latanoprosta no tratamento de alopecia tem apresentado resultados de grande eficácia promovendo – em um período relativamente curto – o aumento ativo da densidade capilar e redução de sua queda. Observou-se que os efeitos no crescimento capilar ocorrem no início da fase anágena. Sua ação, provavelmente nas papilas dérmicas, promoveu maior quantidade de pelos, que apresentaram também maior espessura e comprimento.

 

Prostaglandinas e sua importância no ciclo capilar:

As prostaglandinas desempenham um papel essencial durante o ciclo de desenvolvimento capilar. Concentrações adequadas permitem o equilíbrio entre as fases anágena (crescimento), catágena (regressão) e telógena (queda).

 

O desbalanço na concentração de prostaglandinas na região do couro cabeludo leva a uma redução da fase anágena e ao aumento das fases catágena e telógena. Assim, maior proporção de ase de queda e menor proporção na fase de crescimento capilar, gerando a alopecia.

Neste quadro, ocorre a miniaturização dos folículos capilares, reduzindo a conversão de pelos velus a pelos terminais, dando origem a pelos com tamanho e espessura reduzidos. Estudos recentes mostraram que o uso de Latanoprosta no tratamento de alopecia tem apresentado resultados de gr omovendo – em um período relativamente curto – o aumento tivo da densidade capilar e redução de sua queda.

 

Observou-se que os efeitos no crescimento capilar ocorrem no início da fase anágena. Sua ação, provavelmente nas papilas dérmicas, promoveu maior quantidade de , que apresentaram também maior espessura e comprimento.

 

Aplicações indicadas

  • Alopecia androgenética feminina
  • Alopecia androgenética masculina
  • Alopecia areata
  • Eflúvio anágeno
  • Eflúvio telógeno

 

Benefícios

  • Estímulo à fase anágena
  • Redução da queda capilar
  • Aumento da conversão de pelos velus em pelos terminais
  • Aumento da densidade e pigmentação capilar
  • Efeitos mais potentes, rápidos e duradouros que os tratamentos atualmente disponíveis

 

A formulação magistral permite o uso das formas farmacêuticas mais apropriadas para cada região, como gel-creme e espuma. Com isso, o paciente tem maior conforto na aplicação, além de segurança de uso.

O medicamento individualizado também permite a associação de outros ativos, para ação potencializada e maior adesão ao tratamento.

*Consulte seu Dermatologista*

 

lano

Compartilhar:
Perfil
Mona Lisa Bevilacqua

Empresária, Graduada em Farmácia Industrial, Pós-graduada
em Manipulação Magistral Alopática, MBA em
Cosmetologia e
com cursos de
cosméticos realizados
em Paris e Mônaco.
Saiba Mais
Chat Online
LiveZilla Live Chat Software
LiveZilla Live Chat Software
Horários de atendimento para Orçamento Online:
De seg. a sex. das 08h às 18h.
Sábado. das 08h às 13h.
Newsletter
Fique por dentro das novidades.
Loja Virtual
Mais Acessados


Contato

34 3331-0500
Avenida Santos Dumont, 1050
Uberaba / MG - CEP 38060-600
Sobre o Blog

Este é um canal de comunicação da Farmácia AcquaBella com todos os nossos públicos: Clientes, Colaboradores, Sociedade e Fornecedores.
Farmácia AcquaBella © Todos direitos reservados 2014.