Destaques

post 29

 

Extrato purificado de Catequinas enriquecido em galato de epigalocatequina e descafeinado, obtido com tecnologia Phytosome®, para prevenção e tratamento da obesidade e suas comorbidades.

 

– Alto teor de catequinas com dupla padronização: 60% de catequinas e 40% de galato de epigalocatequina (GEGC);

– Alta biodisponibilidade de catequinas;

– Ação termogênica e sobre a redução de peso corporal;

– Ausência de cafeína.

 

Como vantagens da utilização de GREENSELECT PHYTOSOME®, além do aumento da biodisponibilidade e consequentemente da eficácia terapêutica dos fitoativos incorporados, há a possibilidade de redução das doses convencionais de fitoativos, de agregar o valor nutricional e a atividade hepatoprotetora da fosfatidilcolina e ainda de utilizar um produto descafeinado e desprovido das ações estimulatórias centrais e periféricas da cafeína, o que é importante para indivíduos mais sensíveis à substância e portadores de doenças cardiovasculares.

 

A redução do peso corporal é um importante alvo para reduzir os efeitos prejudiciais da SM PINASTER para a saúde. A realização deste objetivo exige mudanças no estilo de vida e, muitas vezes, medidas farmacoterapêuticas, que incluem a fitoterapia. O efeito do fitoativo Catequina, agente termogênico mais conhecido, é, portanto, esperado para ser mais evidente quando associada a uma intervenção estilo de vida que envolve tanto a restrição alimentar e exercícios físicos.

 

Os efeitos benéficos de GREENSELECT PHYTOSOME® foram avaliados em estudo clínico com voluntários que apresentavam valores limítrofes para diferentes parâmetros que definem a SM e com aumento do estresse oxidativo plasmático. Após 24 semanas de tratamento, a observação de melhora do peso corporal, perfil lipídico e pressão arterial posicionaram 68% dos indivíduos tratados com GREENSELECT PHYTOSOME®, como fora dos parâmetros e do perfil característico da SM, enquanto que 80% dos indivíduos do grupo controle se mantiveram nas condições iniciais, definidas como limítrofes para a SM. O tratamento foi efetivo para a melhora de diferentes parâmetros individuais, como peso corporal e circunferência da cintura o que é importante para uma doença que tem características multifatoriais (BRANDÃO, A.P. 2005 e BELCARO, G., et al. 2013).

 

Toxicidade/Contraindicações

Crianças, gestantes e lactantes devem consultar um profissional da área da saúde antes de fazer o uso.

 

Dosagem e Modo de Usar : Ingerir 120 mg duas vezes ao dia.

 

Referências Bibliográficas

AMIN, T., BHAT, S. V. A review in phytosome technology as a novel approach to improve the bioavailability of nutraceuticals. International Journal of Advancements in Research and Technology, 1(3): 43-57, 2012.

BHATTACHARYA, S. PHYTOSOMES. The new technology for enhancement of bioavailability of botanicals and nutraceuticals. International Journal of Health Research, 2(3): 225-232, 2009.

BELCARO, G., LEDDA, A., HU, S., CESARONE, M. R., FERAGALLI, B., DUGALL, M. Greenselect Phytosome for borderline metabolic syndrome. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine : eCAM, 2013, 869061. http://doi.org/10.1155/2013/869061.

BRANDÃO, A.P. PINASTER ; BRANDÃO, A.A.; NOGUEIRA, A.R.; SUPLICY, H.; GUIMARÃES, J.I.; OLIVEIRA, J.E.P. I Diretriz Brasileira de Diagnóstico e Tratamento da Síndrome Metabólica. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 84, Suplemento I, 2005.

DI PIERRO, F.; MENGHI, A.B.; BARRECA, A.; LUCARELLI, M.; CALANDRELLI, A. GreenSelect® Phytosome as an adjunct to a low-calorie diet for treatment of obesity: a clinical trial. Alternative Medicine Review, 14(2): 154-160, 2009.

PIETTA, P.; SIMONETTI, P.; GARDANA, C.; BRUSAMOLINO, A.; MORAZZONI, P.; BOMBARDELLI, E. Relationship between rate and extent of catechin absorption and plasma antioxidant status. Biochemistry and Molecular Biology International Journal, 46(5): 895-903, 1998

Compartilhar:

post 28

 

 

O PeaFlex é um suplemento alimentar composto pela Palmitoiletanolamida (PEA), uma substância derivada de ácido graxo, que ocorre naturalmente na membrana de todas as nossas células.

 

Diversas condições clínicas estão relacionadas com alterações nos níveis de PEA, tanto sistêmica como local. Diversos estudos demonstram que o uso de PEA é capaz de reduzir inflamação e dor aguda, sendo que o efeito da administração de PEA é dose-dependente. Desta forma, a PEA se mostrou eficaz no controle de dor crônica e neuropática, através de sua atividade anti-inflamatória e analgésica.

 

PeaFlex™ é um lançamento exclusivo da Idealfarma, é amplamente estudado, possui mais de 500 artigos publicados que confirmam a capacidade de PeaFlex™ atuar por diversos mecanismos, reduzindo a dor e a inflamação, além de preservar a estrutura do nervo periférico.

 

PEA é produzido por uma via enzimática simples na membrana lipídicas de todas as células do corpo e é facilmente degradado no citoplasma. Sendo assim, nenhum clearance hepático ou renal é necessário.

 

Diversos estudos de interação foram realizados com outros analgésicos, como a pegabalina e oxicodona, verificando que PEA reforça a atividade antinociceptiva destes outros analgésicos, sem interações prejudiciais, sendo possível o uso em associação sem riscos.

 

PEA atua através da modulação biológica de diversos alvos intracelulares e de membrana, canais iônicos e receptores TRPV1, desta forma, o tempo necessário para a efetividade de PeaFlex pode variar de acordo com cada paciente. Normalmente, os benefícios já podem ser sentidos com 1 semana de uso.

 

Mecanismo de ação:

Estudos observaram que o tratamento crônico com PEA não só é capaz de reduzir a dor, mas também preservar a morfologia do nervo periférico, diminuir o edema endoneural, o recrutamento e a ativação dos mastócitos, e a produção de mediadores pró-inflamatórios em lesão local. Sendo assim, é possivel verificar que a PEA, através da regulação dos processos inflamatórios persistentes, pode atuar diretamente sobre as alterações no tecido nervoso responsáveis pela dor, e, desta forma, agir como um agente modificador da doença.

 

PEA atua modulando citocinas inflamatórias e, assim, diminuindo processos inflamatórios, principalmente inflamações crônicas. Ainda, é capaz de promover atividade analgésica por se ligar a receptores específicos de dor.

 

PEA é agonista de receptores canabinoides CB1 e CB2, e atua sobre o sistema canabinoide, justificando sua atividade analgésica, anti-hiperalgésica e antialodínica.

 

Efeitos colaterais e Reações adversas: estudos clínicos não evidenciaram nenhum efeito colateral significativo ou reação adversa.

Interações: estudos clínicos não relataram interações negativas.

Contra indicações e Precauções: não foram encontrados relatos na literatura até o momento.

Posologia: 400mg até 3 vezes ao dia.

 

Sugere-se o seguinte protocolo:

Primeiros 2 meses: administrar 400mg 3 vezes ao dia (1200mg/dia).

Próximos 2 meses: no caso de melhora dos sintomas, administrar 400mg 2 vezes ao dia (800mg/dia).

Após 4 meses, considerar conforme a necessidade:

– 400mg 2 vezes ao dia (800mg/dia).

– Reduzir a administração para 400mg ao dia.

– Parar a administração.

 

 

Referências:

  1. BISOGNO, T. et al. Biosynthesis, Uptake, and Degradation of Anandamide and Palmitoylethanolamide in Leukocytes. The Journal of Biological Chemistry. 1997; 272(6):3315-3323.
  2. CONTI, S. et al. Antiinflamatory action of endocannabinoid palmitoylethanolamide and the synthetic cannabinoid nabilone in a model of acute in¯ammation in the rat. British Journal of Pharmacology. 2002; 135:181- 187.
  3. COSTA B, et al. Therapeutic e€ ect of the endogenous fatty acid amide, palmitoylethanolamide, in rat acute in¯ammation: inhibition of nitric oxide and cyclo-oxygenase systems. British Journal of Pharmacology. 2002; 137:13-420.
  4. COSTA B, et al. The endogenous fatty acid amide, palmitoylethanolamide, has anti-allodynic and anti hyperalgesic effects in a murine model of neuropathic pain: involvement of CB1, TRPV1 and PPARγ receptors and neurotrophic factors 2008;139:541–550.
  5. DÉCIGA-CAMPOS, M.; RAMÍREZ-MARÍN, P.M., LÓPEZ-MUÑOZ, F.J. Synergistic antinociceptive interaction between palmitoylethanolamide and tramadol in the mouse formalin test. Eur J Pharmacol. 2015; 765:68-74.
  6. DI MARZO, V. et al. Palmitoylethanolamide inhibits the expression of fatty acid amide hydrolase and enhances the anti-proliferative effect of anandamide in human breast cancer cells. Biochem. J. 2001; 358:249-255.
  7. DI MARZO, V.; SKAPER, S.D. Editorial: palmitoylethanolamide: biochemistry, pharmacology and therapeutic use of a pleiotropic anti-inflammatory lipid mediator, CNS & Neorological Disorders-Drug Tarvets. v.12, p.4-6, 2013.
  8. GABRIELSSON, L., MATTSSON, S. AND FOWLER, C. J. Palmitoylethanolamide for the treatment of pain: pharmacokinetics, safety and efficacy. Br J Clin Pharmacol (2016). Disponível em: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/bcp.13020/epdf
  9. GIORNO, R.D. et al. Palmitoylethanolamide in Fibromyalgia: Results from Prospective and Retrospective Observational Studies. Pain Ther. 2015; 4:169– 178.

 

Compartilhar:

post 27

 

O consumo de cafeína está associado à redução do risco de fibrose hepática em pacientes que apresentam esteatose hepática não alcoólica (EHNA)3. Como tratamento do EHNA, a administração de probióticos + metformina é eficaz na melhora da função hepática, melhorando o grau da doença e reduzindo os níveis das enzimas AST e ALT.

 

A doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) é atualmente uma das causas mais comuns de aumento das enzimas hepáticas e doença hepática crônica no ocidente. Atribuído ao rápido aumento da taxa de obesidade, juntamente a outros componentes da síndrome metabólica, como o diabetes tipo II, a prevalência de DHGNA está crescendo a um ritmo alarmante em adultos e crianças.

 

 

Apesar da ligação bem estabelecida entre DHGNA e o índice de massa corporal (IMC), indivíduos obesos e com sobrepeso não são os únicos que estão em risco de desenvolver DHGNA e esteatose hepática não-alcoólica (EHNA). A propensão de EHNA ser uma doença progressiva sugere que intervenções precoces podem potencialmente prevenir as manifestações mais graves nos últimos estágios da doença. Estas observações indicam que o desenvolvimento da esteatose hepática é realmente multifatorial, tais como os hábitos alimentares que podem desempenhar um papel importante no desenvolvimento de esteatose hepática.

 

 

Estudos demonstraram que o aumento da ingestão de café está associado a menor incidência de atividade anormal da enzima alanina aminotransferase (ALT). Além disso, outros estudos indicam uma relação inversa entre café e os níveis de g-glutamil transferase e aminotransferases séricos.

 

 

Cafeína e doença hepática

 

A cafeína reduz os lipídeos intra-hepáticos através da ativação da via autofágica-lisossomal, resultados observados nos testes em in vitro e in vivo;

 

– Ocorre mobilização e hidrólise do triglicerídeos em ácido graxos livre (FFA) através desta via autofágica –oxidação na mitocôndria;

– Isto proporciona aumento do fluxo de acilcarnitina, β-oxidação desses ácidos graxos livres e fosforilação oxidativa;

– A cafeína reduz o desenvolvimento da esteatose hepática não-alcoólica aumentando a autofagia e a absorção dos lipídeos pelos lisossomos.

 

usocafé

Compartilhar:

post 25

 

Quando a mulher se depila, não são apenas os pelos que saem, mas também a pele. Os resultados dos estudos demonstraram que 36% das células da pele são retiradas quando alguém se depila com lâminas. Estas lesões são uma das principais causas de infecções na região axilar. Grande parte das mulheres se depila com lâminas, o que resulta no escurecimento das axilas. Este tipo de depilação agride a pele, e tende a deixar as axilas com cor indesejável. Estudos realizados pelo centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Unilever, no Reino Unido, mostraram que a depilação com lâminas causa sérias lesões na pele.

 

Na falta de uma depiladora e no anseio de manter os pelos longe, as mulheres apelam para as famosas lâminas de barbear que, apesar da praticidade, causam estragos à pele. Além de engrossarem os fios, as lâminas escurecem a pele na região depilada e, por isso, as axilas tendem a ter aquela cor escurecida após algum tempo de depilação.

 

A depilação frequente com lâminas remove o estrato córneo da região axilar, o que traduzindo em miúdos, significa que cada vez que se utiliza uma lâmina para se depilar, retira-se um pouco da camada superior da pele, além de deixar a camada inferior exposta a riscos como infecções e lesões. Esta ação também resulta na formação de melanina, substância responsável pela coloração escura da pele.

 

O buço, as axilas e a virilha possuem tendência natural a manchar. E a depilação contribui: ao ser agredida, a pele reage com um aumento na produção de melanina, o que causa o escurecimento. Alterações hormonais e exposição ao sol também propiciam o surgimento da mancha.

 

Despigmentação localizada – Creme Clareador uso noturno

Algumas mulheres por características genéticas, cor da pele, tipos de vestuário, problemas de saúde, hábitos alimentares ou hábitos inadequados de higiene podem apresentar a pele das regiões das axilas hiperpigmentadas, ou seja, bem mais escura do que a pele normal. As causas mais frequentes de hiperpigmentação axilar são: a pele morena e negra, infecções, inflamações, pelos encravados, uso de ceras para depilação, hipercromia pós-inflamatória e problemas hormonais.

 

Antitranspirante seguro e não-irritante – Doppia 48 Hrs

Sabemos que a pele pode sofrer adaptações e se tornar mais resistente. Entretanto, esta adaptação muitas vezes é insuficiente para proteger totalmente a axila dos danos e irritação resultantes da remoção dos pelos.

 

Raspar as axilas promove remoção do estrato córneo e dos pelos axilares (com uma média de 36,1% de o detrito ser resíduo de pele);

– Nas áreas raspadas com a lâmina, os estudos demonstraram que a espessura da epiderme é maior que em áreas com o pelo em crescimento, sem depilação;

– Há presença maior de histamina, pápulas e lesões.

Compartilhar:

post 22

 

Adipogen é uma incrível associação sinérgica, da medicina Ayurvédica, segura e eficaz de folhas de Piper betle e das sementes de Dolichos biflorus. Apresenta uma potente ação antiadipogênica, inibe o processo de diferenciação de pré-adipócitos em adipócitos maduros e, consequentemente, o acúmulo excessivo de gordura. Além disso, estimula a lipólise e a metabolização da gordura nos adipócitos maduros. Atua também na redução dos níveis séricos de Grelina, hormônio produzido predominantemente no estômago, responsável pela fome, pela quebra da glicose e formação de gordura, além de aumentar os níveis de Adiponectina, hormônio relacionado com o catabolismo de ácidos graxos e controle da glicemia.

 

Eficácia clínica comprovada (a partir de 4 semanas):

↑ Adiponectina em 15,35%
↓ Grelina em 20,85%
↓ 3 Kg

 

O tecido adiposo considerado como órgão endócrino, atua no metabolismo e controle de diversos sistemas, uma de suas funções é a síntese de diversas substâncias como adiponectina, glicocorticoides, TNF-α, hormônios sexuais, interleucina 6 (IL-6) e leptina.

 

A leptina é um hormônio que contribui na manutenção da homeostase corpórea, por comunicar-se com o cé­rebro para o controle da ingestão de alimento. Além disso regula a função endócrina, o metabolismo da gli­cose e de gorduras.

 

A adiponectina é uma adipocina, hormônio secretado predominantemente pelo tecido adiposo branco, que controla a ingestão alimentar, homeostase energética, protege contra aterosclerose e o aumento da sensibili­dade à insulina. Estudos demonstraram que os níveis de adiponectina circulante são menores em pacientes obe­sos, diabéticos e cardiopatas.

 

A grelina é um hormônio peptídico, sintetizado predo­minantemente no estômago, responsável pela oxida­ção da glicose e lipogêneses. Este hormônio também está envolvido no controle da fome, por atuar na sina­lização dos centros hipotalâmicos que regulam inges­tão de alimento e gasto energético. Assim, a grelina está diretamente envolvida na regulação do balanço energético de curto prazo. Altos níveis de grelina na circulação são encontrados em indivíduos em jejum e estado de hipoglicemia e a sua concentração é dimi­nuída após a ingestão de alimentos, com isso níveis elevados de grelina estão relacionados ao aumento do consumo de alimentos.

 

 

Estudos Clínicos

 

Uma pesquisa randomizada, duplo-cega, placebo controlada foi realizada para avaliar a eficácia antiadipogênica da combi­nação sinérgica do extrato de Piper betle e Dolichos biflorus em 50 voluntários. Os pacientes durante a pesquisa possuiam uma dieta de 2.000 Kcal por dia, realizavam caminhadas de 30 minutos 5 vezes por semana e administravam 900mg/d do produto ou o placebo 30 minutos antes do café da manhã, almoço e jantar. O tratamento foi realizado durante 8 semanas com avaliações nos dias 14, 28 e 56. Foram avaliados os pa­râmetros de peso corpóreo, altura, circunferência de quadril e cintura, sinais vitais, análises bioquímicas e hematológicas. Os resultados no grupo tratado com o extrato de Piper betle e Dolichos biflorus demonstraram uma redução de 3,11±0,23 kg e 4,28±0,40 kg de peso corpóreo na 4ª e 8ª semanas, comparado com os dados iniciais. O IMC reduziu 1,19±0,08 e 1,66±0,15kg/m2, no mesmo período. Houve uma redução de 2,4 vezes do peso corpóreo e 2,37 vezes de IMC comparado com o placebo. O grupo tratado apresentou uma redução dos níveis séricos de grelina de 20,85% e um aumento de adipo­nectina de 15,35% comparado com o placebo ao longo do estudo. Também observou-se uma redução de 3 vezes dos níveis de triglicerídeos no grupo tratado.

 

“Consulte um profissional habilitado à prescrição”

 

Referências Bibliográficas

  1. Anderson, J W, Konz, E C. Obesity and Disease Management: Effects of Weight Loss on Co­morbid Conditions. Obesity Research Vol. 9 Suppl. 2001.
  2. Obesity and Overweight, World Health Organization. http://www.who.int/mediacentre/fact­sheets/fs311/en/
  3. The Obesity Society. http://www.obesity.org/resources/facts-about-obesity/obesity-latin-america
  4. Romero, C E, Zanesco, A. O papel dos hormônios leptina e grelina na gênese da obesidade. Rev. Nutr., Campinas, 19(1):85-91. 2006
  5. Sengupta, K, Mishra, A T, Rao, M K, Sarma, K VS, Krishnaraju, A V, Trimurtulu, G. Efficacy of an herbal formulation LI10903F containing Dolichos biflorus and Piper betle extracts on weight management. Sengupta et al. Lipids in Health and Disease 2012, 11:176.
Compartilhar:

post 20

 

 

A acne é uma doença crônica do folículo pilossebáceo, que se desenvolve sob influência hormonal. A acne vulgar é, provavelmente, a mais frequente doença cutânea, afetando 85 a 100% da população em qualquer momento da sua vida.

 

Cerca de 80% dos adultos jovens e adolescentes são acometidos pela acne, sendo que parte desta população tem uma baixa autoestima e muitas vezes dificuldades de se relacionar com as outras pessoas.

 

Pensando nisso, a Farmácia Acqua Bella desenvolveu o Bastão Corretivo Antiacne, especialmente para tratamento da pele acneica. Essa formulação possui componentes que, quando associados, agem de maneira complementar reduzindo a inflamação, o eritema e o Propionibacterium acnes, melhorando o processo de cicatrização e a aparência geral da pele.

 

Mecanismo de Ação

 

acne

 

 

Benefícios e Vantagens

 

  • Ideal para tratamento da pele acneica;
  • Reduz a inflamação e o eritema ocasionados pelas lesões da acne;
  • Reduz a contaminação bacteriana por Propionibacterium acnes;
  • Auxilia na melhora do processo de cicatrização da pele;
  • Melhora a aparência da pele de uma forma geral;
  • Ajuda a cobrir as imperfeições da pele de maneira instantânea;
  • Embalagem prática e fácil de aplicar;
  • Não irrita e nem provoca processo de descamação da pele.

 

 

 

Principais Ingredientes da Formulação

Bastão Corretivo Antiacne:

 

Componente Benefícios
ÁCIDO AZELÁICO

 

É um agente que age na mitocôndria da célula e tem pouco ou nenhum efeito em outras células da pele ou melanócitos normais. Atua como inibidor competitivo da tirosinase “in vitro”. É indicado para melasma, cloasma, acne, síndromes melanóticas, hiperpigmentação.
NANOSPHERAS ÁC. SALICÍLICO

 

Promove liberação prolongada e gradual do ácido salicílico. Promove ação queratolítica, antiacne e antiaging de forma eficaz e segura.
ÓLEO DE MELALEUCA

 

Estudos clínicos demonstraram que o uso tópico do óleo essencial de melaleuca na pele de pacientes com acne é capaz de melhorar de forma geral as lesões acneicas e a severidade do quadro.
 

       GLUCONOLACTONA

 

 

 

Efeito modificando a queratinização e prevenindo o desenvolvimento dos comedões. Eficaz em reduzir o número de lesões inflamadas pode indicar uma atividade antiinflamatória.

 

Escolha a Coloração Mais Indicada Para a Pele:

 

Coloração Nº 1

pele1

 

 

Nº 2

 

pele2

 

 

 

 

 

 

Nº 3

 

pele3

 

 

 

 

Tipo de Pele Pele Clara Pele Média Pele Escura

 

 

 

Compartilhar:

post 18

 

 

Levar uma vida saudável é a melhor forma de afastar doenças cardiovasculares, obesidade e até câncer. Mas você sabe o que fazer para manter a saúde em dia? A seguir, confira algumas dicas simples e eficazes:
 

  1. Inclua castanhas na rotina alimentar

“Castanhas-do-pará, de caju, nozes e amêndoas possui baixo índice glicêmico, o que significa que não alteram os níveis de insulina no sangue e provocam sensação de saciedade. Também são fontes ricas em fibras, ferro, vitamina E e selênio, mineral importante para o bom funcionamento da tireoide”, diz a a nutróloga Liliane Oppermann. Para aproveitar tudo que as castanhas têm de bom, sem exagerar nas calorias, Liliane recomenda a ingestão de 2 castanhas-do-pará, 3 castanhas de caju, 2 nozes ou 5 amêndoas (escolha apenas uma das opções).

 

  1. Reduza a ingestão de sal e aumente o consumo de água

Além de favorecer o inchaço de pernas, pés, barriga e outras regiões do corpo, o excesso de sal pode comprometer a saúde. “A retenção de líquidos provocada pelo consumo exagerado de sal sobrecarrega o coração, rins e vasos sanguíneos e também pode levar à hipertensão”, explica a médica Liliane Oppermann. A nutróloga recomenda a ingestão de 2 litros de água. Leite, água de coco e sucos podem ajudar a alcançar esse patamar, mas o ideal é que a água pura seja a principal fonte.

 

  1. Não pule o café da manhã

O café da manhã diário é necessário para nutrir o organismo. “É o momento em que o corpo está ávido por nutrientes, já que passou 7 ou 8 horas em jejum, durante o sono. O organismo precisa de energia para começar o dia, além de vitaminas e sais minerais. Se uma pessoa comer fruta no café da manhã, seus nutrientes serão mais bem aproveitados do que antes de dormir”, orienta a nutróloga Liliane Oppermann. Um café da manhã saudável evita o consumo de calorias extras ao longo do dia. Sem a primeira refeição, o organismo passará a manhã sem energia e a fome também virá com mais intensidade ao longo da tarde.

 

  1. Pratique exercícios físicos regularmente

Os exercícios físicos devem fazer parte da rotina, inclusive, de quem não precisa perder peso. Uma simples caminhada diária pode melhorar o humor e afastar doenças do coração. De acordo com cardiologista Rogério de Moura, coordenador do serviço de cardiologia do Hospital Balbino, “para proteger o coração, o ideal é praticar exercícios durante 45 minutos a 1 hora, 5 vezes por semana”. Para quem não gosta de academia, o médico recomenda caminhar pelo quarteirão, na praia ou em parques verdes. Outra opção é buscar aulas que fujam do convencional.

 

  1. Mantenha os ovos na dieta

Antes considerado inimigo do coração, o ovo entrou na lista dos alimentos importantes. Ele é rico em colina, nutriente que protege a memória e combate a fadiga. A gema ainda contém antioxidantes, como zinco, ferro, selênio e vitaminas A e E. Segundo a nutróloga Liliane Oppermann, ele pode ser consumido diariamente por quem não come carne, desde que não seja frito. Já para os carnívoros, a recomendação é ingerir até 3 ovos por semana.

 

  1. Uma taça de vinho, pode. Exagerar no álcool, não.

O álcool em excesso pode sobrecarregar o fígado, além de trazer problemas de concentração, aumentar a frequência dos batimentos cardíacos e irritar a mucosa do estômago, podendo causando gastrite e úlcera. Por outro lado, o vinho pode fazer bem para a saúde. Além de evitar infartos e derrames cerebrais, o consumo de 250 ml de vinho tinto, todas as noites, reduz os níveis do hormônio estrogênio, que é conhecido por aumentar os riscos de desenvolvimento de câncer de mama.

 

  1. Evite o refrigerante, inclusive nas versões diet ou light

Os refrigerantes diet e light podem ter poucas calorias, mas são ricos em outras substâncias que também podem fazer mal ao organismo, como sódio, corantes e conservantes. “Os adoçantes empregados na composição dos produtos light e diet – geralmente ciclamato, sacarina e aspartame – também não são os mais saudáveis”, orienta a médica Liliane Oppermann.

 

  1. Coma um jantar leve, mas coma

A prática de não comer nada no fim do dia não é saudável. Como o corpo ficará horas sem receber nenhum nutriente, durante o sono, dormir de barriga vazia pode gerar uma fome desproporcional no café da manhã. Para um jantar leve e nutritivo, Liliane Oppermann dá a dica: “Para pessoas que costumam fazer 6 refeições diárias, que incluem lanche da manhã, da tarde e ceia, além de almoço e jantar, recomendo um grelhado com salada crua, meio prato de legumes e uma porção de arroz integral”.

 

  1. Faça boas escolhas no supermercado

A nutróloga Liliane Opperman lista as melhores escolhas para um cardápio saudável: “A aveia contém vitaminas do complexo B e fibras, que evitam picos de insulina; o azeite extravirgem é rico em vitaminas D e E, além de gorduras boas para o coração; o iogurte contém cálcio para ossos fortes e probióticos, que atuam na regularização da função intestinal; o salmão é rico em proteínas e ômega-3, que protege o coração; o chá verde é rico em polifenois, que estimulam o metabolismo, previnem cáries nos dentes e obesidade e vegetais crucíferos, como brócolis, nabo e couve-flor que, além de fibras, contém I3 carbinol, um fotoquímico que mantém células cancerosas à distância”.

   

     10. Não conte as calorias gastas na esteira

A maioria das esteiras e bicicletas ergométricas possui contador de calorias, mas nem nas mais modernas essa contagem é confiável. “Aquela informação nunca será precisa. É preciso relacionar muitos fatores para chegar a esse resultado, que não pode ser pasteurizado para todos os alunos. Movimentar os braços durante a caminhada na esteira, por exemplo, aumento o gasto calórico em 10%, mas não é possível contabilizar esse gasto através do aparelho. Para alcançar seus objetivos, o melhor é conversar com o profissional”, explica o treinador físico Ricardo Wesley.

 

Matéria publicada em: http://gnt.globo.com/

Compartilhar:

post 15

 

 

Há 8 anos no mercado, a Farmácia Acqua Bella se destaca pela manipulação de medicamentos, suplementação personalizada, além de apresentar ao cliente o que há de mais moderno e eficaz em produtos dermocosméticos. Sob a coordenação da farmacêutica Mona Lisa Bevilacqua, a Farmácia Acqua Bella dispõe dos melhores produtos do mercado, apresentando sempre ao cliente o produto ideal para seu tipo de necessidade.

 

Sempre atenta às novas tecnologias e conceitos dentro dos seguimentos de beleza e saúde, a responsável Mona Lisa Bevilacqua (CRF 15214) é graduada em Farmácia Industrial pela Universidade de Uberaba, pós-graduada em Manipulação Magistral Alopática – com ênfase em Cosméticos e Nutracêuticos, MBA em Tecnologia Cosmética, além de cursos de cosmeticologia em Paris e Mônaco. Atualmente cursando Pós-Graduação em Farmácia Estética.

 

Com serviços de manipulação, suplementação personalizada e cosmecêuticos, o time Acqua Bella tem atendimento personalizado com farmacêuticos capacitados prontos para esclarecer dúvidas.  A equipe Acqua Bella conta com profissionais que estão habilitados e capacitados para melhor atender. Todo o pessoal envolvido na manipulação de fórmulas magistrais possui cursos técnicos em farmácia.

 

A Farmácia Acqua Bella tem levado ao cliente ótimas opções para os serviços de manipulação de medicamentos, com disposição dos melhores produtos dermocósméticos do mundo. Visando abranger os atendimentos ao público, a Acqua Bella se destaca também com Suplementação Personalizada, levando conhecimento e melhorias a atletas de vários esportes.

 

 

- Manipulação

São fórmulas personalizadas, onde há possibilidade de ajuste de doses e associações de ativos não disponíveis no mercado. Na manipulação, o medicamento é desenvolvido para sua necessidade.

 

As farmacêuticas da Farmácia Acqua Bella têm especialidades que garantem qualidade e segurança de seus produtos. Assim, estão em constante atualização, buscando novos produtos e novas tecnologias.

 

– Alergologia

– Angiologia

– Cardiologia

– Cirurgia Plástica

– Dermatologia

– Endocrinologia

– Gastroenterologia

– Ginecologia

– Medicina Esportiva

– Neurologia

– Nutrição

– Oftalmologia

– Ortopedia

– Pediatria

– Psiquiatria

– Reumatologia

– Veterinária

 

 

- Suplementação Personalizada

Homens e mulheres têm investido cada vez mais em saúde e qualidade de vida. Para alcançar esse objetivo o esporte é essencial, sendo importante essa a principal recomendação médica. Com o aumento de praticantes de atividades física, cresce o mercado dos suplementos alimentares. Ao contrário do que muitos pensam, os suplementos não servem apenas para auxiliar atletas de elite que buscam melhorar sua performance ou composição corporal, mas essencial para qualquer praticante de atividade física, como também os recreacionais.

 

De acordo com Mona Lisa Bevilacqua, a Suplementação Esportiva Personalizada proporciona ao atleta grandes resultados em relação à melhora de performance e desempenho, diminuindo fadiga e cansaço muscular, auxiliando também na prevenção de lesões e desgaste, além de contribuir muito na composição corporal favorável. “Ressaltando de que nada adianta ter acesso aos melhores produtos, sem as informações corretas sobre seu uso, desde já deixo bem claro a importância de um profissional para ajustar a suplementação adequada para cada indivíduo de acordo com cada esporte”.

 

 

 

- Cosmecêuticos

Em 1984, o dermatologista Albert Kligman introduz o termo “cosmecêutico” no National Scientific Meeting of the Society of Cosmetic Chemists indicando se tratar de algo entre um cosmético e um fármaco; ou seja, mais que uma substância para embelezar e menos que um fármaco com efeito terapêutico. Os produtos cosmecêuticos têm ação terapêutica, sendo um tratamento que atua nas camadas internas da pele, corrigindo as disfunções cutâneas – problemas comuns que vão surgindo como a acne, manchas, rugas, perda de volume cutâneo, entre outros.

 

Os Cosmecêuticos Acqua Bella são desenvolvidos para cada tipo de pele, visando não só a estética como a saúde da pele. São fórmulas desenvolvidas através de estudos, cuidadosamente elaboradas, levando satisfação aos clientes.

 

São oito anos promovendo a saúde e a atenção com compromisso e qualidade. Temos como missão, disponibilizar aos nossos clientes as melhores fórmulas magistrais, buscando prestar serviço de qualidade com perfeito atendimento farmacêutico. Tudo isso aliado a produtos inovadores e de alta tecnologia, sempre ligado aos padrões éticos estabelecidos, podendo assim ser reconhecida como a melhor farmácia de manipulação do país. Nossos valores estão em promover saúde, incentivo à beleza e à práticas de exercícios – oferecendo produtos de alta qualidade, através de atendimento personalizado em um ambiente agradável, prezando sempre a satisfação de nossos clientes e parceiros.

 

Compartilhar:

post 13

 

Estudos têm demonstrado que o zinco e o magnésio possuem propriedades antidepressivas. Zinco e magnésio apresentam essa atividade após uma variedade de testes e modelos em animais de laboratório. Estudos clínicos demonstram que a suplementação com zinco e magnésio aumenta a eficácia do tratamento farmacológico antidepressivo.

 

Szewczyk B, Poleszak E, Sowa-Kućma M, Siwek M, Dudek D, Ryszewska-Pokraśniewicz B, Radziwoń-Zaleska M, Opoka W, Czekaj J, Pilc A, Nowak G. Antidepressant activity of zinc and magnesium in view of the current hypotheses of antidepressant action. Pharmacol Rep. 2008 Sep-Oct;60(5):588-9.

 

Magnésio

É considerado como um dos minerais mais importantes para o organismo, de múltiplo uso por estar indicado em várias circunstâncias. O magnésio é extremamente importante para manter a estabilidade elétrica das células, assim como a integridade das membranas celulares, a contração muscular, a condução nervosa e a regulação do tônus vascular.

 

A deficiência de magnésio está caracterizada por perda de apetite, enjôo, vômitos, diarréia, confusão, tremores e perda de coordenação.

Alguns estudos como na referência citada acima tem indicado o uso do magnésio no tratamento de indivíduos depressivos. Os estudos conhecidos demonstram uma ligação entre a deficiência de magnésio e a depressão. Pessoas que sofrem de ansiedade e outras desordens nervosas mostraram ter deficiências de magnésio significativas.

 

Mesmo em caso de hiperactividade nas crianças, um suplemento de magnésio durante 6 meses demonstrou uma elevada redução. O magnésio combate o estress porque tem propriedades tranquilizantes naturais.

 

Zinco

É um oligoelemento extremamente importante dentro do sistema corporal, principalmente por que tem um efeito protetor sobre o sistema imunológico. Mais de duzentas enzimas, que são catalisadores biológicos, requerem o oligoelemente zinco para manter a sua atividade. Isto inclui enzimas que estão comprometidas com a produção de ácidos nucléicos, DNA e RNA.

 

Deficiências de zinco vêm associadas a um retardo do crescimento, anorexia, depressão, alterações na cicatrização, anormalidades no gosto, alterações na pele e aumento a susceptibilidade às infecções.

 

Hidroxitriptofano

 

– É um aminoácido precursor do hormônio de serotonina, vasoconstritor e neurotransmissor que influencia o sono, o apetite e o humor. Pacientes deprimidos tem baixos níveis no cérebro.

 

– Precursor da melatonina através da metiliação pela S-adenosilmetionina, a chave da regulação dos hormônios no organismo.

 

– Modula o ciclo (ritmo) circadiano, ativa o sistema imune e endócrino, é antioxidante e tem propriedades oncostático.

 

– É usado na depressão, fibromialgia, TPM, indução do sono e saciedade.

 

 

OLSZEWER, Efrain. Tratamento de Medicina Ortomolecular e Bioquímica Médica. 4° edição. ed.Icone. 2008.

 

 

Magnésio quelato______________________________________________ 260 mg
Hidroxitriptofano_________________________________________________50mg
Zinco quelato____________________________________________________7 mg
Suco (aroma laranja) _____________________________________________ 1 UN

 

Consumir um suco ou 1 cápsula ao dia, conforme orientação médica.

 

– Sugestão na apresentação de suco para melhorar a adesão ao tratamento de pacientes com dificuldade de deglutição de cápsulas, idosos ou pessoas que resistem ao tratamento com medicamentos.

– A fórmula pode ser prescrita em cápsula.

 

*ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução de Diretoria Colegiada. RDC Nº. 269, de 22 de setembro de 2005, que dispõe sobre o Regulamento técnico sobre a ingestão diária recomendada (IDR) de proteína, vitaminas e minerais. Disponível em: www.anvisa.gov.br

 

Compartilhar:

post 12

Combinação perfeita de elementos essenciais para a vida

O Fosfolipídieos do Caviar Ártico é a combinação ideal de nutrientes essenciais para a necessidade do organismo humano. É uma combinação composta de Fosfatidilcolina +Astaxantina + DHA + EPA + Vitamina E. Normalmente quando falamos de ativos ricos em ácidos graxos poliinsaturados (PUFAs ômega 3 e 6) todos eles se encontram na forma de óleo impossibilitando que a prescrição seja feita sob uma dosagem adequada ao que cada paciente necessita.

 

A inovação, fosfolipídeo de caviar, traz a vantagem de personalizar a dosagem ideal ao paciente de acordo com cada tratamento. Quando olhado pelo quesito técnico deve ser ressaltado que é uma molécula com alta concentração de DHA(2,5) / EPA (1) na proporção correta junto á necessidade do organismo associada a fosfolipídeos, principalmente a fosfatidilcolina. Esse vetor biológico natural carreia os ativos lipossolúveis por meio da emulsificação dos ácidos graxos, lipídeos no estômago e transporta até o intestino delgado e assim ocorrendo a absorção e a distribuição via sistêmica doa ativos.

 

Outro grande diferencial é a associação natural de Astaxantina + Vitamina E + Fosfatidilcolina diminui a oxidação dos Ômegas. Obtendo assim um sistema antioxidante endógeno protetor do sistema, que garante a integridade dos Ômegas 3 e 6 e aumenta a bioassimilação e biodisponibilidade destes ativos no organismo. Atua também como um booster no carreamento de outros ativos lipossolúveis como Vitamina D maximizando a absorção de nutrientes.

 

Estudos in vitro comprovaram a maior resistência à degradação oxidativa quando o DHA se encontrava incorporado aos fosfolipídeos (Song, 1997). Inúmeros órgãos apresentam alto conteúdo de PUFAs ômega 3, que são de vital importância para o funcionamento adequado do organismo. O sistema cardiovascular, o SNC, a retina e a pele são alguns dos exemplos importantes.

 

O DHA está presente em todas as células animais e vegetais, no entanto, retina e cérebro são particularmente mais ricos nesse PUFA ômega-3. A reposição de PUFAs na pele, é de vital importância por recuperação de membranas e redução de inflamação subclínica e clínica, sendo ideal para tratamentos nos seguintes casos:

 

  • Por reduzir o processo inflamatório subclínico em peles envelhecidas e expostas à radiação ultravioleta;
  • Por reduzir o processo inflamatório subclínico e a resposta imunológica exacerbada no processo de psoríase;
  • Melhora a hidratação cutânea, reduzindo a TEWL (transepidermal Water Loss);
  • Promove equilíbrio da pele;
  • Apresenta efeito imunomodulatório;
  • Pode melhorar condições cutâneas como dermatite atópica, acne rosácea, psoríase e outras desordens inflamatórias e auto-imunes da pele.

 

Dupont (2006) conduziu um estudo que avaliou a suplementação de fosfolipídeos marinhos de extratos de peixe selvagens do oceano, ricos em ômega-3 no tratamento da psoríase. Trinta pacientes com todos os tipos de psoríase (lesões por 10 anos, em média). Entretanto, casos com lesões por 20 a 30 anos foram submetidos à suplementação com 400mg/ dia de fosfolipídeos marinhos por um período de 4 a 6 meses.

 

Paralelamente, todos outros foram suspendidos. Os resultados foram avaliados pela pontuação no índice de área e Gravidade da Psoríase (PASI score) e por fotografias (gravura 1). De acordo com os resultados, de maneira geral, todas as lesões tiveram regressão em 2 a 3 meses e a cicatrização/cura geral em 4 a 6 meses.

 

3

 

 

BENEFÍCIOS GERAIS DOS FOSFOLIPÍDEOS DO CAVIAR

  1. Recuperam ou promovem a integridade das membranas celulares (citoplasmática, nuclear e das organelas), estrutura-chave na homeostasia celular;
  2. Atuam como anti-inflamatório, antioxidante e imunomodulatório em condições clínicas e subclínicas;
  3. Repõem ácidos graxos poli-insaturados essenciais ômega-3; componentes essenciais das membranas celulares;
  4. Repõe fosfolipídeos, especialmente a fosfatidilcolina, principal constituinte das membranas celulares;
  5. São Fontes de dois excelentes antioxidantes lipossolúveis: Astaxantinas e o alfa-tocoferol;
  6. Promove a alta hidratação celular e previne a TEWL (perda de água transepidermal);
  7. Promove a neuroproteção e melhora a acuidade visual;
  8. Promove a cardioproteção e modula os lipídeos plasmáticos;
  9. Promove o aumento do desempenho esportivo;
  10. Diminui da dosagem terapêutica de DHA/EPA pela melhora da bioassimilação e biodisponibilidade no organismo;
  11. São bem seguros e tolerados;
  12. Potencializa a absorção de ativos lipossolúveis.

 

EXEMPLIFICAÇÃO DE FORMULAÇÃO

  • No tratamento da psoríase
FOSFOLIPÍDEO DE CAVIAR 100 mg
EXSYNUTRIMENT 50 mg

 

 

Manipular 60 cápsulas.

Tomar 2 cápsulas ao dia. Ou conforme orientação médica. Sempre administrar longe das refeições.

Para melhoria do tratamento da psoríase utilizar o Psodermax em uso tópico.

 

 

Dados obtidos pelos estudos e literaturas publicadas pelo fornecedor.

 

Compartilhar:
Perfil
Mona Lisa Bevilacqua

Formada em Farmácia Industrial, Pós-graduada
em Manipulação Magistral Alopática, MBA em
Cosmetologia e
com cursos de
cosméticos realizados
em Paris e Mônaco.
Saiba Mais
Chat Online
LiveZilla Live Chat Software
LiveZilla Live Chat Software
Horários de atendimento para Orçamento Online:
De seg. a sex. das 08h às 18h.
Sábado. das 08h às 13h.
Newsletter
Fique por dentro das novidades.
AdaTina
Ideal Farma
Global Sport
Galena
Morisol
Jornal da Manhã
Mais Acessados


Contato

34 3331-0500
Avenida Santos Dumont, 1050
Uberaba / MG - CEP 38060-600
Sobre o Blog

Este é um canal de comunicação da Farmácia AcquaBella com todos os nossos públicos: Clientes, Colaboradores, Sociedade e Fornecedores.
Farmácia AcquaBella © Todos direitos reservados 2014.