Alguns tipos de cânceres têm maior magnitude e são passíveis de prevenção primária (prevenção da ocorrência) ou secundária (detecção precoce). O INCA (Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Silva) mostra a estimativa de incidência para o ano de 2014 para o Câncer de mama feminina de 57.120 casos novos (risco estimado de 56,09 casos a cada 100.000 mulheres).

 

cancer-mama-raio-x-436a

 

É o segundo tipo mais frequente nas mulheres na região Sudeste, Sul e Centro-Oeste (1º lugar: tumores de pele tipo não melanoma). Mais de 80% dos cânceres originam no epitélio ductal, minoria no epitélio lobular. A sobrevida nos países desenvolvidos vem aumentando nos últimos 40 anos, sendo 85% em cinco anos; já em países em desenvolvimento está entre 50-60%. É a maior causa de morte por câncer em mulheres em todo o mundo, sendo 1º lugar em países em desenvolvimento e 2º lugar em países desenvolvidos (atrás somente de câncer de pulmão).
Fatores de risco bem conhecidos: idade (taxa de incidência aumenta rapidamente até os 50 anos), fatores da história reprodutiva da mulher, história familiar (mutação nos genes BRCA1 e BRCA2), consumo de álcool, excesso de peso, sedentarismo, exposição à radiação ionizante e alta densidade do tecido mamário. Amamentação, atividade física, e alimentação saudável com a manutenção do peso corporal estão associados a menor risco de desenvolver câncer de mama.

 

Figura do auto-exame das mamas:

 

 

auto_exame_de_mama

 

 

A mamografia e o exame clínico das mamas é estratégia para detecção precoce do câncer de mama com risco padrão. Mulheres entre 40 e 49 anos devem fazer anualmente o exame clínico das mamas, com profissional de saúde capacitado (médico ou enfermeiro) nas Unidades Básicas de Saúde. Caso seja identificada alguma alteração suspeita, o profissional pedirá uma mamografia para confirmação diagnóstica. Já entre os 50 e os 69 anos é recomendada a realização de mamografias de rastreamento, a cada dois anos. Mulheres com risco aumentado de desenvolver câncer de mama (as que têm mãe ou irmã com câncer de mama antes dos 50 anos; história familiar de câncer de mama bilateral, câncer de ovário ou câncer de mama masculino) devem iniciar o acompanhamento aos 35 anos.

 

A Lei 12.732/12, conhecida como Lei dos 60 dias, garante aos pacientes com câncer o início do tratamento em no máximo 60 dias após a inclusão da doença em seu prontuário, no SUS. O prazo máximo vale para que o paciente passe por uma cirurgia ou inicie sessões de quimioterapia ou radioterapia, conforme prescrição médica.

 

manuella_ass

 

Compartilhar:
Perfil
Mona Lisa Bevilacqua

Empresária, Graduada em Farmácia Industrial, Pós-graduada
em Manipulação Magistral Alopática, MBA em
Cosmetologia e
com cursos de
cosméticos realizados
em Paris e Mônaco.
Saiba Mais
Chat Online
LiveZilla Live Chat Software
LiveZilla Live Chat Software
Horários de atendimento para Orçamento Online:
De seg. a sex. das 08h às 18h.
Sábado. das 08h às 13h.
Newsletter
Fique por dentro das novidades.
Loja Virtual
Mais Acessados


Contato

34 3331-0500
Avenida Santos Dumont, 1050
Uberaba / MG - CEP 38060-600
Sobre o Blog

Este é um canal de comunicação da Farmácia AcquaBella com todos os nossos públicos: Clientes, Colaboradores, Sociedade e Fornecedores.
Farmácia AcquaBella © Todos direitos reservados 2014.